sexta-feira, maio 13, 2011

TECNOLOGIA UFO Parte Final E Referencias Da Materia

gravitacional. "
Autor (es): Harvey, Alex
TÍTULO (s): Complexo Transformação da Kasner Métrica.
In: relatividade geral e gravitação.
OCT 01 1989 v 21 n 10 Page 1021
Autor (es): Harvey, Alex
TÍTULO (s): modelos cosmológicos.
In: American Journal of física.
OCT 01 1993 v 61 n 10 Page 901
Autor (es): Harvey, Alex
TÍTULO (s): Identidades dos escalares dos quatro-dimensional
Riemanniana colector.
In: Revista de Física Matemática.
JAN 01 1995 v 36 n 1 Page 356
Autor (es): Harvey, Alex
TÍTULO (s): Será que o Real Kasner Metric Por favor, Stand Up.
In: relatividade geral e gravitação.
DEC 01 1990 v 22 n 12 Page 1433
-------------------------------------------------- ---------------------
> Talvez eu tenha falhado-la, mas eu parecia sério, e parece haver
> Não haver nenhuma informação graduação ou de graduação em Física
> Referência livros que menciona a relação entre
> Macroscópica e microscópica momentum angular - muito menos
> Fornece qualquer análise ou explicação ligando quantum angular
> Momentum angular para macroscópica dinâmica.
Você está em recuperação. O tema de compostos momentum angular, ou
momentum angular interno e externo, ou intrínsecos e extrínsecos
momentum angular tem sido um tema reprimida por cerca de 2 e meia
décadas. Acrescentar a essa lista, esférica pendulums, Coriolis efeito,
exceto as aplicadas aos balistics e meteorologia como os E.U. utilizados pelos
militares,
Shafer e do pêndulo, que pouco elegante dispositivo utilizado como o artificial
horizonte de aeronaves.
> Como é que o quantum angular momentum tornar-se organizado a partir de
uma
> Microscópicas a um nível macroscópico? Alguém já publicados
> Qualquer trabalho sobre este assunto? Não consigo encontrar nenhum.
Não há nenhum que eu conheço, embora já em finais dos anos cinquenta,
verificou
Foi um colega chamado Edward Condon na Universidade do Colorado que foi
proficiente bastante sobre o assunto. Tanto é assim que ele escreveu o
rotacional
Dinâmica seção, chamada noninertial dinâmica na altura, da
referência "O Manual de Física", que ele também co-editado (Capítulo 5).
Não me recordo offhand que era o editor (Harcourt / Brace?), Embora
que foi aprovado pelo Instituto Americano de Física.
Mais tarde, quando o senhor Condon foi o chefe da USAF projecto "Livro Azul",
ele
labored para reprimir seu próprio trabalho quando a directiva foi decretada a
partir
Tartaruga Marinha da Ilha do projeto.
-- James Youlton
-------------------------------------------------- ----------------------
No Barnett efeito um longo cilindro de ferro, quando girada em alta
velocidade sobre o seu eixo longitudinal, encontra-se a desenvolver um
mensuráveis
componente de magnetização, cujo valor é proporcional à
a velocidade angular. O efeito é atribuído à influência das
impressionado com a rotação giram devido a sistemas eletrônicos
os bens da massa unpaired elétrons dentro dos átomos.
-- Henry Wallace
-------------------------------------------------- ---------------------
Barnett, SJ, "magnetização por rotação," The American Society Física,
Segunda Série, vol. VI, N º 2, Jun., 1915, pp. 171-172.
Barnett, SJ, "magnetização por rotação," The Physical Review, Second
Series, vol. VI., No. 4, Oct., 1915, pp. 239-270.
-------------------------------------------------- ----------------------
O Efeito Barnett para mim como é conhecido o efeito de uma mudança na
um volume de material magnético em resposta a uma mudança na it's
magnetização força. Se um ferrite material é exposto a uma
magnetização campo superior (mais corrente através da bobina), o
ferritd irá mudar em termos de volume. Eu não sabia que isso tem alguma
coisa
a ver com o alinhamento de um eixo girando. Para mais informações acerca
este aspecto do efeito Barnett, consulte: ref. Manual de Magnetic
Fenômenos, em Harry S Burk, Van Nostrand Reinhold 1986 página 262.
-- William Clymer
-------------------------------------------------- -----------------
Magnetic competir com sistemas de interacções: frustrado spin sistemas /
editado por H.T. DIEP. Singapura; River Edge, NJ: World Scientific, c1994.
XIV, 335 p. : Il. ; 24 cm.
LC número de chamada: QC754.2.S75 M34 1994
TEMAS: magnetização. Movimento rotacional. Spin ondas. Ferromagnetismo.
CONTEÚDO:
Fenômenos não-lineares e caos em materiais magnéticos / PE Wigen --
Alguns efeitos não lineares de materiais magneticamente ordenados / H. Suhl
--
Spin-wave instabilidade nos processos ferrites / M. Chen & CE Patton --
Spin-vaga em uma dinâmica ferrimagnetic esfera: experiências e modelos / PH
Bryant, DC Jeffries, K. & Nakamura - Spin-wave auto-oscilações em YIG
esferas conduzido pelo paralelo de bombagem e filial ressonância / SM Rezende
& A. Azevedo - Forte caos na ressonância magnética / M. Warden --
Magnetostatic modos de filmes finos / RD McMichael & PE Wigen - Fractal
nas propriedades magnéticas de cristal / H. Yamazaki - Spin-de onda Sólitons
magnético em filmes / A.N. Slavin, B.A. Kalinikos, & N.G. Korshikov.
ISBN: 9810210051
-------------------------------------------------- --------------------------
Daí a Wilson-Blackett proporcionalidade entre o angular
movimento dos planetas, estrelas etc e seus momento magnético.
Para mais informações consulte Science News 6 Agosto'94 p82.
-------------------------------------------------- ------------------------
Autor (es): Bloxham, Jeremy Gubbins, David
TÍTULO (s): A Evolução do campo magnético da Terra.
Resumo: A origem do campo tem fascinado mais de uma dúzia
gerações de físicos. Ferro fundido no exterior do núcleo,
impulsionada por convecção e influenciados pela terra's
rotação, funciona como um dínamo que gera o campo. Agora
registros históricos de-campo magnético rendimento novas mudanças
insights sobre o processo e na forma como o campo pode se comportar
no futuro.
In: Scientific American. DEC 01 1989 / 261 n 6 Page 68
Autor (es): Malov, I.F.
TÍTULO (s): Ângulo entre o campo magnético e do eixo de rotação
pulsares.
In: Soviética astronomia.
MAR 01 1990 v 34 n 2 Page 189
Autor (es): Marsheva, N. M.
TÍTULO (s): rotação permanente de um corpo rígido em um pesado magnético
campo.
In: Moscou universidade mecânica boletim. 1989 v 44 n 1
Autor (es): Vitale, S. Bonaldi, M. Falferi, P.
TÍTULO: magnetização por rotação e gyromagnetic giroscópios.
Resumo: Nós discutimos a forma como o fenómeno geral da magnetização por
rotação podem ser utilizadas sonda a velocidade angular do
laboratorial no que diz respeito a um local frame de inércia. Nós
mostram que giroscópio sem peças móveis baseados nesta
fenómeno -
In: Physical Review B: matéria condensada.
JUN 01 1989 v 39 n 16 p B Page 11993
-------------------------------------------------- -----------------------
Matéria condensada teoria, resumo COND-MAT/9509141
De: Erwin Frey
Data: Sex, 22 Sep 1995 09:43:52 +0200
Críticos da dinâmica dos ímãs
Autores: Erwin Frey, Franz Schwabl (TU Muenchen)
Comentários: Revisão artigo (154 páginas, os valores incluídos)
Estamos actualmente a rever a nossa compreensão da dinâmica da crítica
ímãs acima e abaixo da temperatura transição com enfoque sobre a
devido aos efeitos do dipolo - dipolo interação presente em todas as reais
ímãs. Progressos significativos na nossa compreensão da verdadeira
ferromagnets na proximidade do ponto crítico tem sido feita em
a última década através de melhores técnicas experimentais,
teórica tendo em conta os avanços nas realista spin-spin
interações. Começamos a nossa análise com uma discussão do
resultados teóricos para a crítica dinâmica baseada no recente
renormalização grupo, e de modo acoplamento spin vaga teorias. A
detalhado comparação é feita da teoria com resultados experimentais
medição obtidos por diferentes técnicas, tais como o nêutron
espalhamento, interação hiperfina, muão - spin - ressonância,
elétron - spin - ressonância, magnéticos e de relaxamento, em diversos
materiais. Além disso, discutir os efeitos da interação dipolar
crítica sobre a dinâmica dos três - dimensional isotrópica
antiferromagnets e uniaxial ferromagnets. Especial atenção é
também pago a um debate sobre as consequências da dipolar
anisotropies sobre a existência de ordem magnética e da rodada - ondas
espectro em dois - e ferromagnets dimensional antiferromagnets. Nós
fechar nossa revisão com uma formulação de críticas em termos de dinâmica
Langevin equações não lineares.
-------------------------------------------------- -------------------------
Livro: cond-mat/9501029
De: Kazuhiro Kuboki
Data: Seg, 09 Jan 1995 10:40:11 EST
Título: A proximidade induzida por tempo de romper a simetria inversão
Josephson
junções entre não convencionais supercondutores
Autor: Kazuhiro Kuboki e Manfred SIGRIST
Nós argumentam que uma inversão de simetria localmente tempo pode quebrar
estado
Josephson ocorrem em cruzamentos entre supercondutores não convencionais.
Ordem parâmetros induzida pela proximidade efeito pode combinar com
o grosso modo parâmetro para formar um tal estado. Esta propriedade é
precisamente devido à estrutura da fase intrínseco o emparelhamento
supercondutores em função de onda não convencionais. Experimental
consequências deste efeito de supercondutores de alta temperatura são
examinados.
Livro: cond-mat/9501088
De: David Bailey Benedict
Date: Thu, 19 Jan 1995 11:34:10 -0,800 (PST)
Título: Time-Gapless inversão Symmetry Breaking supercondutividade
Autores: A. M. Tikofsky e D. B. Bailey
Nós consideramos uma superconductor camadas com um complexo fim
parâmetro
cuja fase interruptores sinal de uma camada para a seguinte. Este sistema é
demonstrado que exibem gapless suficientemente grande para a
supercondutividade
intercalar emparelhamento ou intercalar hopping. Além disso, esta
descrição é consistente com experimentos constatação de sinais
tempo de inversão simetria quebrando em supercondutores de alta
temperatura
apenas na superfície, e não na amostra em massa.
Livro: cond-mat/9501133
De: ioffe@physics.rutgers.edu (Lev Ioffe)
Data: Seg, 30 Jan 95 08:59:22 EST
Título: On the spin densidade vaga transição em duas dimensões uma rodada
líquido.
Autores: BL Altshuler, LB Ioffe, AI Larkin, AJ Millis.
Fortemente correlacionada elétrons são duas dimensões que se acredita que
uma forma
giro líquido em alguns regimes de densidade e temperatura. Tal como o
densidade é variada, uma espera uma transição a partir deste giro líquido
estado para uma rodada densidade vaga antiferromagnetic estado. Neste
trabalho
nós mostramos que é auto-consistente para assumir que esta transição é
segunda ordem, e, sobre esta hipótese, determinar o nível crítico
comportamento do 2p_F susceptibilidade, a RMN taxas T1 e T2
e da susceptibilidade uniforme. Estamos a comparar os nossos resultados com
os dados
alto Tc materiais.
Livro: gr-qc/9502041
De: Barry Haddow
Data: Sex, 24 Fev 1995 18:59:15 (GMT)
Título: puramente magnético Spacetimes
Autor: Barry Haddow (Trinity College de Dublin, Irlanda)
Puramente magnético spacetimes, no qual tensor de Riemann satisfaz
R_ ABCD) (u bu ^ ^ d = 0 para alguns unidade timelike ^ u um vector, são
estudados.
As consequências para a Weyl algébrica e tensores são Ricci
analisou em pormenor e de retribuição dada para a singularidade de
u ^ A. Algumas observações sobre a natureza da congruência
associada a um u ^ são feitas.
Livro: cond-mat/9502103
De: deb@rri.ernet.in (Debnarayan Jana)
Data: Sex, 24 de Fevereiro 95 11:23:21 +050
Título: Universal Diamagnetism carregada de escalar campos
Autores: Jana Debnarayan
Nós provamos que escalar campos são cobradas sempre diamagnetic, mesmo
em
a presença de interacções e em temperaturas finitas. Este
Generaliza trabalhos anteriores sobre o diamagnetism de cobrado spinless
bosons para o caso de infinitos graus de liberdade.
-------------------------------------------------- ----------------------
Jun 7 1993, Vol. 558
"Equivalência Principal Violação, Antigravity e induzida por Anyons
Gravitacional de Chern-Simons Acoplamentos ", S. Deser, Clássica e Quântica
Gravity, 1992, Vol. 9 Supp
de Anti-Matéria ", Michael Martin, Physics Reports, Jul 1 1991, Vol. 205
"Limites para Antigravity empírica", Ericson & Richter, Europhysics Letters,
Fevereiro 15 1990, Vol. 11 n º 4
"Quantizations de Chern-Simons (2 +1) Anti-de Sitter Gravity em um Toro",
K. Ezawa, Clássica e Gravidade Quântica, Fevereiro 1 1995 Vol 12 n º 2
"Green's Function para Anti-de Sitter Space Gravity", Gary Kleppe,
Physical Review d: Partículas, Campos, Gravity; Dez 15 1994 Vol 50 n º 12
"Só autovalores da Energia para a operadora Totalmente Anti simétrico
Massless Campos do N-Dimensional Anti-de Sitter Group ", RR Metsaev,
Clássica e Gravidade Quântica, Nov 1 1994, Vol. 11 n º 11
"A positividade de Energia para Asymptotically Anti-de Sitter Spacetimes",
E. Woolgar, Clássica e Gravidade Quântica, Jul 1 1994, Vol. 11 n º 7
"Vácuo polarização próximo Asymptotically Anti-de Sitter buracos negros
Dimensões em Odd ", Shiraishi & Maki, Clássica e Gravidade Quântica,
Jul 1 1994, Vol. 11 n º 7
"Fortes Anti Gravity: Vida na Shock Wave", Fabbrichesi & Roland,
Nuclear Physics B, Dec 21 1992, Vol. 388 n º 2
"Soluções Globais de Yang-Mills em Equações Anti-de Sitter spacetime",
CHOQUET-Bruhat, Clássica e Quantum Gravity, Dec 1 1989, Vol. 6 n º 12
"A onda escalar a Equação de Sitter Estático e Anti-de Sitter
Spacetimes ", D. Polarski, Clássica e Gravidade Quântica, Jun 1 1989
"Representação da Lehman Spinor de dois pontos na Função Anti-de Sitter
Espaço ", E. recolha, Clássica e Gravidade Quântica, maio 1 1989, Vol. 6 n º 5"
Violação CP e Antigravity Revisited ", G. Chardin, Física Nuclear," os
argumentos contra Antigravity e da aceleração gravitacional
-------------------------------------------------- ------------------------
acelerada do organismo interação com o ponto zero campo (ZPF),
consonante com um grande corpo de literatura submetidos física.
Haisch, em fevereiro 1994 Phys. Rev. A
Science Vol. 263 p 612
Scientific American vol 270, p 30
New Scientist 25 Fevereiro 1995 p 30
-------------------------------------------------- -----------------------
"Gravidade Zero-como um Ponto de Flutuação Force", H.E. Puthoff, Física
Uma Revisão: Física Geral. Mar 1 1989, Vol39 n º 5
-------------------------------------------------- ------------------------
A 4 de Fevereiro de 1994 tema da revista "Science" tem um artigo
sobre uma nova teoria da inércia. Um recente documento por Bernhard Haisch,
Alfonso Rueda e Hal Puthoff no 1 Fevereiro 1994 emissão de Física
Revisão A, baseado em trabalhos anteriores por Andrei Sakharov, deriva inércia
flutuações de vácuo quântico electromagnética. A idéia é que se
inércia se deve a alguma estranha EM efeitos quânticos, que poderia ser
compreendido e controlado, e até mesmo neutralizado.
Haisch está no Lockheed Palo Alto laboratórios, Rueda, em
Cal. Estado. Long Beach, Puthoff e no Instituto de Altos
Estudos em Austin Texas. Escusado será dizer que esta nova teoria é grave,
mas muito controverso física. Um teste está previsto ainda este ano em
SLAC o acelerador linear, expondo um feixe de elétrons de alta energia
terawatt laser. Manter sintonizado!
-- John H. Chalmers Jr
-------------------------------------------------- ------------------------
Um recente controversa teoria de Austin Instituto de Estudos Avançados
Hal Puthoff físico e seus colaboradores Haisch e aparece Rueda
para explicar a gravidade não como uma propriedade intrínseca da matéria,
mas como um
Maxwellian consequência indirecta da radiação electromagnética, a saber,
que (tal como anteriormente sugerido pelo atraso russo dissenter Sakharov)
gravidade é um "efeito sombra" Efeito de Casimir semelhante ao do quantum
electrodynamics. Bass salienta que se o Haisch-Puthoff-Rueda
teoria está correcta, então Hodowanec da idéia de escutas a gravidade da Terra
campo electromagnético maneira, em alguns sugeriram até agora não é
concebível.
-- Joel McClain
-------------------------------------------------- --------------------
Puthoff e seus colaboradores ter ido tão longe como a utilização SED
(Stochastic
Electro-Dynamics) para _explain_ tanto a massa inercial e gravitacional & Dr.
Bernhard Haisch tem modelado a massa inercial como decorrentes de uma
para demonstrar a sua equivalência, e que derivam de Newton F = Ma, e para
derivar
Mach's princípio (sem o qual Einstein admitiu que nenhuma teoria da
gravidade poderiam pretender ser completa), e para derivar Dirac's
"cosmológica
numérica coincidências ", como inevitabilities, e para derivar Newtonianos
gravidade, e para obter o Newton-Cavendish parâmetro G!
-- Robert Bass
-------------------------------------------------- -----------------------
É uma incrível coincidência que o total Newtonianos gravitacional
potencial energético de qualquer objecto, devido a todas as massas no universo
é
iguais em magnitude ao seu total de energia, pelo menos para dentro de uma
pequena
factor, considerando que esta envolve uma expressão envolvendo múltiplos
factores, da ordem dos 10 para o 40 º potência.
Esta foi assinalado por Dirac na sua grande número Hipótese, e utilizado
como parte de uma bela teoria ilustrativos por Dennis Sciama [1], no
que ele constrói uma teoria da gravidade perto análogas às do
teoria clássica do eletromagnetismo, e mostra que a inércia pode ser
directamente atribuído ao efeito gravitacional da aceleração relativa
ao gravitacional fontes potenciais de todo o universo (ou mesmo
de acelerar a todo o universo em relação ao objeto, porque em
Sciama da teoria, os dois pontos de vista são equivalentes). Esta teoria
é obviamente coerente com Mach's Princípio (o que é que efectivamente
movimento por inércia seja de algum sentimento em relação ao resto do
universo).
Sciama da teoria é apenas uma aproximação simplificada, mas é tão puro
que é provável que alguns semelhante princípio deve aplicar-se também no
interior
Relatividade Geral. No entanto, uma das suas implicações mais básica é
gravitacional que a "constante" G iria depender da distribuição
de matéria do universo, o que parece ser em conflito directo com
GR. Pessoalmente, penso GR provavelmente não é muito justo.
[1] DWSciama ", sobre a origem da inércia", MNRAS Vol. 113, p34,
1953.
-------------------------------------------------- ---------------------
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9412012
De: "Haret Rosu"
Data: 3 Dezembro 94 19:36:00 CST
Clássica e inércia quântica: uma heurística introdução,
Autor (es): C. Haret Rosu
Relatório: IFUG-27/94,
Comentários: 20 páginas, látex 11pt, não números.
A não-técnicas discussão do problema da inércia é fornecida
tanto nos clássicos física quântica e no mundo. Após breve
revendo as formulações clássica (WEP, EEP, e SEP), para eu passar
uma apresentação de declarações para a equivalência vácuo quântico -
Jonathan Scott
Membros. Pode-se encontrar também uma série de comentários e afins
sugestões.
-------------------------------------------------- ---------------------
Krech, Michael.
O Efeito de Casimir em sistemas críticos / Michael Krech. Singapura; River
Edge, NJ: World Scientific, c1994. x, 253 p. : Il. ; 23 cm.
LC número de chamada: QC173.4.C74 K74 1994
TEMAS: Crítico fenómenos. Efeito de Casimir.
ISBN: 9810218451
Cavidade quantum electrodynamics / editado por Paul R. Berman.
Boston: Academic Press, c1994. XVI, 464 p. : Il. ; 24 cm.
LC Call Number: QC446.2. C38 1994
TEMAS: Óptica Quântica. Quantum electrodynamics. Efeito de Casimir.
ISBN: 0120922452 (alk. papel)
Casimir forças de longo alcance: teoria e experiências recentes sobre sistemas
atômicos
Editado por Frank S. Levin e David A. Micha. New York: Plenário Press, c1993.
LC Call Number: QC680. L63 1993
TEMAS: Efeito de Casimir.
ISBN: 0306443856
Física na tomada: ensaios sobre a evolução no século 20 Física:
em honra de H.B.G. Casimir por ocasião do seu 80o aniversário /
editado por J. M. A. Sarlemijn e Sparnaay. Amsterdam: North-Holland;
New York, NY, E.U.A.: Sole E.U.A. e distribuidores para o Canadá,
Elsevier Science Pub. Co., 1989. XIV, 361 p. : Il. ; 23 cm.
LC Call Number: QC7. P48 1989
TEMAS: Casimir, HBG (Hendrik Brugt Gerhard), 1909 --
Casimir, H. B. G. (Hendrik Brugt Gerhard), 1909 --
Sarlemijn, Andries, 1936 --
Sparnaay, M. J. (Marcus Johannes)
ISBN: 0444881212
-------------------------------------------------- ------------------------
Edwards-Casimir vácuo quântico drive --
Um hipotético drive explorando as peculiaridades do quantum
mecânica, restringindo permitido comprimentos de onda de fótons virtuais
de um dos lados da unidade (a proa do navio); da pressão
gerada a partir da irrestrito virtual fótons em direção a ré
gera um líquido força e assegura a propulsão do drive.
-------------------------------------------------- --------------------
Matéria condensada, resumo COND-MAT/9505108
De: moraes@guinness.ias.edu (Fernando Moraes)
Date: Tue, 23 maio 95 17:12:35 EDT
Melhoramento do momento magnético do elétron devido a
um defeito topológico
Autor (es): Fernando Moraes (Instituto de Estudos Avançados de Princeton)
No âmbito da teoria dos defeitos / tridimensional
gravitação, que é obtido de forma positiva para a correção magnética
momento do elétron vinculado a um disclination em um dielétrico
sólido. Com a disclination modelado como um paralelo chapa casimir
efeito.
Alta energia física - teoricamente, resumo HEP-TH/9212077
De: milton@phyast.nhn.uoknor.edu (Kim Milton)
Data: Sex, 11 Dez 92 16:13:13 CST
MAXWELL-Chern-SIMONS Efeito de Casimir, MILTON A. Kimball,
Departamento de Física e Astronomia, da Universidade de Oklahoma
Em estranho-dimensional espaços, permite uma bitola invariância
Chern-Simons massa prazo para a bitola campos para além dos habituais
Maxwell-Yang-Mills energia cinética prazo. Estamos a estudar Efeito de Casimir
em tal (2 +1)-dimensional abelianos teoria. Para o caso do paralelo
condução linhas o resultado é o mesmo que para um campo escalar. Para
o caso da circular fronteira condições, os resultados são completamente
diferentes, até mesmo com o sinal do efeito oposto para serem
Maxwell-Chern-Simons campos e campos escalar. Estamos a examinar
o efeito da temperatura finita. Casimir O stress é encontrada a
atraente tanto em baixa e alta temperatura. Possibilidades de
observando o efeito no laboratório são discutidos.
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9303038
PHYS. REV. D 48, 776 (1993)
DE: LFORD@PEARL.TUFTS.EDU
Data: Wed, 31 Mar 1993 17:47 EDT
Moção de observadores inerciais através negativo da energia, por LH e FORD
THOMAS A. latinos,
Uma pesquisa recente revelou que, devido ao fluxo negativo da energia
quantum coerência efeitos obedecer incerteza princípio de tipo
as desigualdades de forma a US $ | \ Delta E | \, (\ Delta \ tau) \ lprox 1 \, $.
Aqui $ | \ Delta E | $ é a magnitude da energia negativa que é
transmitidos num prazo $ \ Delta \ tau $. O nosso principal foco no presente
o papel é a energia negativa fluxos que são produzidos pelo movimento
através de observadores da energia estática negativa regiões. Nós achamos
que
embora um quantum desigualdade parece estar satisfeita para radialmente
geodésico observadores que se deslocam em duas e quatro dimensões buraco
negro
spacetimes, um observador orbitam perto de um buraco negro será exibida
uma
constante fluxo negativo da energia. Além disso, mostramos que o inercial
observadores movendo lentamente através do Casimir vácuo pode conseguir
arbitrariamente grandes violações da desigualdade. Parece provável
que, em geral, estes tipos de energias negativas não são fluxos
condicionadas pelas desigualdades sobre a magnitude ea duração da
fluxo. Nós construímos um modelo de um não-stress-energia gravitacional
detector, que é rapidamente ligado e desligado, e discutir a
pontos fortes e fracos de uma tal detector.
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9304008
PHYS. REV. D 47, 4510 (1993).
DE: LFORD@PEARL.TUFTS.EDU
Date: Tue, 6 Abril 1993 12:56 EDT
SEMICLASSICAL gravidade ea teoria quântica flutuações, por Chung-Kuo e eu
L. H. Ford.
Nós discutimos os limites de validade da teoria da semiclassical
gravidade, em que um clássico é acoplado a métrica a expectativa
valor do stress tensor. Argumenta-se que esta teoria é uma boa
aproximação apenas quando a flutuações do tensor stress são
pequeno. Nós adimensional calcular uma medida destas flutuações
para um campo escalar sobre uma superfície plana de fundo, em casos
especiais,
incluindo os estados e espremido Casimir vácuo estado. Ele é encontrado
que as flutuações são pequenas para os Estados que estão perto de um
coerente estado, que descreve comportamento clássico, mas tendem a ser
grande contrário. Nós encontramos em todos os casos estudados que a energia
são grandes flutuações densidade sempre que o local é densidade energética
negativos. Esta é tomada no sentido de que o campo gravitacional de um
sistema com negativa densidade energética, como a Casimir vácuo, é
Não descrito por uma métrica fixa clássico, mas está a sofrer grandes
métrica flutuações. Nós propomos um sistema operacional em que um
pode descrever um campo gravitacional flutuante em termos de
estatísticos comportamento de partículas teste. Para isso, obter
uma equação da forma da equação utilizada para descrever Langevin
O movimento Browniano.
Alta energia física - fenomenologia, resumo HEP-PH/9307258
De: langfeld@ptsun1.tphys.physik.uni-tuebingen.de (Kurt Langfeld)
Date: Tue, 13 Jul 93 08:04:30 +0200
Efeito de Casimir de campos fortemente interagindo escalar, por K. LANGFELD,
F. SCHMUSER, e H. REINHARDT
Não trivial $ \ phi ^ (4) $-teoria é estudada em um grupo renormalisation
invariante abordagem dentro de uma caixa retangular, constituído por chapas e
onde o escalar modos fronteira periódicas satisfaçam as condições em
chapas. Verifica-se que a energia Casimir exponencialmente abordagens
o infinito volume limite, a taxa de decaimento dada pelo escalar
condensado. É essencial, portanto, difere da potência de um direito
Teoricamente livre. Isto poderia proporcionar o acesso às propriedades dos
experimental
o vácuo não trivial. Em pequenas distâncias o sistema pode interplate
já não tolera um escalar condensado, e numa primeira fase ordem
transição para a fase Perturbativa ocorre. A dependência da
vácuo densidade energética e ao escalar o condensado em casa
dimensões são apresentadas.
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, RESUMO GR-QC 9310007
PHYSICA scripta 48, 649 (1993)
DE: harald@nordita.dk (Harald H. Soleng)
Data: Mon, 4 Oct 93
Inversa SQUARE lei da gravitação IN (2 +1)-dimensional espaço-tempo que um
CASIMIR conseqüência de energia, H. H. SOLENG,
O efeito gravitacional de vácuo polarização no espaço exterior para
uma partícula em (2 +1)-dimensional Einstein teoria é investigada. Em
o fraco domínio limitar este corresponde a um campo gravitacional
quadrado inverso direito de atração gravitacional, apesar de a
gravitacional da massa do vácuo quântico é negativo. O paradoxo é
em conta o vazio polarização em seu interior.
Alta energia física - teoricamente, resumo HEP-TH/9312069
De: segui@cc.unizar.es
Date: Thu, 9 DEC 93 13:50 GMT
Um modificada SCHWINGER da fórmula para o Efeito de Casimir, MV Cougo-
PINTO, C.
FARINA, Antonio J. SEGUI-SANTONJA
Depois de analisar brevemente a forma como o (bom tempo) Schwinger da
fórmula
obras para a computação Casimir energia no caso de "escalar
electrodynamics "quando as condições-limite são ditadas por dois
perfeitamente condução placas paralelas separação "um" no
Z-eixo, propomos uma ligeira alteração na abordagem anterior
baseado em um método analítico continuação. Como veremos, para o
caso em apreço a nossa fórmula não necessitam do uso de Poisson somatório
para obter um (renormalized) finita resultado.
Alta energia física - teoricamente, resumo HEP-TH/9401123
De: segui@cc.unizar.es
Date: Tue, 25 JAN 94 21:47 GMT
SCHWINGER do método para o maciço Efeito de Casimir, por MV Cougo-PINTO,
C.
FARINA e A.J. SEGUI-SANTONJA
Não se aplica à enorme campo escalar um método recentemente proposto pela
Schwinger para o cálculo do Efeito de Casimir. O método é aplicado
com dois diferentes regimes de regularização: o original Schwinger
Poisson, através de uma fórmula e um outro por meio de resolver a considerar
a possibilidade de uma partícula de extensão finita, e tendo em
continuação analítica.
Alta energia física - teoricamente, resumo HEP-TH/9405060
Date: Tue, 10 maio 94 17:40:50 JST
A energia finita vácuo para SPINOR, escalar e campos vetoriais, N. SHTYKOV
Nós calcular a um potencial de assinante (o Casimir energia) para escalar,
spinor vetores e os campos em espaços $ \, R ^ m +1) (\, \ vezes \, Y com US
$
$ \, Y = \, S ^ N \,, CP ^ 2 $. Tal como um modelo físico que consideramos
spinor
electrodynamics em quatro dimensões produto colectores. Nós examinar
o cancelamento de parte de uma divergência sobre a energia Casimir
- dimensional espaços até mesmo por meio da inclusão do parâmetro $ \, M,
em US $
ação original. Para alguns modelos que comparar os nossos resultados com os
encontrados na literatura.
Alta energia física - teoricamente, resumo HEP-TH/9408172
De: LFORD@PEARL.TUFTS.EDU
Date: Tue, 30 Ago 1994 16:45:05 -0400 (EDT)
DECOHERENCE e flutuações de vácuo, LH Ford, tufos universidade
quantizadas engate para o campo electromagnético. As amplitudes de
a ingerência maxima são alterados por um factor que depende de uma
linha dupla integrante do fotão de dois pontos em torno da função
fechado o caminho de elétrons. O padrão é sensível interferência
às mudanças no vácuo flutuações nas regiões a partir do qual a
elétrons são excluídos. Assim, o efeito combina aspectos de ambos
o Casimir e os efeitos Aharonov-Bohm. O acoplamento com o
quantizadas campo eletromagnético tende a diminuir a amplitude de
a ingerência oscilações e, portanto, é uma forma de decoherence.
As contribuições devidas ao fotão ea emissão de vácuo flutuações
Podem ser identificados separadamente. É de esperar que fotão
conduz a emissão decoherence, na medida em que pode revelar que um
caminho
elétron leva. É menos óbvio que as flutuações de vácuo também pode
causar decoherence. O que é directamente observável é uma mudança na
flutuações devidas, por exemplo, com a presença de uma condução
placa. No caso dos elétrons em movimento paralelo com a realização
limites, a decohering influência dominante é de que o vazio
flutuações. A mudança de amplitudes pode ser a interferência do
ordem de alguns por cento, de forma experimental verificação do efeito
pode ser possível. A possibilidade de utilizar este efeito para a sonda
interior da matéria, por exemplo, para determinar a condutividade elétrica
por meio de uma vareta de elétrons cerco que é discutido.
(Apresentado na Conferência sobre Problemas Fundamentais na Quantum
Teoria da Universidade de Maryland, Baltimore County, 18-22 junho, 1994.)
De: Shtykov Nikolay O padrão de interferência coerente elétrons é efectuada
por
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9410043
PHYS. REV. D 51, 4277 (1995).
DE: FORD@TUHEP.PHY.TUFTS.EDU
Média energia quântica condições e as desigualdades, e de LH FORD
THOMAS A. ROMAN
As ligações são detectadas entre a média fraco (AWEC) e
média nula (ANEC) energia condições de desigualdade e de quantum
restrições em matéria de energias negativas para a livre massless escalar
campos. Em
uma bidimensional compactified Minkowski universo, nós sacam
covariante quantum desigualdade de tipo vinculados a diferença entre o
estadual e no vácuo Casimir estado. A partir desta vinculado, é mostrado
que a diferença de expectativa e de valores também obedece AWEC
ANEC-tipo integrante condições. Em contrapartida, é bem sabido que
o stress tensor no vácuo Casimir estado sozinho satisfaz
quantum nem as desigualdades nem condições média energia. Tal
diferença desigualdades representam limites sobre o grau de energia
condição violação que é permitido acima de qualquer violação devido
a energia negativa densidades em um fundo estatal de vácuo. Em nosso
simples modelo bidimensional, eles fornecem fisicamente interessante
exemplos de novas restrições para as energias negativas que possuem mesmo
quando
AWEC o habitual, ANEC, e quantum desigualdade restrições falhar. Em
quando o limite do tamanho do espaço é permitido para ir até ao infinito,
nós derivar quantum das desigualdades e para a timelike nulo geodésicas
que, nos limites adequados, reduzir a AWEC e ANEC em ordinárias
bidimensional Minkowski spacetime. Nós também obter um quantum
vinculados a desigualdade em densidade energética visto por um observador
inercial
em quatro dimensões Minkowski spacetime. O que implica que qualquer
vinculados
inercial observador nos planos spacetime não podem ver um grande
arbitrariamente
negativas densidade energética, que tem a duração de um longo período
arbitrariamente
do tempo.
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9411053
De: "Haret Rosu"
Data: 20 Nov 94 21:15:00 CST
Sobre a atribuição de espectros de frequência vácuo quântico efeitos,
Autor: C. Haret Rosu, Relatório: IFUG-25/94,
Eu discutir, em uma forma introdutória, ou seja, sob a forma de comentários
disponível em referências, o problema de alocação de frequências espectros
tais como fundamental para efeitos Casimir, Hawking, Unruh, e
apertar efeitos. Isso pode ajudar a esclarecer as suas diferenças
bem como as suas semelhanças.
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9411056
De: ulvi@tapir.Caltech.EDU (Ulvi Yurtsever) Data: Sex, 28 Oct 1994 20:33 EST
expectativa valores da densidade energética, em uma arbitrariedade quantum
Data: Seg, 21 Nov 94 15:56:11 -0800
A média nulo energia eo estado de diferença, as desigualdades no quantum
campo teoria, por: Ulvi Yurtsever
Recentemente, Larry Ford e Tom romana, descobriram que, em
um espaço plana cilíndrica, embora o stress tensor de energia própria
deixa de satisfazer a condição da energia média nulo (ANEC) ao longo da
(não-achronal) geodésicas nulo, quando o `` Casimir-vácuo "
contribuição é subtraída da energia-o stress resultante
tensor não satisfaça as ANEC desigualdade. Ford e este nome romano
classe de restrições sobre o quantum stress tensor de energia
`` diferença desigualdades. "Aqui eu dar uma prova da diferença
para uma desigualdade minimamente acoplado em um campo escalar massless
arbitrária bidimensional spacetime, utilizando as mesmas técnicas como
aqueles que confiaram em provar a ANEC, em um papel mais cedo com Robert
Wald. Começo com uma visão geral das condições em média energia
teoria quântica campo.
A física quântica, resumo QUANT-PH/9502024
De: MANKO@napoli.infn.it
Data: Seg, 27 Fev 1995 16:32:21 +0200 (CET)
Funções de Distribuição Partical deformação devido à não-linearidade, e Q -
Nonstationary Efeito de Casimir, autor: VI Man'ko
As formas geométricas fase é mostrado para ser integrante do movimento.
Deformação
partícula função de distribuição correspondente a nonstationary
Efeito de Casimir é expresso em termos de multivariável Hermite
polinômios. Correção de distribuição devido a Planck
q - não-linearidade é discutido.
A física quântica, resumo QUANT-PH/9503001
De: ONOFRIO% 38619.hepnet @ Csa4.LBL.Gov
Data: Qua, 1 Mar 95 08:23:43 PST
A detecção Casimir forças através de um transdutor eletromecânico
tunelamento
Autores: Roberto ONOFRIO, Giovanni Carugno
Propomos a tunelamento eletromecânica uso de um transdutor para
dinamically detectar Casimir forças entre duas superfícies condução.
A distância máxima para a qual Casimir forças deverão ser detectável
com o nosso método é de cerca de US $ 1 \ mu $ m, enquanto o limite inferior
é dado
com a capacidade de abordar as superfícies. Esta técnica deve
autorização para estudar forças gravitacionais sobre o mesmo intervalo de
distâncias,
bem como o vazio muito baixo atrito desde que dissipação
ressonadores mecânicos são utilizados.
Matéria condensada teoria, resumo COND-MAT/9505023
De: moraes@guinness.ias.edu (Fernando Moraes)
Efeito de Casimir em torno disclinations Data: Sex, 5 maio 95 09:35:57 EDT
Autor: Fernando Moraes (Instituto de Estudos Avançados de Princeton)
Esta comunicação diz respeito à estrutura do electromagnética
disclinated vácuo quântico em um isolador. Mostra-se que uma
não nulo vácuo densidade energética aparece quando a simetria rotacional
isolante de um contínuo elástico médio é interrompido por um
disclination. Uma manifestação explícita é dada por este Casimir
densidade energética, em termos do parâmetro que descreve o
disclination.
Matéria condensada teoria, resumo COND-MAT/9505108
De: moraes@guinness.ias.edu (Fernando Moraes)
Date: Tue, 23 maio 95 17:12:35 EDT
Melhoramento do momento magnético do elétron devido a um defeito
topológico
Autor: Fernando Moraes (Instituto de Estudos Avançados de Princeton)
No âmbito da teoria dos defeitos / tridimensional
gravitação, que é obtido de forma positiva para a correção magnética
momento do elétron vinculado a um disclination em um dielétrico
sólido.
A física quântica, resumo QUANT-PH/9506005
De: Marc JAEKEL
Data: Qua, 7 Jun 1995 16:30:40 +0200
Mecânica quântica efeitos da radiação pressão flutuações
Autores: Marc-Thierry Jaekel (Laboratoire de physique Th \ 'de eorique
l'Ecole Normale Sup \ 'erieure), Serge Reynaud (Laboratoire Kastler-Brossel)
Tal como revelado pelo espaço-tempo sonda, mecânica e de campo teoria vir
as descrições de moções como complementares no espaço-tempo. Em
especial, quantum campos exercer uma pressão sobre a radiação scatterers
o que resulta em efeitos mecânicos que persistem no vácuo. Eles
significa incluir forças quantum devido a flutuações campo, como Casimir
forças, mas também as oscilações destas forças adicionais e de forças
ligada ao movimento. Tal como na teoria clássica de elétrons, um movimento
scatterer é submetido a uma radiação reação força que modifica
motional sua resposta a uma força aplicada. Nós brevemente o inquérito
efeitos de mecânica quântica campo e discutir as flutuações
consequências para a estabilidade de marcha em vazio e para a posição
flutuações.
A física quântica, resumo QUANT-PH/9506006
De: Marc JAEKEL
Data: Qua, 7 Jun 1995 16:58:17 +0200
Quantum flutuações ea inércia
Autores: Marc-Thierry Jaekel (Laboratoire de physique Th \ 'de eorique
l'Ecole Normale Sup \ 'erieure), Serge Reynaud (Laboratoire Kastler-Brossel)
Vácuo campo flutuações exercer uma pressão que induz a radiação
efeitos mecânicos em scatterers. A questão surge naturalmente
se o vácuo flutuações de energia dá origem a inércia e
gravitação de acordo com os princípios gerais da mecânica.
Quanto a uma nova abordagem a esta questão, estamos a discutir mecânica
efeitos das flutuações quânticas em campo dois espelhos um edifício
Fabry-Perot cavidade. Nós primeiro colocado em evidência que a energia
relacionadas com a Casimir forças é uma energia armazenada no campo
flutuações
como resultado do espalhamento tempo atrasos. Em seguida, discutir as forças
sentida pelos espelhos quando se deslocam dentro de campo vazio flutuações,
e mostrar que a energia armazenada no vácuo contribuem para as flutuações
inércia, em conformidade com a lei da inércia da energia. Tal como um
outra consequência, massas inercial exibem flutuações quânticas
a característica espectros no vácuo.
A física quântica, resumo QUANT-PH/9506023
De: claudia@cromwell.physics.uiuc.edu (Claudia Eberlein C)
Date: Thu, 15 Jun 95 11:13:57 -0500
Sonoluminescência as radiações vácuo quântico
Autor: Claudia Eberlein (Departamento de Física, UIUC, Urbana, IL)
Sonoluminescência é explicado em termos de quantum por radiação
interfaces de comunicação social que se deslocam entre diferentes
polarizability. Pode -
ser considerado como uma dinâmica Efeito de Casimir, no sentido de que se
trata de uma
consequência do desequilíbrio das flutuações de ponto zero da
campo electromagnético durante o não-inercial moção de uma fronteira.
A transição amplitude a partir do vácuo em um estado é de dois fótons
calculado em um Hamiltonian formalismo e gira para fora para ser regulada
pela transição matriz-elemento de pressão da radiação.
Expressões para a densidade espectral eo total de energia irradiada
são dadas.
Alta energia física - teoricamente, resumo HEP-TH/9508086
De: eli@ecm.ub.es (Emili Elizalde)
Data: Sex, 18 Ago 1995 10:14:50 +0200
Uma definição precisa de energia Casimir, Autores: K. Kirsten, E. Elizalde
A definição de algum modo arbitrário a energia correspondente Casimir
para um sistema quântico em um $ d $-dimensional ultrastatic spacetime
--- profusamente utilizado nos últimos anos --- que tem sido critized
às vezes para a adopção de uma boa argumentação, sem a mínima
subtração regime, é indicado para ser completamente equivalente à
steming naturalmente a partir da definição do conceito funcional
determinante através da função zeta de prescrição. Isso é feito por
considerando a teoria a temperatura finita e então por definir
Casimir a energia como a sua energia no limite T $ \ $ a 0. O
ambiguidade do coeficiente $ C_ (d / 2) $ é entendido como um resultado
das necessárias renormalização da energia livre do sistema.
Como exemplo, a energia Casimir o que corresponde a uma gerais
$ (1 +2) $-dimensional toroidal com spacetime espacial geometria plana,
parametrized pelo correspondente Teichm \ "uller parâmetros, e as suas
precisos dependência destes parâmetros é obtido sob a forma de
uma função analítica.
-------------------------------------------------- ----------------------
Ernest G. Cullwick. Em seu livro "Electromagnetismo e Relatividade",
publicado em 1957, foi um dos primeiros a apresentar uma análise de
acoplamento entre as prováveis EM inercial e campos. Cullwick
perceberam que Equações de Maxwell ea maior parte das teorias existentes
electrodynamics assumir que a massa de um elétron é zero. Em
Maxwell's tempo esta foi uma hipótese razoável. Mas é assim
conhecidas hoje que os elétrons têm massa e, por conseguinte, um inercial
momemtum está sempre associada a uma corrente elétrica. Cullwick
Sugere que a sua análise em termos de engate entre EM e inércia
pode ser muito pequena, mas provavelmente iria aparecer algures no futuro
à medida que vá para a corrente mais altas densidades. E ele foi um dos
primeiros
cientistas a prever alguns dos efeitos estranho que possa agora visto
com supercondutores. Cullwick também foi um dos primeiros a identificar
e tentar uma análise dos paradoxos e invulgar relativistic
Efeitos que ocorrem em um campo EM rotativa. Sua obra continua de pé
hoje como um dos únicos existentes esforços no sentido de considerar o
problema
EM rotativa de um campo.
AUTOR: Cullwick, E. G. (Geoffrey Ernest), 1903 --
TÍTULO: Electromagnetismo e relatividade: com especial referência
à passagem dos meios de comunicação e indução eletromagnética / por EG
Cullwick.
EDIÇÃO 2d ed.
Publ.: New York: J. Wiley,
DATA: 1959 (2 ª Edição)
ASSUNTO: Teoria Eletromagnética, Relatividade (Física)
AUTOR: Cullwick, E. G. (Geoffrey Ernest), 1903 --
TÍTULO: Os fundamentos da electro-magnetismo por EG Cullwick.
EDIÇÃO 3 ª ed.
Publ.: Londres, Cambridge U.P.,
DATA: 1966 (3 ª edição)
ASSUNTO: Electromagnetismo
AUTOR: Cullwick, E. G. (Geoffrey Ernest), 1903 --
TÍTULO: Os fundamentos da electro-magnetismo; para uma reafirmação
estudantes de engenharia e outros físicos e teóricos
em conformidade com os princípios científicos pensamento moderno,
E. por Geoffrey Cullwick ... Com um apêndice e numerosos
exemplos sobre o recentemente adoptado M.K.S. sistema de prática
unidades ...
Publ.: New York, The Macmillan empresa; Cambridge, Eng., A
University Press,
ASSUNTO: Electromagnetismo
-------------------------------------------------- -------------------------
Se você trabalhar com a métrica para EM ondas que circulam em uma
cavidade, obtém
alguns resultados estranhos. Há um debate preliminar deste efeito
no artigo por Houshang Ardavan, 'gravitacional de Ondas
Ondas eletromagnéticas ", no livro" Clássica Relatividade Geral, "
editado por W.B. Bonner, I.N. Islão e M.A.H. MacCollum (Cambridge Univ.
Press, 1984).
É algo que eu já vi fazer. No ponto em uma cavidade anulares
mostra-se na métrica derivada do sistema que se parece com uma fonte
EM na região da cavidade. Então, você obtém uma solução que contradiz
a hipótese de que foram para a construção da solução. Você ganha alguma
coisa
que é, possivelmente unphysical. Agora equação de Einstein e os associados
geometria é bastante complicado e é fácil de obter unphysical soluções.
razoabilidade físico ea auto consistancy (estas são praticamente as mesmas
mas termina com um auto-consistancy problema que parece ser unphysical.
Além disso, Teorema de Cauchy não se aplica ao presente caso, uma vez que
ela se torna uma
tipo misto problema (elípticas e hiperbólicas PDEs), de modo a Hawking
singularidade teoremas não se aplicam a priori. É uma coisa muito
interessantes, mas a publicá-lo para fora com a levaria a ser scoffed
um monte de trabalho e, eventualmente, inventar alguma nova matemática.
-- Jim McClune, da Universidade de Missouri
-------------------------------------------------- -----------------------
Rotativa campos em Relatividade Geral, pelo Islão, JN
Começa com uma breve introdução aos aspectos relevantes de carácter geral
relatividade. Esta é seguida por uma análise detalhada da derivação
A Kerr e Tomimatsu-Sato formas de rotação do interior e
exteriores soluções equações de Einstein são, então, a considerar.
Assunto: Física
1985 6 X 9 122 pp. 4 diagramas
Hardback 0-521-26082-5 $ 47,95 (£ 7,99)
-------------------------------------------------- ------------------------
> Se um campo EM rodada é algo extremamente rápido, não deveriam todos
> assunto seja repelida a partir do seu centro? - kgo. DATA: 1939 quando a
velocidade fase vai de menos de c a maior que c, um termo prazo. Por outro
lado você tem assumido que a métrica é fonte livre A última arbitors de saber
se uma solução é satisfatória ou não é coisa). A cavidade problema parece
muito razoável fisicamente inicialmente, Wehl-Lewis-Papapetrou a forma de
estacionamento axialmente simétricas métrica.
Qual a rapidez que você gostaria que fosse rodado? É bastante simples de
construir um sistema
EM vagas rotativas para produzir qualquer que seja a velocidade rotacional em
que você deseja
alimentando um par de broadside dipolo arrays com quatrature faseada ondas.
É bastante simples de se construir um sistema que teria uma rotação
velocidade de C dentro do campo uniforme área. Também pode ser
relativamente fácil
para fazer isso com uma bobina Hemholtz arranjo tão bem, mas o arranjo
broadside
Será muito mais fácil de fazer a facilidade engineerable frequências.
Alguns paradoxos realmente interessantes acontecem quando a frequência
rotacional
é alto o suficiente de modo a que a velocidade rotacional ultrapassa C dentro
do uniforme
domínio da área de arrays ou dentro do hemholtz bobinas.
-- Robert Shannon
-------------------------------------------------- -----------------------
Ehrenfest Paradox (Ehrenfest, 1909) --
A especial relativistic "paradoxo" que envolve uma rápida rotação
disco. Uma vez que nenhum segmento radial do disco é perpendicular ao
a direção do movimento, não deve haver qualquer comprimento contração
do rádio, no entanto, uma vez que a circunferência do disco é
paralela à direção do movimento, deve-contrato.
Pergunta - por Kung Lo (outubro 1995):
Pegue um disco rígido de raio R e spin-la até à velocidade angular. Como
vistas por um observador S que está em repouso no centro do disco, o
R raio é ainda, mas a circunferência é contratado pela Lorentz
efeito. Como é isto possível?
Mais fisicamente, se for fixado um anel exterior é apenas a fiação
disco colocado e com marcadores igualmente espaçados sobre a borda do disco
e
sobre o anel fixo, eu sei que a simetria, quando um marcador no disco
está alinhado com um marcador no anel, todos os pares de marcadores devem
ser
alinhados. Isto contradiz o facto de que, para o observador S, a distância
entre as sucessivas marcadores no disco é reduzida pelo Lorentz
factor.
Resposta - fornecidas por David Djajaputra (novembro de 1995):
Parece que o disco giratório paradoxo (que viria a revelar-se Ehrenfest's
paradoxo) tem sido extensivamente analisado por muitas pessoas (inclusive
Einstein
ele próprio, que desenvolveu relatividade geral para responder a este
problema, como um
autor especula ...). Isso eu achei de um belo papel:
O. Gron, "Relativistic descrição de um disco giratório"
Am. J. Phys. V43, 869 (1975), e todas as referências aí.
A frase-chave na Gron do papel está no final da Secção IV:
"Por definição rígida Nasceu um movimento de um corpo deixa inalterada
lenghts,
quando medido no corpo da boa moldura. (...) Um movimento rígido Nascido
não é uma propriedade do material do corpo, mas o resultado de uma
específica
programa de forças concebidas para definir o corpo em movimento, sem
introduzindo salienta. (...) A transição do disco a partir de descanso
movimento rotacional, ao mesmo tempo que satisfaz Nascida da definição de
rigidez,
cinemática é uma impossibilidade "
Com este cinemática e R é o raio da circunferência como é
medido pelo observador S (lab frame), mas pilotando um observador no disco
R irá medir a distância para o centro e uma distância ao redor do
circunferência (ele pode fazer essa medição por andar em torno da
vagarosamente
girando o disco com uma fita metros). Isto é consistente com a habitual
Lorentz contração. O ponto é que este não é um rígido Nascido
motion. Há muito mais em Gron do papel.
-- Vittorio Celli
-------------------------------------------------- ----------------------
Vários chave pharases manter-se relativamente popping rotativa campos,
poderoso
campos magnéticos pulsantes, e de 90 graus cross-campo fase turnos.
Por exemplo, Preston Nicholes descreve um dispositivo conhecido como um
Delta T
Montauk antena na série de livros. A Delta T antena é descrito
como uma estrutura piramidal, mas permite que apenas tomará dois loops
quadrados, colocada em
90 graus uns aos outros, e de alimentos para estes dois loops com um sinal RF,
também com um desfasamento 90 graus, nós iremos produzir uma rotação
magnética
dentro do campo loops (estes sons partilham um ponto comum center, e
cada circuito é um avião em 90 graus a partir do outro)
A velocidade de rotação do campo magnético é uma função direta do
frequancy de aplicar o sinal RF. No centro da antena, o
velocidade rotacional é zero, mas, como você mudar-se a partir do centro, e
aumenta a velocidade rotacional. A certa distância do centro atingiria
a velocidade da luz, dependente do frequancy utilizados.
Poderíamos imaginar que a velocidade de rotação esta magnético rotativo
campo poderá atingir a velocidade da luz no interior da estrutura própria
antena
se poderia ser encontrada uma forma de tornar a antena muito maior do que
um normalmente
ressonante antena para que a mesma seria frequancy. Em várias centenas
megahertz, a dois metros quadrados por lado teria um loop rotacional
bem em excesso de velocidade a velocidade da luz no interior da estrutura
antena
em si.
Que efeitos haveria, na fronteira onde a velocidade rotacional
alcançado e, em seguida, ultrapassou a velocidade da luz. Como poderiam os
magnéticos
campo até mesmo propagar para o centro da antena estrutura que fosse
têm de avançar mais rapidamente do que luz para chegar a esse espaço? Se
hemholtz bobinas
Foram utilizados em vez de loops, a intensidade do campo magnético seria
uniforme
no interior da estrutura, como poderia a intensidade do campo ser uniforme, se
existir
Não o tempo suficiente para o campo para propagar através do espaço interior
a estrutura propriamente dita?
Tal poderia gerar um efeito realmente um wormhole como fenômenos, a
energia
níveis muito inferiores que estrelas de neutrões e tal? Tal como o mecanismo
causal,
o campo magnético, está em roation, este seria descrever um worm traversable
buraco como tem sido postulada em relação à rotação buracos negros?
-- Robert Shannon
-------------------------------------------------- ------------------------
Aono, Osamu, 1937 --
Rotação de um campo magnético / Osamu Aono e Ryo Sugihara. Nagoya,
Japão:
Instituto de Física de Plasma, Nagoya University, 1986. P. 6 ; 30 cm.
LC Call Number: QC717.6. N35 não. 792 (suplente CLASSE QC754.2.M3)
TEMAS: campos magnéticos. Electrodynamics.
Relatório de Investigação (Nagoya Daigaku. Purazumu Kenkyujo); IPPJ-792.
-------------------------------------------------- ------------------------
Permitam-me que esta claro até um pouco, as duas bobinas estão agindo como
já antenne,
produzindo a girar em campo vetorial sumnation do radiada quatrature
faseada EM ondas. Os loops seria conduzido a operar como elementos de
cúbica de um antenne, e não como bobinas como tal.
Se preferir, substitua as duas loop antenne com um par de atravessado
dipoles a 90 graus, isso também irá produzir o campo rotativo, mas
o centro será ocupado pelo dipoles em vez de ser aberta como a
antenne de loop usando conjuntos de broadside arrays. Note que este não é
a mesma que a velocidade rotacional c chegar no interior do "campo uniforme"
área, como descrito anteriormente. É uma ferramenta simples para o
understsand
geração de rotação do campo e da relação entre aplicadas
frequência e as consequentes roational velocidade.
Ao invés de loop elementos, na prática, você pode usar uma variedade de
faseada
dipolo elementos que produz uma onda constante fase avião, e não ao
contrário de uma
hemholtz par de bobinas produzido um campo uniforme no interior da bobina
fixa. Quatro
destes "broadside arrays" seria a partir de quatro faces de um cubo, no interior
de
o que você poderia induzir a rápida rotação dos campos de radiação EM ondas.
Em todos os casos, os elementos são conduzidos lauching EM ondas uma c.
Apenas o
vetor soma dos dois (de quatro) quatrature campos está em rotação, o qual
leva-nos a voltar à questão do que acontece como a velocidade rotacional
da soma destes campos EM atinge c dentro do campo gerador, e
Não há tempo suficiente para os campos de propagar em todo o VR = c
fronteira?
Este é o ponto onde dois diferentes physists tentaram levar-me listas
pendentes
o jardim caminho do "vermelho deslocado campos magnéticos". Não tenho
certeza que estou pronto
para comprar esse conceito pouco ainda.
-- Robert Shannon
-------------------------------------------------- -------------------------
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9601034
De: Tevian Dray
Data: Seg, 22 Jan 1996 10:57:03 PST
A rotação de vácuo quântico
Autor (es): Paul CW Davies, Tevian Dray, Corinne A. Manogue
Relatório-no: ADP 95-43/M36 (Universidade de Adelaide)
Nós derivar condições de rotação partícula detectores de responder em uma
variedade de spacetimes delimitadas e comparar os resultados com os
folclore partícula detectores que não respondem, no estado de vácuo
adequadas à sua resolução. Aplicações envolvendo possíveis
as violações da segunda lei da termodinâmica são brevemente
abordadas.
-------------------------------------------------- -------------------------
diferente quando a freqüência de condução é tão elevado que o campo linhas
perto deles tentam ultrapassar a velocidade da luz. Em baixas freqüências as
bobinas
criar um campo magnético rotativo. Em altas freqüências de rádio que enviam
para fora
vagas rotativas ter um campo vetorial (circularly ondas polarizadas, em outras
palavras.) dentro do volume de bobinas a rodar ainda os campos, pelo menos
até que a freqüência é levantada tão elevados que são muitas as bobinas
wavelengths
através de. Ao longo destas freqüências nos campos do centro da atravessado
bobinas-se-ia de forma complexa, talvez algum tipo de entidade espiral.
(O que é interessante, porque a frequências muito elevadas, haveria uma
"hot spot" no centro exacto do atravessada bobinas.)
-- Robert Shannon
-------------------------------------------------- -----------------------
Similar ao tema: ninguém nunca ouviram falar do "CFA antena" retalho no
Reino Unido?
CFA é para "cruzaram-campo antena." Havia um monte de artigos e
British engenharia mag. O CFA-crentes se tivessem descoberto um
forma de fazer 1-pé antenas que foram eficientes em 100 metros de
comprimentos de onda.
A chave para o CFA foi a de criar o e-e b-campos separadamente: alimentos
para ambos
uma bobina de ciclo e um par de capacitor-esferas separadas com alta corrente
e
sinais de alta tensão, respectivamente, orientar-los para produzir um 90deg
broadside vaga, com a mudança das fases L / C redes para formar o bom EMR
onda (90? zero?) e, em seguida, obter uma poderosa EM emissão de uma
minúscula antena. Havia uma grande quantidade de argumentos e nomechamando
ao longo desta, todas as feito em slow-motion ao longo de muitos meses de
letras no
letras-para-o-editor coluna. Em seguida, ele simplesmente desapareceu. Ou a
pró-CFA
secundários não podia provar que ele trabalhou, ou ninguém acreditava que fez
a prova
encontrar.
-- William Beaty
-------------------------------------------------- ------------------------
E alguns comentários sobre rotativa EM campos pelo Dr. Dennis em Cravens
um relatório intitulado "Electric Propulsion Study", feito para o Astronáutica
Laboratório em Edwards AFB. Agosto de 1990. Dennis foi anteriormente com
Cravens
SAIC Corp, e agora está trabalhando com CETI no desenvolvimento de frio
também eu estou dizendo que atravessaram um par de bobinas terá início
comportar cartas ao editor, em EWW ", Electrónica e Wireless World", o
fusão. De qualquer forma, aqui estão algumas coisas que ele diz na propulsão
elétrica
relatório sobre as "especificidades" de um ímã rotativo:
Rotatividade dos ímãs - Há um debate contínuo em física como a
a realidade do campo magnético. A questão principal é saber se a
axial campo magnético de uma barra de ímã gira ou com o ímã é
estacionárias. O gerador homopolar Faraday remonta ao 1830s.
DePalma, Tewari, e outros têm tentado utilizar a Faraday
gerador de produzir mais energia do que necessário para executá-lo. A maior
parte dos objectivos
Comentários do trabalho têm, no entanto, não conseguiu ver esses efeitos.
É duvidoso que esses créditos serão validados e independentemente
ainda mais duvidoso que eles levem diretamente a um sistema de propulsão.
No entanto, os trabalhos sobre homopolar geradores atuais dispositivos é tão
elevada
razoáveis e podem ser úteis para usos terreno. O momentum angular
Complicações regra parece que o sistema fora de qualquer prática espaço
aplicações.
SEARL EFEITO - Searl O efeito é uma questão separada homopolar
gerador acima. Searl já custou a produzir discos por levitação
ímãs rápida rotação. Tem havido alegações de anti-gravidade,
alto campos eléctricos, perpétuo movimento, inercial perda, e de gás
ionização. Todas essas reivindicações vêm de Searl ou os seus apoiantes
do seu trabalho e não fora testemunhas estão disponíveis. Searl não tem
forneceu quaisquer dados técnicos ou específicos do funcionamento de qualquer
facilmente referendada fonte. Não é recomendável que o seu trabalho ser
experimentalmente seguido pela USAF. Vale a pena notar no entanto,
girar um ímã que tem alguns definitivos theorectical
peculiaridades.
Através dos anos tem havido muitos desenvolvimentos interessantes
relativo ao Faraday Homopolar gerador. DePalma tem reclamado
para obter mais energia do que está fora fornecido à do gerador.
máquina nunca tenha sido feita auto condução. A razão subjacente
que tais alegações é que continuam a superfície magnética rotativas
campos são extremamente difíceis de tratar dentro teorias existentes.
Isto porque para uma moldura rotativa há uma distância (removidas
a partir do eixo), que está a viajar a velocidades superiores
C. Embora a distância não é real dentro de qualquer objecto físico,
que ele existe dentro da matemática desenvolvimento grandemente
complica qualquer cálculos.
DePalma BE, "Electro-dispositivo mecânico para a ampliação da
Potência eléctrica ", The New Age Science Magazine, n º 7, 1980 Nenhuma das
reivindicações parecem resistir a um exame cuidadoso e não
Tewari P., "Geração de energia eléctrica a partir de vácuo absoluto
pela alta velocidade de rotação do cilindro Conduzir magnético ", Tech. Rep.
Departamento de Energia Atómica, Bombaim Índia, 1985
Searl, JRR, British provisório de patentes especificação # 57578, 1970
-------------------------------------------------- -------------------
Estes artigos são indicativos de estudos de ondas EM e rotativas
órgãos. Parece que quando passam por ondas EM rotativas
dielétricos incomum alguns efeitos são previsíveis. Isto pode levar
a algumas interessantes futura tecnologia.
-- Dr. Dennis Cravens
"Algumas observações sobre scattering por um Rotação dielétricas Cilindro",
D. Schreiber, EM Oficial da Waves e Aplicações, Vol. 2 No2 1988
"Órgãos e Electrodynamics girando em um Rotação Referência Frame",
I.B. Zeldovich e L.V. Rozhavskii, Radiofizka Vol 29 n º 9, 1986
-------------------------------------------------- ----------------------
Aqui está uma notícia interessante breve Infinito de Energia revista,
Julho / agosto de 1995, Dr Eugene Mallove - editor. (603) -228-4516
Uma bomba papel acaba de ser publicado no American Journal
de Física, Vol. 63 n º 8, agosto de 1995, páginas 694-705, "Maxwell's
Equações de uma Rotação Médio: Existe um problema? "Por Gerald
N. Pellegrini e Arthur R. Swift (o último do Departamento de
Física e Astronomia da Universidade de Massachusetts, Amherst MA) "
O papel é um desafio directo a relatividade restrita. Ele prove
Wilson, que foi utilizado para verificar a previsão de que a relatividade
"um movimento magnético desenvolve um dipolo elétrico dipolo momento."
A conclusão é que o papel da relatividade restrita NÃO
Concordo com essa experiência - e ninguém jamais contestou a
qualidade da experiência.
Infinite Energy Peregrinni disse que ele acredita que tudo
relatividade, bem como as equações de Maxwell de descritores
EM radiação estão agora posta em causa.
-------------------------------------------------- -------------------
A origem do Projeto Montauk remonta a 1943 quando radar
invisibilidade estava a ser pesquisado, a bordo do USS Eldridge. Tal como o
Eldridge estava estacionado na Filadélfia Navy Yard, os eventos
relativo ao navio tem sido comumente referido como o "Filadélfia
Experiência. "O objetivo deste trabalho foi o de fazer um navio de duas coisas
sobre um clássico experimento de 1913 e de Wilson
indetectáveis de radar e ao mesmo tempo que foi conseguido, houve um total
drástico e inesperado efeito colateral. O navio se tornou invisível para o
olho nu e foi removido de tempo e de espaço como o conhecemos. Ela passou
em 10-dimensional hiper-espaço. Para mais informações sobre esta, leia a
livro chamado "Hyperspace" pelo Dr. Michio Kaku.
Um filme chamado "O Experimento Filadélfia" foi feita, mas atrasou
por dois anos como o Pentágono foi capaz de travar a sua libertação.
Depois da guerra, a investigação continuou sob a tutela do Dr. John Von
Neumann que tinha dirigido aos aspectos técnicos da Phily Experiment.
Uma enorme factor humano estudo foi igualmente iniciado em Brookhaven
National
Labs em Long Island, Nova York - conhecido como o Projeto Phoenix.
O Projeto Montauk culminou em 12 de agosto de 1983. Uma vez completo
soprado
portal foi plenamente funcional, mas eram coisas fora de controle e as
projeto foi deixado de funcionar. Um vídeo não autorizado foi amplamente
divulgado
relativamente a essa história e de várias palestras tem sido dada sobre a
Montauk
Projecto. Uma ciência relatados para o New York Times começou a
projeto, mas tacked desativado quando descobriu a sua surpresa pelo facto de
a
Três livros foram liberados pelo Preston Nichols, que foi envolvido em
o Projeto, e Peter Moon. Eles são
1) O Projeto Montauk: Experiências em Tempo - 1992
2) Montauk Revisited: Aventuras em sincronia - 1994
3) Pirâmides de Montauk explorações em Consciência-1995
Este ano, 1996, o próximo livro será apagado eo título de propriedade
ser "Montauk reconciliada"
-- Richard Frager
-------------------------------------------------- ----------------------
Alta energia física - fenomenologia, resumo HEP-PH/9412234
De: Michael Martin Nieto 505-667-6127
Data: Seg, 5 Dez 94 09:52:27 -0700
Teóricos motivação para a gravitação experiências em ultra-baixo consumo de
energia
ANTIPROTONS e ANTIHYDROGEN
Autores: Michael Martin Nieto, T. Goldman, John D. Anderson, Eunice
L. Lau, J. Perez-Mercader
Comentários: Escrito versão do convidado contribuição para LEAP'94: Terceira
Conferência sobre a Bienal de baixo consumo energético antipróton Física.
Sabemos que as teorias geralmente aceite de gravidade e de quantum
mecânicos são fundamentalmente incompatíveis. Assim, quando tentamos
combinar estas teorias, é preciso cuidado com perigos físicos. Modern
teoria quântica da gravidade estão a tentar superar estes problemas.
Todas as idéias devem confrontar com o presente acordo geral
relatividade, mas ainda ser livres para perguntar sobre a não entendida
fenómenos, como a matéria escura o problema e anómala
nave espacial dados que nós anunciamos aqui. Isso tudo levou alguns Montauk
Project era verdade real.
`` intrépida "teóricos para considerar um novo regime gravitacional, que
de antimatéria. `` Ainda mais ousada "experimentalists estão tentando,
ou considerar tentativa, a medição da gravitacional
antimatéria em vigor, incluindo as de baixo consumo energético e antiprotons,
talvez
mais atraentes, antihydrogen.
Alta energia física - experimento, resumo HEP-EX/9412018
De: PHILLIPS@hep.phy.duke.edu
Data: Sex, 30 Dez 1994 16:03:31 -0500 (EST)
Diretamente uma técnica para a medição da aceleração gravitacional
Antihydrogen, por: Thomas J. Phillips, Duke University Durham
Comentários: Escrito versão do convidado contribuição para LEAP'94:
Terceira conferência bienal sobre antipróton de baixa energia física.
A força gravitacional a antimatéria nunca foi diretamente
medido. Um método é sugerido para medir a aceleração da
antimatéria $ (\ sobrescrito g) $ pela medição da deformação de uma viga de
antihydrogen átomos neutros no campo gravitacional da Terra. Enquanto
uma simples medição posição do feixe poderia ser utilizado, mais uma
eficiente medição pode ser feita através de uma transmissão
interferómetro. A 1 \% medição de US $ \ $ g sobrescrito deverá ser
possível a partir de um feixe de cerca de 100000 átomos, com a última
precisão sendo determinada em grande medida pelo número de antihydrogen
átomos que podem ser produzidos. Um método é sugerido para a produção de
uma
antihydrogen feixe adequado para essa experiência.
Alta energia física - fenomenologia, resumo HEP-PH/9509336
De: Michael Martin Nieto 505-667-6127
Date: Tue, 19 Sep 95 14:08:11 -0600
Antimatéria gravidade ea produção Antihydrogen
Autores: Michael H. Holzscheiter, T. Goldman, Michael Martin Nieto
Certas modernas teorias da gravidade predizer que vai cair antimatéria
diferentemente do que na questão do campo gravitacional da Terra. Contudo,
sem provas experimentais da gravidade da antimatéria existir e todas as
conclusões tiradas a partir de experiências em matéria dependem, em algum
nível,
a um modelo específico. Nós temos uma proposta que a medição directa
gravitacional iria comparar o que a aceleração da antiprotons
carregada negativamente íons de hidrogênio. Progressos substanciais no
sentido
o desenvolvimento desta experiência foi alcançado. Com base em nossa
trabalhar uma série de propostas alternativas para medir `` $ $ g "em ambos
os
estado actual da nossa experiência e discutir também as medidas que
seria necessário para produzir antihydrogen em um ambiente
adequadas para medições gravidade.
-------------------------------------------------- ----------------------
Robert oi, tenho uma referência para você. O livro se chama carregada e neutra
antimatéria foram feitas. Estamos a resumir
"Suprimido Invenções e outros Descobrimentos". É uma antologia editada
Jonathon por Eisen. Autores incluem: Dr. Brian O'Leary, Christopher Bird,
Jeanne Manning, Barry Lynes, e outros. Bem como Townsend Brown, o
inventers / médicos (assim como invenções o livro também abrange diversos
tratamentos que tiveram câncer de investigação reprimidas) que são discutidas
incluir Naessons, RifeHoxsey, Gerson, Tesla, Brown, Reich e outros.
O livro cobre a energia livre, várias "unfree" embora diferentes
móbil tecnologias, curas do câncer que tenham trabalhado, mas não vi
aprovação, por parte da AMA, Roswell, face a Marte, e como um deleite para
conspiração buffs, há também vários capítulos sobre a forma como governo
organismos têm reprimidas essas tecnologias, bem como a forma como a AMB
entrou
para ser todos os poderosos no campo da repressão tratamentos alternativos.
O livro é publicado por:
Auckland Institute of Technology Press
Private Bag 92006
Auckland, Nova Zelândia
Não. ISBN 0-9583334-7-5
_______________________________________________________________
_______
Para a prossecução da investigação, consultar as seguintes fontes:
Fer-de-Lance por T.E. Beardon
Tesla Book Company
P.O. Box 121873
Chula Vista, CA 91912 E.U.A.
Leading Edge Research Group
(Leading Edge Jornal # 77 12/94)
P.O. Box 7530 Ste 58
Yelm, Washington 98597 E.U.A.
Nexus Magazine
P.O. Caixa 66
8400 AB Gorredijk
Os Países Baixos
Tel / Fax: 31 - (0) 5133-5567
_______________________________________________________________
______
As informações sobre a lista electrogravitics referência que é de
especial interesse para mim são os Laithwaite Wallace e referências.
Penso que o meu trabalho (Elétrica-dipolo Teoria da Gravitação) explica o que
eles estavam observando e porquê. Aqui estão algumas referências adicionais.
-- Ralph Sansbury
Fischbach, Sudarsky, Szafer, Talmadge, e em Aronson
"Reanalysis do Eotvos Experiment" (Deixe Phys Rev vol 56 p3 6/1/86)
J.H. Pratt e G.B. Airy 1855 Phil Trans v145
Fredrich Zollner, através da Declaração de Gravitação Universal
Estático a acção da electricidade e da importância geral
Leis de Weber's, 1882
Immanuel Velikovsky, sem Gravitação Cosmos, 1964
V. A. Bailey Em 14 de maio de 1960 questão da Natureza
P.M.S. Blackett Em 17 de maio de 1947 questão da Natureza
T. Ouro, em uma posterior emissão (2 de abril de 1949) da Natureza
Henry Wallace E.U. patente número 3 626 605
P.S. Wesson Phys Rev D v23 p1730 (1981)
Sansbury R.N. Engenharia Elétrica Times (12/28/87)
Sansbury R.N. E.U. patente número 4.355.195
Sansbury R.N. Rev. Sci. Instr. (3 / 85)
Bartlett D.F. Rev.Sci. Instr. (10/90)
Peter Graneau, Natureza v295 1982 p311
Weiskopf MC, Carrico, Gould, Lipworth e Stein, Física
Review Letters 1968, vol21 p1645
Coles e Bom, Physical Review 1946 p979
Kaufmann W. p502 no Mundo do átomo por H. Bourse Motz e L.
W. J. Duffin, eletricidade e magnetismo Wiley 1973
R.A. Tricker, cedo Electrodynamics Pergamon Oxford 1965
-------------------------------------------------- -----------------
Livro: gr-qc/9410019
De: Peter Marzlin
Data: Seg, 17 Oct 94 12:50:28 +0100
O acoplamento dipolo de átomos e luz nos campos gravitacionais,
Karl-Peter Marzlin, 10 páginas, LaTeX
O acoplamento dipolo prazo entre um sistema de N partículas com total
carga zero e o campo electromagnético é derivada, na presença
de um fraco campo gravitacional. Mostra-se que a forma da
engate continua a ser o mesmo que no plano espaço-tempo, se for escrito
no que diz respeito ao bom momento do observador e para o
mensuráveis campo componentes. Algumas observações a respeito do contexto
entre a mínima ea dipolo engate são dadas.
O nível de dificuldade no referido documento é muito além meu alcance. Mas
o que está claro é que ela apresenta uma análise que sugere fortemente que
o livro wavefunctions de elétrons no interior atômico questão pode ser melhor
descrita pelo acoplamento dipolo em vez de Coulomb gauge. O papel
Também relaciona o dipolo de engate para um fraco campo gravitacional. O
último
n º do documento prevê a substância a ideia de que a gravidade é
pelo menos em parte, um dipolo fenômenos elétricos. Aqui está o último
parágrafo:
"É interessante fazer uma comparação dos resultados com os presentes
a bem conhecida formal de equivalência entre o campo de Maxwell curvo
espaço e em um dielétrico médio (23). Neste uma abordagem define um
vetor deslocamento dielétrico formal para descrever a influência do
Maxwell gravidade sobre a matéria. Na ausência de partículas, para i.e.
desaparecendo polarização P, o deslocamento formal elétrica concorda com
o vector delta acima definidos. Também o acoplamento da Poynting
vetor para a rotação ocorre na energia do campo formal de Maxwell. "
O documento citado (23) é:
A.M. Volkov, A.A. Izmest'ev, e G.V. Skrotskii,
Soviética Física JETP 32, página 686, (1971)
Nota: Há uma variedade de outras teorias e experiências que
tentativa de mostrar que um campo gravitacional estático é idêntico
à que resulta do dipolo elétrico momentos - uma polarização
do vácuo. E, inversamente, é sabido que se acelere
um dielétrico material, ou de "equivalência" objecto um dielétrico
material para um campo gravitacional ou outra força mecânica - um
campo elétrico devido ao momento dipolo (polarização P) serão gerados
dentro do material. Este efeito é estruturado especialmente prevalente em
cristal dielétricos (piezoelétrico materiais), os quais são utilizados como
materiais, mecânica e de conversão de uma força de alta voltagem elétrica
campo, no botão de faísca inflamadores utilizado em gás e grelhadores cigarro
isqueiros. transdutores em acelerómetro sensores. Você também pode
encontrar piezoelétrico
Aqui está um pensamento. Para esclarecer essas pessoas que continuam a
teimosamente tentam incansavelmente evidente a relação entre
gravitação e electromagnetismo - inserir um destes faísca
inflamadores em um neuro-sensível cavidade corporal, e clique-o como
vezes que forem necessárias.
-------------------------------------------------- ---------------------
Um problema com o dipolo eletrostática hipótese é que
uma vez que a rodada de efeitos magnéticos, etc, foram considerados aí
é que não existem provas de tais dipoles interior e de núcleos atômicos
elétrons. No entanto, se propriedades magnéticas dos núcleos e elétrons
pode ser representada em termos de eletrostática dipoles as recentes
experiências e discussão teórica parecem indicar então
essa oposição seja evitada. O dipolo podem ser produzidas por um
negativamente orientada para orbitar uma partícula positiva central
partículas de modo a que a combinação encargos positve tem um líquido (ver
Instr Mar Sci Rev 1985 e geomagnetismo: Gravity Medido pelo
Materiais magnéticos, ICP Press, Box 492 NY NY 10185 $ 25US 1994
por R Sansbury) Uma vantagem adicional: os observados em quadrapole
núcleos e elétrons faz mais sentido em um verdadeiro fisicamente
Taylor expansão através da inclusão de um termo como observou dipolo
bem, que é o dipolo prazo não seja respeitado, porque a sua
efeitos são indevidamente atribuídos a uma outra causa, magnetismo; assim
magnetismo é devidamente considerada como um derivado aparentemente
distintos
como a força de Coriolis lateralmente vigor em organismos movidos
radialmente
sobre uma plataforma rotativa.
-- Ralph Sansbury
-------------------------------------------------- -------------------
Sobre elétrico dipolo precessão. O artigo "Electricidade" em Britânica
Inclui uma equação para a ressonância dipolo precessão em dielétricos. Foi
de forma idêntica à que foi utilizada na ressonância magnética, exceto para o
óbvias diferenças nas unidades. Dielétrico precessão (ressonância) freqüências
Foram, no intervalo ópticas.
Brown não utilizou ressonância, mas ele fez um uso constante frequência. Dele
frequência, também, seria úmido para fora se fosse interrompido. Grande
resultados
encontrar uma melhor descrição do dielétrico dipolo ressonância. O Britânica
artigo confere a matemática.
-------------------------------------------------- --------------------
van der Waals vigor (John Dorian van der Waals) --
Forças responsáveis pelo comportamento não-ideal dos gases, e para
lattice a energia de cristais moleculares. Há três
causas: dipolo-dipolo interação; dipolo-dipolo induzido do que Brown's
provavelmente poderia ser alcançado com lasers. Mas duvido que você
instantes, e dispersão de pequenas forças resultantes devido
instantânea dipoles em átomos.
-------------------------------------------------- -----------------
"O Momento do dipolo Electric Electron", Bernreuther & Suzuki,
Resenhas de Física Moderna, abril de 1991 vol 63 n º 2
-- Um elétron ou qualquer outra partícula elementar pode possuir um
elétricos momento (EDM) apenas por força de uma interação que
viola paridade eo tempo de inversão invariância. A questão
de saber se existe um elétron EDM é, assim, directamente relacionada
modelo padrão, em violação CP que é contabilizada na
termos do Kobayashi-Maskawa matriz, o elétron é EDM
prevê que venha a ser demasiado pequeno para ser observado
experimentalmente.
No entanto, uma série de modelos alternativos de teoretical CP
violação predizer valores maiores do elétron EDM. Estes
modelos são de interesse especial neste momento, quando limites
experimentais
sobre o elétron EDM estão a melhorar substancialmente.
"O Momento Electron Electric dipolo para violar um CP-Neutral
Higgs Sector ", JF Gunion, Física cartas: Parte 8, Nov 8 1990
"New Experimental limite para o Electron Electric dipolo Momento",
Abdullah & Commins, Physical Review Letters, Nov 5 1990
o Electron ", F. Hoogeveen, Física Nuclear B, Sep 10 1990
"Momento do dipolo Electric Electron e os neutrões", SM Barr,
Physical Review Letters, julho 2 1990, Vol. 65 n º 1
Boyd, Gupta & Trivedi, Física cartas: Parte 8 de maio 24 1990
Cartas Física: Parte 8, Jan 4 1990, Vol. 234 n. º 1 / 2
"Interpretação dos neutrões Electric dipolo Momento: Possíveis
Relação de Epsilon ", Booth, Briere & Sachs, Physical Review D
Jan 1 1990, Vol. 41 n º 1
"Inclusão da Contribuição toroidal-Momento em que a probabilidade
do dipolo Electric Transição ", RG Nazmitidinov, Soviética
-------------------------------------------------- ----------------------- Para resolver
o problema da violação CP. Segundo o "The Standard Model Previsão para o
dipolo Electric Momento de" efetivo para a Hamiltonian Electric Momento do
dipolo Nêutrons "," A pesquisa para o dipolo Electric Momento da Nêutrons ",
KF Smith, Oficial de Física Nuclear, Sep 1 1990, Vol. 53 n º 2
Mas qual é a coisa em núcleos atômicos que coletivamente
produz o campo gravitacional da Terra, e que etc
causas individuais núcleos de reagir da forma prescrita?
A hipótese é que a proposta contém pequenos núcleos atômicos
eletrostática dipoles (10 ^ -37C.-m.) com radial e longitudinal
componentes transversal para o oeste a leste direcção de fiação
a Terra etc Tais dipoles explicar o momento nuclear magnética
e eletrostática quadrapole inferida a partir do momento hiperfina
espectros animado emitidas por alguns átomos e das moléculas da deformação
como orthohydrogen em um campo magnético (mas não parahydrogen
porque os momentos magnéticos são anti paralelo em pares e cancelar)
A Cavendish medição da horizontal gravitacional
vigor entre duas esferas conduzir ao invés de serem atribuídos a
as pequenas massas de cada um pode ser atribuída à pequena
componente horizontal da força radial, dirigida para o centro
da Terra, devido à massa da Terra a cada um dos pequenos
massas. Essa é a gravidade não é uma propriedade de massa em si mesma
mas
apenas massa de fiação.
Os núcleos atômicos de todos os elementos, excepto de ferro, cobalto, e
circundante núcleos atômicos, quando a maior parte dos quais são objeto
mas uma parte é transferido, no caso de os elementos da magnético
granel material também deve passar para concluir o alinhamento exigido,
daí o norte eo sul movimento descendente de uma magnetizado
a agulha de aço. Daí a proporcionalidade Wilson-Blackett
entre o momentum angular de planetas, estrelas etc e seus
magnético momento em que a constante de proporcionalidade é a
raiz quadrada da constante gravitacional dividido pela velocidade
de luz. Para mais informações consulte Science News 6 Agosto'94 p82.
-- Ralph Sansbury
-------------------------------------------------- ---------------------
Edward Teller, "Electromagnetismo e Gravitação", Produto da
National Academy of Science, Vol. 74 n º 4, Pages 2664-2666.
Neste trabalho o Dr. Teller sugere algumas pistas sobre o engate
entre eletromagnetismo e gravitação. Na primeira parte do seu
Teller documento descreve como um campo elétrico devido à polarização
pode ser induzido em um dielétrico material que está sujeito a angular
aceleração ou linear, ou se sujeita a um campo gravitacional. Em
a segunda parte do documento descreve Teller, utilizando dimenensional
puramente
análise, a forma como um campo magnético podem ser produzidos por uma
massa fiação.
Ele também comenta que a magnitude deste campo magnético pode ser
extremamente pequenos, e observa que uma "numérica" fator poderia existir
níquel principalmente, tendem a alinhar na direção do
que possam agir no sentido de aumentar a magnitude do campo.
(Nota: Trata-se especulou por outras que o alinhamento da microscópicos
as partículas com spin macroscópica eixo da Terra, poderia resultar
em uma grande "numérica" factor. É verdade, a terra tem uma justa
mensuráveis grande campo magnético, sobre o qual existe uma variedade de
teorias sobre a origem.)
-------------------------------------------------- --------------------
Livro: hep-th/9506049
De: HORIE@dipmza.physik.Uni-Mainz.DE
Date: Thu, 08 Jun 1995 11:23:23 +0100
Título: Novas descobertas sobre a relação entre Torsion e Electromagnetismo
Autor: Kenichi Horie (Mainz Univ.)
Relatório-no: MZ / TH 95-16
Em várias teorias do campo unificado torsão traço é igual ao fixado
o potencial electromagnético. Usando técnicas que mostram feixe de fibras
que este não é líder, mas um princípio formal consequência da
geométrica outra relação entre espaço-tempo e electromagentism.
Alta energia física - teoricamente, resumo HEP-TH/9409018
De: HORIE@VIPMZw.physik.Uni-Mainz.DE
Date: Sat, 03 Sep 1994 10:27:48 +0100
Interpretação geométrica do eletromagnetismo em A teoria gravitacional com
Espaço - tempo torsão por Kenichi HORIE, Institut fur Physik, Johannes
Gutenberg - Universit "AT Mainz, D - 55099 Mainz, Alemanha,
Um completo geométrica unificação da gravidade e eletromagnetismo é
proposta por considerar dois aspectos de torsão: sua relação com spin
estabelecidos em Einstein - Cartan teoria e as possíveis
interpretação dos vestígios como a torsão electromagnética
potencial. Começando com um Lagrangiana construída de Dirac spinores,
orthonormal tetrads, e um complexo, em vez de uma verdadeira linear
possamos definir uma conexão prorrogado spinor derivado pelo qual estamos
obter não só uma unificação muito natural, mas também pode plenamente
nontrivial clarificar a estrutura subjacente feixe de fibras. Assim um
novo tipo de contato interacção entre spinores emerge, que
difere do habitual em um Einstein - Cartan teoria. A divisão
juntamente com uma característica comprimento escala na teoria fortemente
sugerem que a gravidade e eletromagnetismo têm as mesmas formas
geométricas
origem.
"Gauge Invariantes acoplamento electromagnético com Torsion potencial",
Richard
T. Hammond, Relatividade Geral e Gravitação, Vol. 23 n º 11 1991
Electromagnetismo é acoplado a uma torção em bitola invariante de forma
linear a conexão em uma métrica e uma parte electromagnética
por relaxantes mínimo acoplamento e em introducting a uma Lagrangiana
o termo bilinear tensor campo electromagnético e as suas potencialidades
torsão.
O acoplamento entre resultante eletromagnetismo e torsão é examinado
e uma solução que corresponde a viajar acoplado vagas é dada. Desde
torção é geralmente considerado como resuting a partir da rodada de um
organismo, este
poderá estabelecer uma relação entre carga clássicos e de spin. O
resultados sugerem que o efeito deverá ser apreciado em alta intensidade para
campos eléctricos de baixa frequência.
"A detecção de Torsion Massive Electrodynamics", LC Garcia de Andrade,
e M. Lopes, Relatividade Geral e Gravitação, Vol. 25 n º 11 1993
Um novo método de detecção de torção, no caso dos maciços electrodynamics
É proposto. Vários autores têm proposto métodos de detecção de
torsão em teorias de Einstein-Cartan do tipo, e também nas teorias
onde o campo propaga torsão. Estas teorias são baseadas no
Estudos de Dirac teste partículas, que têm spin do elétron como,
e do giroscópio-como precessão dessas partículas atômicas. O
interacção entre a energia torsão vector Q, e um elétrico dipolo p,
é dada por (p dot Q).
Autor (es): de Andrade, L.C. Garcia
TÍTULO (s): Electron giroscópios para testar torsão gravidade?
In: Il Nuovo Cimento delle societa italiana di Fisic
OCT 01 1994 / 109 n Página 10: 1123
AUTOR: De Sabbata, Venzo.
TÍTULO: Spin e Torsion em Gravitação
por Venzo de Sabbata, e C. Sivaram.
Publ.: Singapura; River Edge, NJ: World Scientific,
Formato: xii, 313 p. : Il. ; 23 cm.
DATA: 1994
TEMAS: torsão, Gravitação
AUTOR: De Sabbata, Venzo.
TÍTULO: Introdução à Gravitação
e Sabbata por Venzo de Maurizio Gasperini.
Publ.: Singapura; Filadélfia: Mundo Científico,
Formato: ix, 346 p. : Il. ; 23 cm.
DATA: 1985
TEMAS: Relatividade Geral, torsão, Gravitação
AUTOR: NATO Instituto Avançado estudo sobre cosmologia e gravitação
(1979: Bolonha, Itália)
TÍTULO: Cosmologia e Gravitação: Spin, torsão, rotação, e
Supergravity
Editado por Peter G. Bergmann e Venzo De Sabbata.
Publ.: New York: Plenário Imprensa: Divisão dos Assuntos Científicos da OTAN,
Formato: ix, 510 p. : Il. ; 26 cm.
DATA: 1980
Série: NATO estudo avançado institutos série v 58 Série B Física
-------------------------------------------------- ----------------------------
CONFERÊNCIA: Conferência Internacional sobre Electric e Ressonância
Magnética
e de Relaxamento (1962: Eindhoven)
TÍTULO: ressonância magnética e elétrica e relaxamento; processo de
a XI Colloque ampères, Eindhoven, 2.7 julho de 1962.
PUBLICADA: Amsterdam, New York, North-Holland Pub. Co.; Interscience
Publishers, 1963.
DESC: xi, 789p. Ilust., diagrs., tabelas. 24 centímetros.
-------------------------------------------------- -------------------------
O Lorentz-Dirac equação é meramente uma expressão para o clássico
electromagnética em vigor um ponto encargos, incluindo a auto-vigor a partir
de
as partículas da própria radiação. É uma estranha equação, com soluções
que são manifestamente unphysical sob certas circunstâncias. Se você
gostaria de saber mais sobre o assunto, talvez você queira dar uma olhada em:
S. Parrott, Relativistic Electrodynamics e Geometria Diferencial,
Springer-Verlag, 1987.
-------------------------------------------------- ------------------------
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9403058
PHYS. REV. D50 (1994 3867) carroll@marie.mit.edu (Sean Carroll)
Tue, 29 Mar 1994 19:57:32 -0500
Consequências da propagação de torsão no contexto das teorias da dinâmica
Gravidade, por Sean M. Carroll e GEORGE B. campo, 16 páginas mais um
algarismo
(Simples TEX), MIT-CTP # 2291.
Discutimos a possibilidade de restringir teorias de gravidade em
que a ligação é uma variável fundamental a busca de
observacional consequências da torsão graus de liberdade. Em um
ampla classe de modelos, os únicos meios de tensor que a torsão
interagem com a matéria são um tanto ou escalar um enorme maciço spin-1
Boson. Incidindo sobre a versão escalar, estamos a estudar a constrangimentos
bidimensional parâmetro espaço caracterizando a teoria. Para
razoável escolhas destes parâmetros a torsão decai rapidamente
domínios em questão, e não de longo alcance áreas que são geradas
poderia ser descoberto por astrofísicos de terra ou de experimentos.
-------------------------------------------------- -------------------------
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9304047
De: KUBYSHIN% EBUBECM1.BITNET @ FRMOP11.CNUSC.FR
Date: Sun, 02 maio 93 12:55:30 BCN
Invariante conexões com torsão colectores em grupo ea sua aplicação
Em kaluza-KLEIN teorias, KUBYSHIN YU.A., MALYSHENKO VO E D. MARIN
RICOY
Invariantes conexões com a simples torção grupo colectores são S
estudadas e uma fórmula explícita descrevendo lhes é apresentado. Este
resultado é utilizado para a redução dimensional em uma teoria de
multidimensional gravidade com curvatura quadrado em termos M ^ (4) vezes
S.
Nós calcular o potencial de escalar campos, emergentes do extra
dos componentes da métrica e de torção, e analisar o papel do
torsão para a estabilidade de compactification espontânea.
-------------------------------------------------- ------------------------
Assunto: Antigravity no Jane's
De: "Terry Colvin"
"Todos os interessados em propulsão avançados conceitos devem verificar para
fora
Defesa Jane's Weekly, 10 de Junho de 1995. Um artigo discute anti-gravidade
regimes e mostra desenhos de veículos a partir de sauceroid British Aerospace
entre outros. Área 51 é mencionada, bem como um papel feito não classificada
para a USAF Science Applications International Corp por, em 1990. O
foi objecto [Electric Propulsion], a [n] eufemismo para anti-gravidade
de acordo com Jane's. Michael Flora "
-------------------------------------------------- ------------------
Anti-Gravidade para o Real - Exame em Defesa Jane's Weekly
Jane's Weekly Defesa é um dos mais respeitados no jornal
defesa da indústria. Da Jane tem sido muitas vezes o primeiro a quebrar
notícias sobre o segredo de desenvolvimento radicalmente novas tecnologias
e equipamentos.
Jane's Weekly Defesa 10 de junho de 1995, tem um artigo sobre
avançadas tecnologias aeroespaciais, escrito por Nick Cook. A idéia
de anti-gravidade é levado a sério e está presente auspicously
ao longo do artigo - incluindo três entregas de artista
futuro anti-gravidade com base artesanal.
Jane's O artigo começa com uma menção de anti-gravidade
tecnologia, e também termina com alguns parágrafos discutir
anti-gravidade. De entre está a maior parte do artigo, o qual
consiste na discussão de "convencionais" assuntos, incluindo:
Hypersonics, turbina a gás Inrements, A Super Cockpit, e Stealth.
No início do Jane's article há alguma informação
Gravidade da Rand Relatório sobre o que foi feito Electrogravitics
para a USAF, em 1956, e foi recentemente desclassificados. Veja aqui
um trecho do início do Jane's article.
Leve este exemplo de uma revista especializada em aviação E.U.
1956. "Já estamos trabalhando com o equipamento para fazer desaparecer
gravidade, "Lawrence Bell D, fundador da empresa que ostente
O seu nome foi citado como tendo afirmado. Bell, aparentemente, não era o
apenas um trabalho nesta área. Outros afirmaram ser a tentativa de
mestre deste esotéricas' ciência 'incluídos os Glenn L Martin
Companhia, Convair, Lear, e Sperry Gyroscope. Dentro de alguns
anos, foram asseguradas, aviões, carros, submarinos e de poder
todas as estações de ser conduzido por este novo radical propulsão
tecnologia. Infelizmente, não era para ser.
Veja o que termina secção do Jane's article.
ALÉM 2001
Noivo Lago Nevada é o epicentro da USAF classificados investigação
em Stealth exóticas aeroespacial e de outras tecnologias. Diversos
anos após o colapso da ameaça soviética, e de actividade
investimento no presente remoto, altamente secreto base aérea (de modo
secreto
sua prescence é, por enquanto, os E.U. unacknowledged pelo governo)
ainda está a aumentar. Embora a investigação em menos sensíveis
tecnologias, tais bidimensional impulso-vetoramento e avançado
curtos de descolagem e aterragem vertical (ASTOVL) são perseguidos no
em aberto nas proximidades Edwards AFB, na Califórnia, noivo Lago está
definido para
para pendurar seus segredos. A recente da USAF confisco de 1600
hectares de terras públicas que fazem fronteira com a facilidade é consistente
com
o desejo do Pentágono para manter a sua liderança no salto quântico
tecnologias - alguns dos quais, segundo a bem qualificado
observadores em Nevada e em torno da área, desafiar pensamento actual
em direção a predita de engenharia aeroespacial.
Aeroespacial ocmpanies que continuar a olhar muito radical
alternativo veículos aéreos conceitos é uma prova do curso
busca de materiais modelos. Glimpses a este mundo são
raro, mas fornecer alguns insights provavelmente do século 21 em investigação
atividade. O 1990 não classificada "Electric Propulsion Study"
(um sistema de busca por antigravity propulsão por um outro nome)
conduzida pela E.U.A.'s Science Application International Corp
(SAIC), em nome da USAF do Laboratório em seguida, Astronáutica
Edwards AFB mostra que a USAF visionários estão ainda a ser determinado
reinado livre. Até recentemente BAe (British Aerospace) também forneceu
recursos internos para os seus próprios anti-gravidade estudos e até mesmo
chegou a esboçar esse pensamento com artistas dos conceitos --
um caso de Lawrence Bell's visão talvez não seja tão ampla de
a marca depois de tudo.
Antes ele morreu, Ben Rich, que chefiou da Lockheed Skunk de Obras
1975-1991, foi citado como dizendo: "Temos algumas coisas novas. Estamos
Não estagnado. O que estamos a fazer é atualizar nós mesmos, sem
publicidade. Existem alguns novos programas, e há certas
coisas - algumas delas de 20 a 30 anos de idade - que ainda estão
descobertas e adequado para permanecer calada. Outras pessoas
eles não têm ainda.
Trinta anos a partir de agora, poderemos ainda não sabem qual é a metade de
actualmente a ser testado em cerca de noivo e Lago.
Copyright 1995, Jane's Weekly Defesa, Todos os direitos reservados.
/ * As informações acima são transmitidos ao abrigo do "Fair Use" sentenças
do Copyright Act de 1976 sem fins lucrativos acadêmica e geral
fins de informação. * /
-------------------------------------------------- ----------------------
Autor (es): McIntosh, C.B.G. Arianrhod, R. Wade, S.
TÍTULO (s): Weyl tensores eléctricos e magnéticos: classificação
e de análise.
In: Clássica e gravidade quântica.
JUN 01 1994 v 11 n 6 Page 1555
Autor (es): Arianrhod, R. Lun, A.W.-C. McIntosh, C.B.G.
TÍTULO (s): Magnetic curvaturas.
In: Clássica e gravidade quântica.
SEP 01 1994 v 11 n 9 Page 2331
Autor (es): Arianrhod, R. McInthosh, C.B.G.
TÍTULO (s): Princípio nulo direcções de Petrov tipo I Weyl spinores:
geometria e simetria.
In: Clássica e gravidade quântica.
JUL 01 1992 / 9 n 8 Page 1969
Autor (es): Hoenselaers, C. Perjes, Z.
TÍTULO (s): Multipole momentos de axisymmetric electrovacuum spacetimes.
In: Clássica e gravidade quântica.
OCT 01 1990 / 7 n 10 Page 1819
Autor (es): de Felice, Fernando Yu, Yunqiang fang, Jing
TÍTULO (s): Relativistic cobrado esferas.
In: Monthly Notices of the Royal astronómico societ
NOV 01 1995 Página 1 / n 277: L17
Autor (es): de Felice, Fernando
TÍTULO (s): Dinâmica em um disco giratório.
In: Physical Review. A, Atomic, molecular, e optar
52 NOV 01 1995 / n 3452 Página 5
Autor (es): de Felice, Fernando Yu, Yunqiang Coriasco, Sandro
TÍTULO (s): A Lynden-Bell e Katz Definição de gravitacional
Energia: Aplicações à Singular Solutions.
In: relatividade geral e gravitação.
JUL 01 1994 v 26 n 8 Page 813
Autor (es): Cavaglia, Marco de Alfaro, Vittorio de Felice, Fernando
TÍTULO (s): Anisotrópica wormhole: tunelamento no tempo e no espaço.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
JUN 15 1994 v 49 n 12 Page 6493
Autor (es): de Felice, Fernando
TÍTULO (s): Rotação molduras e medições de forças em geral
relatividade.
In: Monthly Notices of the Royal astronómico societ
SEP 15 1991 / 252 n 2 Page 197
Autor (es): Hammond, Richard
TÍTULO (s): tetrad Formulação da gravidade com um Torsion potencial.
In: relatividade geral e gravitação.
NOV 01 1994 v 26 n 11 Page 1107
Autor (es): Hammond, Richard
TÍTULO (s): Spin, torsão, Forces.
In: relatividade geral e gravitação.
MAR 01 1994 v 26 n 3 Page 247
Autor (es): Hammond, Richard T.
TÍTULO (s): Gauge Invariantes electromagnética Acoplamento com Torsion
Potencial.
In: relatividade geral e gravitação.
NOV 01 1991 v 23 n 11 Page 1195
Autor (es): Hammond, Richard T.
TÍTULO (s): Magnetic Charge Tipo de Equações Torsion.
In: relatividade geral e gravitação.
SEP 01 1991 v 23 n 9 Page 973
Autor (es): Hammond, Richard T.
TÍTULO (s): Dynamic Torsion a partir de uma Langrangian Linear.
In: relatividade geral e gravitação.
APR 01 1990 v 22 n 4 Page 451
Autor (es): Ringermacher, H.I.
TÍTULO (s): Um electrodynamic conexão.
In: Clássica e gravidade quântica.
SEP 01 1994 v 11 n 9 Page 2383
Autor (es): Anandan, J. Hagen, C.R.
TÍTULO (s): Nêutrons aceleração uniforme em campos electromagnéticos.
In: Physical Review. A, Atomic, molecular e opt
OCT 01 1994 v 50 n 4 Page 2860
Autor (es): Anandan, J.
TÍTULO (s): Relativistic gravitação e supercondutores.
In: Clássica e gravidade quântica.
JUN 01 1994 v 11 n 6A Page 23
Autor (es): Georgiou, A.
TÍTULO (s): Rotação Einstein-Mazwell campos: suavemente correspondência
exteriores e interiores spacetimes carregada com pó
ea camada superficial.
In: Clássica e gravidade quântica.
JAN 01 1994 v 11 n 1 Page 167
Autor (es): Unnikrishnan, C.S.
TÍTULO (s): Experimental gravitação na Índia: progressos e desafios.
In: Clássica e gravidade quântica.
JUN 01 1994 v 11 n 6A Page 195
Autor (es): Cowsik, R. Tandon, S.N. Unnikrishnan, C.S.
TÍTULO (s): Limite sobre a força de alcance intermédio das forças de engate
a isospin.
In: Physical Review Letters.
NOV 07 1988 v 61 n 19 Page 2179
Autor (es): Banerjee, A. Panigrahi, D. Chatterjee, S.
TÍTULO (s): Evolução da kaluza-Klein não homogéneos com um modelo
constante cosmológica.
In: Revista de Física Matemática.
JUL 01 1995 v 36 n 7 Page 3619
Autor (es): Chatterjee, S. Panigrahi, D. Banerjee, A.
TÍTULO (s): não homogêneo kaluza-Klein cosmologia.
In: Clássica e gravidade quântica.
FEB 01 1994 v 11 n 2 Page 371
-------------------------------------------------- ---------------------
Poder-se-antigravity investigadores interesse em saber (para aqueles que ainda
não foram
conscientes) que Professor ER Laithwaite, um respeitado engenheiro elétrico
britânico,
tem vindo a fazer muito trabalho sobre este tema ao longo de décadas, mas
quando ele tentou
demonstrar a viabilidade das suas teorias de seus pares suas mentes fechadas
fechada fileiras e ridicularizada seus esforços como fantasia. Laithwaite perdeu
com créditos
a comunidade científica e teve de se basear apenas em um ou dois
colaboradores próximos
no semi-segredo.
Um recente (um ou dois anos atrás) série de programas de televisão na Grã-
Bretanha (em
controversa descobertas científicas que ainda têm que aceite pela
instituto científico como digno de novas actividades de investigação e
financiamento) decorreu
um episódio em Laithwaite. Ele alegou que poderia giroscópios transferência de
massa.
Sei de um livro, ele escreveu: Transporte sem rodas publicado por Paul
Elek, em 1977 ISBN 0236400665 (info a partir de uma antiga nota que fiz)
embora esta
não é especificamente sobre suas teorias antigravity (Lembro-me que ele
concentrada em propulsão eléctrica através de trilhos) Eu seria mais
interessados
em aprender sobre qualquer coisa que ele (ou alguém) poderia ter escrito
antigravity especificamente sobre o seu trabalho.
-- George Szaszvari
"Propulsão a Girobússola", Eric Laithwaite, Espaço, Sep 1989 Vol 5 n º 5
Em uma tentativa de revelar a estranho, escondido propriedades de
giroscópios,
O professor explica Eric Laithwaite a física subjacente a ideia de que o
um sistema de propulsão poderão ser construídas utilizando giroscópios.
Autor (es): Ljubicic, A. Zovko, N.
TÍTULO (s): Lorentzian componente da quinta força.
In: Fizika B.
JAN 01 1992 / 1 n 1 Página: 1
Autor (es): Bertotti, B. Sivaram, C.
TÍTULO (s): Radiação do <> campo.
In: Il Nuovo Cimento della Societa Italiana di Fisic
NOV 01 1991 / 106 n Página 11: 1299
Autor (es): Fujii, Y.
TÍTULO (s): O panorama teórico da Quinta Força.
In: International Journal of física moderna. um, PA
Autor (es): Mannheim, Philip D. ----------------------------------------
---------------------------------- AUG 20 1991 / 6 n 20 Page: 3505
TÍTULO (s): Relatividade Geral e Quinta Força experimentos.
JUL 01 1991 / 1 Page 181 n: 55
Autor (es): Cho, Y.M. Park, D.H.
TÍTULO (s): Força a partir de quinta-kaluza Klein Unificação.
In: relatividade geral e gravitação.
JUL 01 1991 v 23 n 7 Página: 741
Autor (es): Fujii, Y.
TÍTULO (s): Localmente variando massas, devido a uma partícula escalar
quinta-force
campo.
In: Física letras: [Parte B]
FEB 14 1991 / 3 n 255 Página: 439
Autor (es): Hagiwara, Yukio
TÍTULO (s): Não gravimétrica evidência para a quinta força?
Resumo: texto em japonês
In: Chigaku zasshi =
1991 / 100 N 3 Página: 429
Autor (es): Cho, Y.M. Park, D.H.
TÍTULO (s): Higher-dimensional unificação e quinta força.
In: Il Nuovo Cimento delle societa italiana di Fisic
JUL 01 1990 / 105 n 8 / 9 Page: 817
Autor (es): Sardanashvily, G.
TÍTULO (s): A bitola Modelo da Quinta Força (E, SUM).
In: Acta physica Polonica, B.
JUL 01 1990 Página 8 / 21 n: 583
Autor (es): Schimdt, H.-J.
TÍTULO (s): quinta força, matéria escura, e de quarta-ordem gravidade.
In: Europhysics letras.
JUL 01 1990 v 12 n 7 Página: 667
Autor (es): de Sabbata, Venzo Sivaram, C.
TÍTULO (s): Quinta Força como uma manifestação de Torsion.
In: International Journal of física teórica.
JAN 01 1990 v 29 n 1 Página: 1
Autor (es): Timoshenko, E.G. Sardanashvily, G.A.
TÍTULO (s): Gauge modelo para a quinta força.
In: Moscou universidade física boletim.
1990 v 45 n 4 Page: 73 In: astrofísica e ciência espacial.
Autor (es): Hagiwara, Yukio
TÍTULO (s): A força quinta-dúvidas sobre lei de Newton gravitacional
Resumo: texto em japonês
In: Chigaku zasshi =
1990 v 99 n 3 n 904 Página: 263
Autor (es): Gasperini, M.
TÍTULO (s): fenomenológica consequências de uma quinta força direta
In: Physical Review. D, partículas e campos.
40 NOV 15 1989 / n Página 10: 3525
Autor (es): Gasperini, M.
TÍTULO (s): quinta força magnética e da gravi-hipótese ..
In: Física letras: [parte A]
OCT 02 1989 / 6 Page 140 n: 271
Autor (es): Fayet, P.
TÍTULO (s): O quinto vigor cargo como uma combinação linear de baryonic,
leptonic (ou B-L) e de cargas eléctricas.
In: Física letras: [Parte B]
JUL 17 1989 / 227 n 1 Página: 127
Autor (es): Mufti, A. Kwong, N. H. Schaudt, K.J.
TÍTULO (s): Buscar a quinta força utilizando a lei de Gauss.
In: Física letras: [parte A]
JUL 31 1989 / 139 n 3 / 4 Página: 115
Autor (es): Bizzeti, P.G.
TÍTULO (s): Busca de um Composição-Dependente Quinta Force.
Resumo: Um diferencial acelerómetro, constituído por uma esfera sólida
flutuando livremente no interior de uma solução salina foi estratificada
foi usado para buscar uma composição-dependente vigor,
originado por uma montanha provisórias. Não existe evidência de uma tal
força tenha sido obtido.
In: Physical Review Letters.
Autor (es): T.M. Aliev, Dobroliubov, M.I. Ignatiev, A. Yu.
TÍTULO (s): Faça Kaon decai constranger a quinta força?
In: Física letras: [Parte B]
APR 20 1989 / 1 Page 221 n: 77
Autor (es): Riveros, C. Logiudice, EA Vucetich, H.
TÍTULO (s): Na quinta diferencial vigor medições.
In: Física letras: [parte A] engate de fótons. JUN 19 1989 v 62 n 25 Page: 2901
APR 17 1989 / 136 n 7 / 8 Página: 343
Autor (es): Kuroda, K. Mio, N.
Force.
In: IEEE transacções em instrumentação e medida
APR 01 1989 v 38 n 2 página: 189
Autor (es): Faller, J. E. Fischbach, E. Fujii, Y.
TÍTULO (s): Precisão Experimentos de pesquisa para o quinto Force.
In: IEEE transacções em instrumentação e medida
APR 01 1989 v 38 n 2 página: 180
Autor (es): Stubbs, CW Adelberger, EG Heckel, BR
TÍTULO (s): Gravitação e Astrofísica: Limites em
composição dependentes de interações através de um laboratório
fonte: Existe uma "quinta força" acoplado a isospin?
In: Physical Review Letters.
FEB 06 1989 v 62 n 6 Página: 609
TÍTULO (s): Suplente fonte de quinta vigor contestados.
Em: Ciência notícias.
OCT 01 1988 / 134 n 14 Page: 214
TÍTULO (s): A estimulação da quinta força.
In: Nature.
SEP 29 1988 / 6189 Page 335 n: 393
-------------------------------------------------- ------------------
Uma das primeiras "científica" dogmas alimentados a nova física
estudantes é a doutrina sobre a "resolução projéctil". Estudantes
são apresentadas várias fórmulas ou equações a partir da qual eles podem
calcular com precisão como um projéctil muito elevado e irá viajar
dada a sua velocidade inicial eo ângulo a partir do solo.
Mas os resultados não são tão absoluta que os alunos são levados
a crer, ainda que ter em conta a resistência do ar e
Coriolis efeitos.
Experiências recentes mostraram que, se o projéctil é
FIAÇÃO em alta velocidade, (pelo menos 27000 RPM), [eixo de spin
coincidindo com a linha de projeção], o projéctil terá
viagem mais elevados e mais longe do que previa a Newtonianos mecânica!
Do mesmo modo, as experiências com giroscópios têm queda
demonstrado que um giroscópio cuja fiação a rotor é fechado
alta velocidade (cerca de 27000 RPM) pertencer a uma taxa diferente do que
quando o mesmo se insere com rotor giroscópio NÃO fiação.
O montante do desvio poderá depender da MATERIAL TÍTULO (s): A queda livre
interferómetro de pesquisa para uma possível quinta
COMPOSIÇÃO dos projécteis ou rotor, como sugerido no
texto de E.U. Patente # 3626605, "Método e aparelhos para
Geração de uma força gravitacional Campo Secundário ", de Henry
W. Wallace, Dez. 14, 1971.
Esses desvios são facilmente REPRODUCABLE, e
comprovar a eficácia DIS-OVER-HYPED "Teoria Geral do
distorion ou de espaço "causados pela simples presença de massa.
-- Robert McElwaine
-------------------------------------------------- ------------------------
A tarde Henry W Wallace morreu abril de 1994. Fellow pesquisadores da GE
não eram "felizes" com a sua investigação em matéria campos gravitacionais.
Um interessante artigo foi escrito na revista New Scientist circa
1980 cerca de Wallace do trabalho.
-- Ron Kita
-------------------------------------------------- ---------------
Henry Wallace foi um engenheiro a General Electric cerca de 25 anos
atrás, e desenvolveu alguns incríveis invenções relacionadas com a
subjacentes física do campo gravitacional. Poucas pessoas
ter ouvido falar dele ou do seu trabalho.
E.U. Patente # 3626605 - "Método e para a Geração de Apparauts
Secundário uma força gravitacional Campo "
Atribuída a Henry Wm Wallace de Ardmore PA Dezembro 14, 1971
E.U. Patente # 3626606 - "Método e aparelhos para Geração de um
Dynamic Force Field "
Atribuída a Henry Wm Wallace de Ardmore PA Dezembro 14, 1971
E.U. Patente # 3823570 - "Bomba de calor" (baseado em tecnologia
similar ao acima duas invenções)
Atribuída a Henry Wm Wallace de Freeport NY 16 de julho de 1973
Wallace descobriu que uma força campo, semelhantes ou relacionados com a
o campo gravitacional, resulta da interação de relativamente
massas em movimento. Ele construiu máquinas que demonstrou que este
campo poderia ser gerada por fiação massas de material elementar
ter um número ímpar de nucleotídeos - ou seja, um núcleo tendo um
múltipla meia-integrante do valor h-bar, o quantum de angular
dinâmica. Wallace bismuto ou de cobre material utilizado para a sua
rotativa e organismos "kinnemassic" campo concentradores.
Além da imensa benefícios para a humanidade que poderiam resultar
a partir de uma melhor compreensão da natureza física da gravidade,
e de outras forças fundamentais, Wallace's invenções poderia ter Relatividade ",
que afirma que os resultados de uma gravidade" empinamento
enorme valor prático no combate à gravidade ou convertendo
força gravitacional campos em energia para fazer trabalho útil.
Então, por que não tem um ouvido dele? Poderíamos pensar que o
descobridor de conhecimentos importantes como esta seria
anunciada como um grande cientista e nomeados para a dinamite
prémios. Será possível que sua invenção não funciona?
Qualquer pessoa pode obter a patente. Estudo eles - Wallace - Geral
Electric - descrições detalhadas das operações - medições
dos efeitos - desenhos e modelos - que é autêntico. Se
você estiver à mão você pode até mesmo construir-lo manualmente. Ele faz o
trabalho.
Então o que está acontecendo?
Uma explicação que eu ouvi é que dirigia-se contra Wallace
as políticas de ciência, tal como ditada no fim dos anos 1960 por
o poder de bloquear a Princeton, que eram primariamente interessado em
promover as idéias de seu principal homem, Einstein, e os
gravitação-se de geometria paradigma. Talvez haja alguma verdade
para esta história. Hoje em dia, parece haver piss-um pote inteiro
de físicos teóricos trabalhando em resumo geométricas
teorias e outras absurdamente difícil masturbations mental,
enquanto ninguém parece ter feito qualquer esforço para fornecer um
explicação teórica da física de uma noz-e-parafusos
invento que poderiam ter um enorme valor prático.
Talvez nós podemos culpar-lo em Princeton a gente, mas eu estou mais
inclinado a crer que a nossa defesa da indústria preto projecto
comunidade tem confiscado e reprimidas conhecimento de Wallace's
descobertas. Tudo feito no âmbito do curso de mais honrosa e
sagrada bandeira da segurança nacional. Pois bem, ela tem sido de 25 anos.
Temos de ser verdadeiros seguro por agora. Não é tempo de maneira passado
trickle estabelece alguns benefícios reais para as pessoas?
-------------------------------------------------- --------------------
Há dois pontos sobre as invenções no Wallace
Electric Propulsion Estudo pelo Dr. Dennis Cravens, elaborado em
1991. Cravens tinha a dizer sobre esta Wallace do trabalho:
Rotacional Alinhamento - Núcleos também podem ser alinhados por rotação.
Henry Wallace alegou incomum alguns efeitos atribuídos a electomagnetic
gravitacional e engates. Isso foi em três E.U. patentes (3823570,
3626605 e 362606). A alegação era de que a aplicação de uma
rotacional vigor em um material de semi-integral spin levaria
em uma reorientação da estrutura nuclear e poderia ser utilizado
para "alterar a sua atração gravitacional em direção a outros órgãos,
separação de isótopos por distinguir entre núcleos segundo
nucleon ao seu conteúdo ... "As patentes são escritos em uma grande
believable estilo que inclui parte números, fontes para alguns
componentes, e esquemas de dados.
Foram feitas tentativas para contactar Wallace utilizando endereços e patentes
outras fontes, mas ele não foi localizado, nem existe um vestígio do que
ficou de sua obra. No entanto, o trabalho deve ser real, pode fornecer
um romance experimental a abordagem experimental design. O conceito
pode ser justificada em geral pouco relativistic motivos desde
rotação de quadros variados domínios tempo se espera que os emitem
gravitacional radiação. Mesmo que o trabalho não dá uma directo
acoplamento gravitacional, pode apresentar um novo método de spin nuclear
alinhamento.
-------------------------------------------------- ---------------------
Um artigo sobre as patentes Wallace apareceu no British
revista "New Scientist" em fevereiro de 1980. Este foi escrito
quase dez anos depois de Wallace foi atribuído o seu patentes.
Aqui está um ponto a partir do artigo.
"Apesar de o Wallace inicialmente foram ignoradas as patentes
sob grave mas inquérito secreto por parte dos militares
autoridades de os E.U.. Os militares podem agora lamentar
que as patentes já foram concedidas e por isso são
disponíveis para qualquer pessoa a ler. "
Eu sei - it's a fazer vir. E no resto do artigo está a
mesma forma. Ele fornece apenas informação suficiente para o seu jab
psique um pouco, e quase não o suficiente para obter-se fora de seu
ass confortável. E que sabe que o partido de anônimos
"observadores" são, que acreditam que um inquérito secreto é
em curso por parte dos militares - ou mesmo se estes observadores
existem. Apesar disso, a New Scientist tem uma justa
bem estabelecida track record para a identificação precisa do
nova ciência tendências e questões. E, ao mesmo tempo que os editores deste
Jornal britânico pode ser propenso a fruição de boatos e
innuendo, que, geralmente, gira para fora ser aterrada na verdade.
-------------------------------------------------- ----------------
Spin nuclear selectividade das reações químicas
ALBuchachenko, NNSemenov Instituto de Química Física,
Academia Russa de Ciências
4 Ul. Kosygina, 117334 Moscow, Russia, Fax: +7 (095) 938-2156
Uma propriedade de spin reacções seletiva para classificar os núcleos de acordo
com a
spin e sua orientação, é discutido. A separação de spin
(magnéticos) e spinless (nonmagnetic) núcleos constitui a base para o
magnético isótopo efeito, a separação dos núcleos de acordo com a sua cranky,
os observadores acreditam que sua invenção está agora a orientação ea criação
de alinhamento em reação nuclear produtos é
uma base para o induzido quimicamente nuclear polarização fenómeno.
Bibliografia - 50 referências.
Recebido 14 de Fevereiro de 1995
_______________________________________________________________
__
Nuclear teoria, resumo NUCL-TH/9601046
De: spevak@TAUPHY.TAU.AC.IL
Date: Tue, 30 Jan 1996 17:18:34 +0200
Coletivo e T-P-Odd electromagnética Momentos em Núcleos com Octupole
Deformações
Autor (es): N. Auerbach, V.V. Flambaum, V. Spevak
Paridade e hora invariância violar forças produzir colectiva P -
e T-estranho momentos em núcleos com estática octupole deformação.
Coletivo Schiff momento, elétrico e dipolo e também octupole
magnético quadripolares aparecer devido à mistura de rotação dos níveis de
oposto paridade e único-partícula pode exceder em mais de momentos
um factor de 100. Este acessório é devido a dois factores, a
carácter colectivo dos momentos intrínseco e as pequenas energia
separação entre os membros da paridade doublets. Os momentos acima
induzir T-P-ímpar e efeitos em átomos e moléculas. Experimentos
em tais sistemas podem melhorar substancialmente os limites de tempo
reversão violação.
-------------------------------------------------- ----------------------
A Hughes-Drever experimento foi realizado em 1959-1960 independentemente
Vernon por Hughes e colaboradores na Universidade de Yale, e por Ron
Drever em Glasgow University. Na versão Glasgow, o experimento
examinou o estado do terreno lítio-7 em um núcleo externo
campo magnético. O Estado tem total angular momentum número quântico
3 / 2, e, portanto, é spolit em quatro níveis igualmente espaçados pela
magnético
campo. Quando o núcleo sofre uma transição entre um par de adjacentes
níveis, o fotão emitido tem a mesma energia e de frequência, não importando
par de níveis que estava envolvido. O resultado é um único estreito espectral
line. Qualquer perturbação externa do núcleo que está associada com
preferiu uma direção no espaço, tais como o movimento da Terra parente
para a média de frame resto do universo, irá destruir a igualdade entre os
energia espaçamento entre os quatro níveis, uma vez que as funções nucleares
de vaga
dos quatro níveis têm diferentes dependências em relação aos espacial
o campo magnético. Utilizando técnicas de ressonância magnética nuclear, o
experimentos fixado um limite para a separação ou propagação na freqüência
de linha
que correspondeu a um limite de dependência anistropy ou bidirecional
nos sectores da energia do nucleu a nível de uma parte em 10 ^ 23.
-- Clifford Will, Cap. 2 do The New Physics, editado por Paul Davies
-------------------------------------------------- ------------------------
Ressonância magnética, nas suas diversas formas, NMR, EPR, e FER, são
aplicada a todos os espécimes relativamente pequena e, com excepção da
FER, raramente são aplicados aos materiais magnéticos. FER meio Electron
Ressonância ferromagnético, e os melhores intro a este assunto está em
Vonsovskii. Curiosamente, não há dados publicados sobre FER para grandes
ferromagnéticos espécimes. Uma pesquisa bibliográfica em um campus da
Universidade da Califórnia revelou nada. F. disse Herlach
que existe uma "aberta" e de uma literatura "fechados" literatura
investigação relativa magnético.
-- Larry Adams
-------------------------------------------------- ----------------------
Um organismo que está girando dentro de um corpo maior macroscópica
que também está girando tenderão a alinhar o eixo da sua
angular momentum angular com a dinâmica do conjunto maior.
Por exemplo, um giroscópio localizado sobre a terra, a menos que seja
em um frictionless gimbal, sempre a tentar devido a precess
a rotação da Terra em alinhamento com a terra da polar
eixo, altura em que deixarão de precess devido à terra
rotação.
Outro exemplo, uma garrafa de material magnético fiação
em torno de seu eixo longitudinal irá desenvolver um campo magnético
é proporcional à velocidade angular (Barnett Efeitos), pois
o momemtum angular dos elétrons no material irá
precess e tentativa de entrar em alinhamento com o macroscópico
eixo do cilindro fiação, que também traz em alinhamento
o momento magnético dos elétrons, algumas das quais têm unpaired
spins (ferromagnético), resultando na geração de uma macroscópica
campo magnético. Do mesmo modo, é saber que um campo magnético estático
momentum angular contém em si - e fiação da fonte de
estático campo, se um ímã ou DC atual ciclo, resultará
em um correspondente aumento ou diminuição na intensidade do campo.
Outro exemplo é o das invenções de Henry Wallace. Wallace
descobrimos que se você rodar um material que tenha um número ímpar de
nucleotídeos, ou seja, ter um "un-emparelhado" valor de angular
dinâmica, resultando em um núcleo com um múltiplo inteiro de uma
um valor de metade da dinâmica quântica. A rodada no núcleo irá
começar a alinhar com o eixo spin macroscópicos, e irá criar
uma invulgar força campo relacionados à gravidade - que ele um apelo
"kinemassic" campo.
Talvez eu tenha falhado-la, mas eu parecia sério, e parece haver
a não ser informações graduação ou de graduação em Física
referência livros que menciona a relação entre
macroscópica e microscópica momentum angular - muito menos
prevê qualquer análise ou explicação ligando quantum angular
momentum angular para macroscópica dinâmica. Por que não?
Como é que o quantum angular momentum tornar-se organizado a partir de
uma
microscópicos a um nível macroscópico? Alguém já publicados
qualquer trabalho sobre este assunto? Não consigo encontrar nenhum.
-----
Date: Sun, 5 Nov 1995
De: James Youlton
Para: Robert Stirniman
Re: Momentum Angular e do Efeito Barnett
On Wed, 1 Nov 1995, Robert Stirniman escreveu:
> Talvez eu tenha falhado-la, mas eu parecia sério, e parece haver
> Não haver nenhuma informação graduação ou de graduação em Física
> Referência livros que menciona a relação entre
> Macroscópica e microscópica momentum angular - muito menos
> Fornece qualquer análise ou explicação ligando quantum angular
> Momentum angular para macroscópica dinâmica.
Você está em recuperação. O tema de compostos momentum angular, ou
momentum angular interno e externo, ou intrínsecos e extrínsecos
momentum angular tem sido um tema reprimida por cerca de 2 e meia
décadas. Acrescentar a essa lista, esférica pendulums, Coriolis efeito, excepto
como aplicadas às balistics e meteorologia como os E.U. utilizados pelos
militares,
Shafer e do pêndulo, que pouco elegante dispositivo utilizado como o artificial
horizonte de aeronaves.
> Como é que o quantum angular momentum tornar-se organizado a partir de
uma
> Microscópicas a um nível macroscópico? Alguém já publicados
> Qualquer trabalho sobre este assunto? Não consigo encontrar nenhum.
Não há nenhum que eu conheço, embora já em finais dos anos cinquenta,
verificou
Foi um colega chamado Edward Condon na Universidade do Colorado que foi
proficiente bastante sobre o assunto. Tanto é assim que ele escreveu o
rotacional
Dinâmica seção, chamada noninertial dinâmica na altura, da
referência "O Manual de Física", que ele também co-editado (Capítulo 5).
Não me recordo offhand que era o editor (Harcourt / Brace?), Embora
que foi aprovado pelo Instituto Americano de Física.
Mais tarde, quando o senhor Condon foi o chefe da USAF projecto "Livro Azul",
ele
labored para reprimir seu próprio trabalho quando a directiva foi decretada a
partir
Tartaruga Marinha da Ilha do projeto.
-- James Youlton
-------------------------------------------------- -------------------------
Condon um governo dirigido UFO projeto, mas nunca foi o chefe da
Blue Book. Essa posição foi realizada, para a maioria ou talvez de todos os's
Blue Book
vida, por um oficial da Força Aérea Apelidada Edward Ruppelt. Livro Azul foi
fechada
estabelecidos em 1969, logo após o relatório do projeto direcionado Condon,
"Estudo científico de não identificadas Flying Objects".
-- Jim Giglio
-------------------------------------------------- ----------------------
AUTOR: primos, Frank W.
TÍTULO: A anatomia do giroscópio: um relatório em 3 partes compreendendo
literatura e uma patente sondagem dirigida ao giroscópio
e suas aplicações / por Frank W. primos; editado por
John L. Hollington.
Publ.: Neuilly-sur-Seine, França: Tratado do Atlântico Norte
Organização, Grupo Consultivo para a Investigação e Aeroespacial
Desenvolvimento,
Formato: 296 p. (em várias pagings); 30 cm.
DATA: 1988
SÉRIE: AGARDograph não. 313
AUTOR: Leimanis, E. (Eugene)
TÍTULO: O problema geral do movimento de massas rígido acoplado
cerca de um ponto fixo.
Publ.: Berlin, New York, Springer-Verlag,
Formato: xvi, 337 p. Ilust. 24 cm.
DATA: 1965
SÉRIE: Springer folhetos na filosofia natural. v. 7
ASSUNTO Dynamics, Rigid Giroscópios, Two-corpo problema, Astrodinâmica
Autor (es): de Andrade, L.C. Garcia
TÍTULO: Electron giroscópios para testar torsão gravidade?
In: Il Nuovo Cimento delle societa italiana di Fisic
OCT 01 1994 / 109 n 10 Page 1123
Autor (es): Abe, Hiroshi Yoshida, Tetsuo Turuga, Kikuo
TÍTULO: Piezoelétricos-cerâmica cilindro vibratório giroscópio.
In: Revista de Física Aplicada japonês. parte 1, r
SEP 01 1992 v 31 n 9B Page 3061
Autor (es): processo, William B. Shay, Michael A.
TÍTULO: Sobre o comportamento de uma interessante gimbal-montado
giroscópio.
In: American Journal of física.
JUN 01 1992 v 60 n 6 Page 503
Autor (es): Zhuravlev, V.F.
TÍTULO: Nutational auto-oscilação de um giroscópio livre.
In: Mecânica dos sólidos.
1992 v 27 n 6 Página 11
Autor (es): Chang, C.O. Chou, C.S.
TÍTULO: parcialmente cheios Nutation amortecedor para uma transformação
livremente
Giroscópio.
In: Revista de orientação, controle e dinâmica.
SEP 01 1991 v 14 n 5 Page 1046
Autor (es): Chang, C.O. Chou, S. C. Liu, L.Z.
TÍTULO: Estabilidade análise de um giroscópio livremente precessão
In: Jornal de som e de vibração.
MAIO 08 1991 / 146 Page 491 n 3
Autor (es): Imanishi, Akira Maruyama, Koichi Midorikawa, Shoichi
TÍTULO: Observação contra a Redução de Peso Spinning
Giroscópios.
In: Revista da sociedade do Japão física.
APR 01 1991 v 60 n 4 Page 1150
Autor (es): Petry, Walter
TÍTULO: Angular Momentum e Gyroscope em Flat Space-Time Teoria da
Gravitação.
In: astrofísica e ciência espacial.
JAN 01 1991 / 1 Page 175 n 1
Autor (es): Zhivkov, A.I.
TÍTULO: Geometria das variedades invariantes de um giroscópio no campo
quadrático de uma potencial.
In: Matemática da URSS: Izvestija.
1991 v 37 n 1 Page 227
Autor (es): Hayashi, Kenji Shirafuji, Takeshi
TÍTULO: Frame-Arrastar Precessão de Orbitando em Nova Giroscópios
Relatividade Geral e à eventual violação da equivalência
Princípio.
In: Progresso da física teórica.
DEC 01 1990 v 84 n 6 Page 1074
Autor (es): El-Sabaa, F.M.
TÍTULO: Sobre o periódico Moção de um giroscópio Apoiado por Cardan
Gimbals.
In: al-Majallah al-Arabiyah lil-ulum-wa al-handasa
JUL 01 1990 v 15 n 3 Page 495
Autor (es): Moffat, J.W. Brownstein, mercúrio J.R. portador de um anel
amortecedor.
Autor (es): Vitale, S. Bonaldi, M. Falferi, P.
TÍTULO: magnetização por rotação e gyromagnetic giroscópios.
Resumo: Nós discutimos a forma como o fenómeno geral da magnetização por
rotação podem ser utilizadas sonda a velocidade angular do
TÍTULO: Gravitação e Astrofísica.
Resumo: anómala peso em um giroscópio redução do direito rotações
em torno do eixo vertical sobre a Terra.
In: Physical Review Letters.
DEC 18 1989 v 63 n 25 Page 2701
Autor (es): Laithwaite, Eric
TÍTULO: Propulsão por Girobússola.
Resumo: Em uma tentativa de revelar a estranho, escondido de propriedades
giroscópios, explica o professor Eric Laithwaite Física
subjacente a ideia de que um sistema de propulsão poderão ser construídas
utilizando giroscópios.
In: Space. SEP 01 1989 / 5 n 5 Page 36
TÍTULO: Spinning partículas e teste o movimento de um giroscópio
nonsymmetric gravitação de acordo com a teoria.
In: Physical Review. D, partículas e campos.
MAIO 15 1990 v 41 n 10 Page 3111
Autor (es): Nitschke, J. M. Wilmarth, P.A.
TÍTULO: resultado nulo para mudar o peso de uma fiação giroscópio.
In: Physical Review Letters.
APR 30 1990 v 64 n 18 Page 2115
Autor (es): Faller, Hollander JE, WJ Nelson, PG
TÍTULO (s): Gyroscope-pesagem experimento com um resultado nulo.
In: Physical Review Letters.
FEB 19 1990 v 64 n 8 Page 825
Autor (es): Rumyantsev, V.V.
TÍTULO: Estabilidade de rotação permanente de um nonsymmetric
- cheia de líquido giroscópio.
In: Mecânica dos sólidos.
1990 v 25 n 6 Page 1
Autor (es): Panayotounakos, D.E. Theocaris, P.S.
TÍTULO: Com a dissociação e as soluções de Euler Dynamic
Equações que regem a Moção de um giroscópio.
In: Zeitschrift fur Angewandte Mathematik und meca
1990 v 70 n 11 Page 489
Autor (es): Hayasaka, Hideo Takeulchi, Sakae
laboratorial no que diz respeito a um local frame de inércia. Nós
mostram que giroscópio sem peças móveis baseados nesta
fenómeno -
In: Physical Review B: matéria condensada.
JUN 01 1989 v 39 n 16 p B Page 11993
Autor (es): Aspden, H.
TÍTULO: Anti Gravity Electronics.
Resumo: Reinterpretação da terceira lei de Newton do Movimento sugere
que ela depende de electrónica e de acção. Electronic
interacção, por isso, explica o paradoxo anti-gravidade
propriedades da força transformados giroscópio.
In: Electronics & Wireless Mundo.
JAN 01, 1989 / 95 n 1635 Page 29
Autor (es): Sachs, Mendel
TÍTULO: O Precessional Frequência de um giroscópio no
Quaternionic Formulação da Relatividade Geral.
In: Fundamentos de Física.
JAN 01 1989 v 19 n 1 Page 105
Autor (es): Medvedev, A.V.
TÍTULO: Moção de um período de preparação rapidamente postas em prática
por um giroscópio
constante em um momento resistiva médio.
In: Mecânica dos sólidos.
Autor (es): Starzhinskii, V.M.
TÍTULO: Um caso excepcional de resolução do Kovalevskaia
giroscópio.
In: PMM, Jornal da matemática aplicada e mecânico
1983 v 47 n 1 Page 134
AUTOR: Gray, Andrew, 1847-1925.
TÍTULO: Um tratado sobre gyrostatics e movimento rotacional; teoria e
aplicações.
Publ.: New York, Dover Publications
FORMATO: 530 p. Ilust. 22 cm.
DATA: 1959
QA861: P4
Perry, John
Fiação e tops GYROSCOPIC movimento. Por John Perry. Dover,
1957. 102 páginas
-------------------------------------------------- ------------------------- 1989 v 24
n 2 Página 21
Artigos e livros por Kip Thorne:
AUTOR: Misner, Charles W.
TÍTULO: Gravitação (a) Charles W. Misner, Kip S. Thorne (e) John
Archibald Wheeler.
Publ.: San Francisco, W. H. Freeman
Formato: xxvi, p. 1279 Ilust. 26 cm. 1973
ASSUNTO: Astrofísica, Relatividade Geral, Gravitação
Relatividade Geral e Cosmologia quântica, resumo GR-QC/9308009
O quantum propagador de uma partícula NONRELATIVISTIC nas proximidades
de
Uma máquina do tempo Dalia S. GOLDWIRTH, Malcolm J. Perry, Piran e TSVI
KIP S. Thorne.
Estamos a estudar um propagador de não-relativistic, não interagindo
partículas em qualquer não-relativistic `` tempo-máquina''do spacetime
tipo mostrado na fig. 1: um externo, no qual dois planos spacetime
espacial regiões, no momento t-V-V e no momento t + +, são
ligada por duas temporal wormholes, um líder do passado lateral
V-a de t o futuro lado de V + e os demais a partir do passado
V + ao lado de lado o futuro de-V. Nós expressamos o propagador
explicitamente em termos de aqueles para os ordinários, plana e para
spacetime
os dois wormholes, e de que temos mostram que a expressão
propagador satisfaz integralidade e unitarity na inicial e
`` final chronal regiões''(regiões sem curvas fechadas timelike)
ea sua propagação a partir do final da primeira região a região é
unitária. No entanto, dentro da máquina do tempo que satisfaz nem
completude nem unitarity. Nós também dar prova de uma alternativa
inicial-região-a-final-unitarity baseado em uma região conservada
actuais e teorema de Gauss. Esta prova pode ser retomadas sem
alterar a maior parte dos não-relativistic qualquer hora-máquina spacetime; é
a não-relativistic versão de um teorema por Friedman, Papastamatiou
e Simon, que diz que para um campo escalar livre, quantum
mecânica unitarity resulta do facto de o clássico
preserva a evolução Klein-Gordon interior produto.
Autor (es): Thorne, Kip S.
TÍTULO (s): de ondas gravitacionais com rajadas memória: O Christodoulou
efeito.
In: Physical Review. D, partículas e campos.
JAN 15 1992 v 45 n 2 Page 520
Autor (es): Apostolatos, Theocharis A. Thorne, Kip S.
TÍTULO (s): Rotação paragens cilíndrico, relativistic gravitacional
colapso.
In: Physical Review. D, partículas e campos.
SEP 15 1992 v 46 n 6 Page 2435
Autor (es): ECHEVERRIA, Fernando Klinkhammer, Gunnar Thorne, Kip S.
TÍTULO (s): Billiard bolas na wormhole spacetmes fechado com timelike
Curvas: teoria clássica.
In: Physical Review. D, partículas e campos.
JUL 15 1991 v 44 n 4 Page 1077
Autor (es): Eich, Chris Zimmermann, Mark E. Thorne, Kip S.
TÍTULO (s): Giant e supergiant estrelas com núcleos degenerar neutrões.
In: Os astrofísicos revista.
NOV 01 1989 / 346 n 1 p 1 Page 277
Autor (es): Frolov, Valery P. Thorne, Kip S.
TÍTULO (s): Renormalized stress tensor de energia próximo ao horizonte de
uma
evolui lentamente, girando buraco negro
Resumo: A expectativa renormalized valor da tensão de energia
ren tensor de um quantum, em um campo arbitrária
quantum estado perto do horizonte futuro de uma rotação (Kerr)
buraco negro é derivada de duas formas muito diferentes: One
derivação (restrito de simplicidade para escalar um massless
campo) faz uso de técnicas tradicionais de campo quântica
curvo, em teoria spacetime, agravado por uma variante do
"ETA formalismo" para a manipulação superradiant modos.
In: Physical Review. D, partículas e campos.
APR 15 1989 v 39 n 8 Page 2125
Autor (es): Kim, Won Sung-Thorne, Kip S.
TÍTULO (s): Faça vácuo flutuações impedir a criação de fechado
timelike curvas?
In: Physical Review. D, partículas e campos.
JUN 15 1991 v 43 n 12 Page 3929
AUTOR: Thorne, Kip S.
TÍTULO: buracos negros e hora warps: Einstein's ultrajante legacy /
KIP S. Thorne.
Publ.: New York: W.W. Norton,
FORMATO: 619 p. : Il. ; 24 cm. 1994
SÉRIE: Commonwealth Fundo Book Program (Série)
ASSUNTO: Relatividade, Astrofísica, Física - Filosofia, buracos negros
AUTOR: Harrison, B. Kent.
TÍTULO: teoria e Gravitação colapso gravitacional (a) B. Kent
Harrison, Kip S. Thorne, Masami Wakano (e) John Archibald
Wheeler.
Publ.: Chicago, University of Chicago Press
Formato: xvii, 177 p. Ilust. 25 cm. 1965
ASSUNTO: Astrofísica, Gravitação
AUTOR: Thorne, Kip S.
TÍTULO: radiação gravitacional: uma nova janela para o Universo /
KIP S. Thorne, William R. Kenan, Jr.
Publ.: Cambridge, (Cambridgeshire); Nova Iorque: Cambridge University
Press,
DATA: 1988
ASSUNTO: radiação gravitacional
AUTOR: Braginskii, V. B. (Vladimir Borisovich
TÍTULO: Quantum medição / Vladimir B. Braginsky e Farid Ya.
Khalili; editado por Kip S. Thorne.
Publ.: Cambridge (Inglaterra); New York, NY, E.U.A.: Cambridge
University Press,
ASSUNTO: A teoria quântica, física medições
AUTOR: Braginskii, V. B. (Vladimir Borisovich)
Sistemy s maloi dissipatsiei. Inglês
TÍTULO: Sistemas com pequenas dissipação / V.B. Braginsky, V.P.
Mitrofanov, V.I. Panov; editado por Kip S. Thorne e
Cynthia Eller; traduzido por Erast Gliner.
Publ.: Chicago: University of Chicago Press,
Formato: xii, 145 p. : Il. ; 24 cm. DATA: 1985
ASSUNTO: Harmonic osciladores - design e construção.
Medidas físicas
NOTAS: Tradução de: Sistemy s maloi dissipatsiei.
Inclui índice.
Título: buracos negros: a membrana paradigma / editado por
KIP S. Thorne, Richard H. preço, Douglas A. Macdonald.
Data / Fonte: New Haven: Yale University Press, 1986.
-------------------------------------------------- ------------------------
Seleccionado "memorável" papéis a partir do American Journal of física:
EU Condon, "Onde é que vivemos? Reflexões sobre unidades físicas e as
Constantes Universal ", 2 (2), 63-69 (1934).
VF Weisskopf, "Sobre a Teoria da Resistência Elétrica de Metais,"
11 (1), 1.12 (1943).
UE e Condon PE Condon, "Efeito das oscilações do processo sobre o
Taxa de um Watch ", 16 (1), 14-16 (1948).
GF Pake, "Fundamentos de Ressonância Magnética Nuclear Absorção 1,"
18 (7), 438-452 (1950); "Fundamentos de Ressonância Magnética Nuclear
Absorção II ", 18 (8), 473-486 (1950).
JH Van Vleck, "Landmarks da Teoria do Magnetismo", 18 (8) ,495-509
(1950).
Herbert Goldstein, "A Clássica Moção de um órgão de uma Rigid Cobrado
Campo magnético ", 19 (2), 100-109 (1951).
JC Slater, "The Theory of Electron Sólidos", 19 (6), 368-374 (1951).
LI Schiff, "Quantum Efeitos da Radiação de Aceleração
Relativistic Elétrons ", 20 (8), 474-478 (1952).
Kerson Huang, "On a Zitterbewegung do Dirac Electron", 20 (8), '
479-484 (1952).
F. Keffer, H. Kaplan, e Y. Yafet, "Spin Waves em ferromagnético e
Antiferromagnetic Materiais ", 21 (4), 250-257 (1953).
F.M. Purcell, "Magnetismo Nuclear", 22 (1), 1-8 (1954).
HG Dehmelt, "quadripolares Ressonância Nuclear", 22 (3), 110-120 (1954).
C. Kittel, "The Effective Missa de elétrons em Cristais", 22 (5),
250-252 (1954).
EJ Zimmerman, "Numérica em coincidências Microphysics e Cosmologia,"
23 (31), 136-141 (1955).
WH Furry, "Transformação Lorentz e da Thomas Precessão", 21 (8),
517-525 (1955).
CE Chase, "Ultrasonic Propagação de Hélio Líquido", 24 (3),
136-155 (1956).
CE Watson, "sobre as relações entre Luz e da electricidade" (um
tradução de Reinrich Hertz da palestra de Heidelberg 1889), 25 (6),
335-343 (1957).
EM Purcell, "Gravitação Torsion Balanço", 25 (6), 393-394 (1957).
Eisenbud Leonard, "On a Clássica leis do movimento", 26 (3), 144 --
159 (1958).
P. Morrison, "Natureza aproximado de Física Symmetrics", 26 (6),
358-368 (1958).
Bela G. Kolossvary ", Eotvos Balanço", 27 (5), 336-343 (1959).
Leon N. Cooper, "Teoria da supercondutividade", 28 (2), 91-101 (1960).
RH Dicke, "Experiência e à Eotvos gravitacional Red Shift," 28
(4), 344-347 (1960).
Gerald Holton, "sobre as origens da Teoria Especial da Relatividade,"
28 (7), 627-636 (1960).
F. Rohrlich, "Auto-Energia e à estabilidade do Clássica Electron," 28
(7), 639-643 (1960).
PW Bridgman, "Importância da Mach Princípio", 29 (1), 32-36 (1961).
Robert Weinstock, "Leis do Movimento Clássica. What's F? What's m? O que é
um?"
29 (10), 698-702 (1961).
T. Ouro, "A Flecha do Tempo", 30 (6), 403-410 (1962).
Robert W. Brehme, "A representação geométrica de Galileu e de Lorentz
As transformações ", 30 (7), 489-496 (1962).
David H. Frisch e James H. Smith, "Medição de Relativistic Time
Usando dilatação u-Mesons ", 31 (5), 342-355 (1963).
RH Dicke ", Cosmologia, Mach e Princípio da Relatividade", 31 (7), 500 --
509 (1963).
RS Shankland, "Michelson-Morley Experiment", 32 (1), 16-35 (1964).
Philip Morrison, "Menos pode ser mais", 32 (6), 441-457 (1964).
AL Schawlow, "Medir o comprimento de onda da luz com uma régua," 33
(11), 922-923 (1965).
Arthur Komar, "Fundamentos da Relatividade Especial e da forma do Big
RH Romer, "Angular Momentum Estático de campos electromagnéticos," 34
(9), 772-778 (1966); "electromagnética Angular Momentum", 35 (5),
445-446 (1967). Dipper, "33 (12), 1024-1027 (1965).
R. Gamba, "quantidades físicas em diferentes sistemas de referência segundo
a Relatividade ", 35 (2), 83-89 (1967).
Emerson M. Pugh e George E. Pugh, "Importância da Física Poynting
Estático, em Vector Fields ", 35 (2), 153-156 (1967).
RH Dicke, "Cosmic Gravitação e Física", 35 (7), 559-566 (1967).
0. L. Brill e B. Goodman, "Causalidade na Coulomb Gauge", 35 (9),
832-837 (1967).
Tiersten S. Martin, "Força de Mudança Momentum, e Motion", 37 (1),
82-87 (1969).
WH Furry, "Exemplos de Momentum Distributions no Electromagnética
Campo e em Matter ", 37 (6), 621-636 (1969).
Gerald Holton, "Einstein e os" Crucial "Experiência", 37 (10),
968-982 (1969)
Herman Erlichson, "Efeito Aharonov-Bohm e Quantum Efeitos sobre Cobrado
Partículas em Campo-Free Regiões ", 38 (2), 162-173 (1970).
F. 0. Schulz-Dubois, "pêndulo de Foucault Experiment por Kamerlingh Onnes
Perturbação Teoria e degenerada ", 38 (2), 173-188 (1970).
John Clarke, "O Efeito Josephson e e / h," 38 (9), 1071-1095 (1970).
Timothy H. Boyer, "Energia e Momentum no campo eletromagnético para
Cobrado
Passando Constant partículas com velocidades ", 39 (3), 257-270 (1971).
46-56 (1972).
S. Chandrasekhar, "On a" Derivation "Equações de Einstein's Field,"
40 (2), 224-234 (1972).
Barry R. Holstein e Arthur R. Swift, "A Relatividade Twins, em queda livre,"
40 (5), 746-750 (1972).
Henry Pierce Stapp, "A Interpretação de Copenhaga", 40 (8),
1098-1116 (1972).
N. Bloembergen, "O Conceito de temperatura na Magnetismo", 41 (3),
325-331 (1973). Roger Y. Tsien, "Imagens da Dynamic Electric Fields", 40 (1),
Julian Schwinger, "Precessão tetos da Relatividade Geral - Fonte Teoria
Derivações ", 42 (6), 307-510 (1974).
Julian Schwinger, "Spin-Precessão - Um Dinâmicos Discussão", 42 (6),
510-513 (1974).
Allan Franklin, "Princípio da inércia na Idade Média", 44 (6),
529-545 (1976).
Hans C. Ohanian, "Qual é o princípio da equivalência?" 45 (10),
903-909 (1977).
Frederik J. Belinfante, "Can individuais têm partículas elementares
propriedades individuais? "46 (4), 329-336 (1978).
Timothy H. Boyar, "energia potencial electrostática levando a um inercial
Massa mudar para um sistema de dois pontos encargos ", 46 (4), 383-385
(1978).
EJ Konopioski, "Qual o vetor potencial eletromagnético descreve,"
46 (5), 499-502 (1978).
D. Sidney Drell, "Quando é uma partícula?" 46 (6), 597-606 (1978).
Timothy H. Boyer, "electrostáticas levando a um potencial energético
massa gravitacional mudar para um sistema de duas taxas ponto, "
47 (2), 129-131 (1979).
Barry R. Holstein e Arthur R. Swift, "Elementar derivação do
radiação campo de cobrar uma acelerada ", 49 (4), 346-347 (1981).
PC Peters, "Onde está a energia armazenada em um campo gravitacional?"
49 (6), 564-569 (1981).
Robert H. Romer, "Moção de uma esfera sobre uma placa giratória inclinado,"
49 (10),
985-986 (1981).
Richard H. Crane, "Short pêndulo de Foucault. Uma forma de eliminar o
precesson devido a ellipticity ", 49 (11), 1004-1006 (1981).
M. Danos ", efeito Aharonov-Bohm. A mecânica quântica dos eléctricos
transformador ", 50 (1), 64-66 (1982).
Frank S. Crawford, "Elementar derivação do fluxo magnético quântica,"
50 (6), 514-516 (1982).
Robert Weinstock, "Desmantelar séculos-um velho mito: Newton Principia
e inversa-quadrado órbitas ", 50 (7), 610-617 (1982).
Frank S. Crawford, "Superball e tempo-inversão invariância", 50 (9),
856 (1982).
Robert C. Hilborn, "Einstein coeficientes, de secções transversais, f valores,
dipolo
momentos, e todos os que, "50 (11). 982-986 (1982).
Allen I. Janis, "simultaneidade e especiais relativistic cinemática," 51
(3), 209-2l3 (1983).
Hans C. Ohanian, "On a abordagem de electro-e magnetostatic
David N. Mermin, "sem luz Relatividade", 52 (2), 119-124 (1984).
Timothy H. Boyer, "Lorentz de transformação de energia e propriedades
ímpeto em sistemas electromagnéticos ", 53 (2), 167-171 (1985).
Tyler A. Abbott e David J. Griffiths, "Aceleração sem radiação,"
53 (12), 1203-1211 (1985).
Victor F. Weisskopf, "Busca de Simplicidade: Maxwell, Rayleigh, e
Mt. Everest ", 54 (1), 13-14 (1986).
MWp Strandberg ", completou relatividade restrita: A fonte de alguns
2s na magnitude dos fenómenos físicos ", 54 (4), 321-331 (1986).
Hans C. Ohanian, "O que é giro?" 54 (6), 500-505 (1986).
L. Lederman, "Unificação, grand unificação, e os
unidade da física ", 54 (7), 594-600 (1986).
ET Osypowski e Olason MG, "lsynchronous movimento no clássico
mecânica ", 55 (8), 720-725 (1987).
WM Saslow, "Electromechanical implicações da Lei de Faraday: Um problema
colecção ", 55 (11), 986-993 (1987).
Michael S. Morris e Kip S. Thorne, "Wormholes em spacetime e os seus
utilização de viagem interestelar: Uma ferramenta para o ensino de relatividade
geral, "
56 (5), 395-412 (1988).
Mark A. Heald, "Energia fluxo em circuitos com Faraday EMF," 56
(6), 540-547 (1988). equilíbrio ", 51 (11), 1020-1022 (1983).
David N. Mermin, "O incrível muitos coloridas relatividade motor," 56
(7), 600-6l1 (1988).
Timothy H. Bayer, "A força sobre um dipolo magnético", 56 (8),
688-692 (1988).
AR Janah, T. Padmanabhan, e TP Singh, "On Feynman da fórmula
para o campo eletromagnético de uma carga em movimento arbitrariamente, "
56 (11), 1036-1038 (1988).
Harold S. Zapolsky, "On a campos eléctricos produzidos por correntes estável,"
56 (12), 1137-1141 (1988).
M. Kugler, "Movimento em noninertial sistemas: teoria e demonstrações,"
57 (3), 247-251 (1989).
W. Zimmermann, Jr., "Uma onda de packet a descrição do movimento de uma
partícula carregada em um campo magnético uniforme ", 57 (7), 593-598
(1989).
Ray Skinner e John A. Weil, "Uma introdução às funções generalizadas
e sua aplicação ao ponto dipoles estática eletromagnética,
incluindo hiperfina interações ", 57 (9), 777-791 (1989).
S. Washburn, "condutância flutuações de loops de ouro", 57 (12)
1069-1078 (1989).
Hans Dehmelt, "Menos é mais. Experimentos com um indivíduo
partícula atômica em repouso no espaço livre ", 58 (1), 17-27 (1990).
Robert J. Birgenau, "Romance magnético fenómenos e de alta temperatura
lamelar supercondutividade em óxidos de cobre ", 58 (1), 28-4O (1990).
J. Freeman Dyson, "Feynman da prova da Maxwell equações", 58 (3),
209-211 (1990). Ver também observações por Norman Dombey, Robert W.
Brehme,
James L. Anderson, IE e Farquhar, 59 (l), 85-87 (1991).
Cyrus S. MacLatchy e Hugh A. Chipman, "A dinâmica método de medição
a carga induzida por um maestro ", 58 (9), 811-816 (1990).
G. Matteucci, "Electron ondulatórias comportamento: Um histórico e
experimental
introdução, "58 (12), 1143-1147 (1990).
-------------------------------------------------- ------------------
APEIRON selecionados artigos de revista.
Apeiron Magazine (apeiron@aei.ca)
4405 St-Dominique
Montreal, Quebec H2W 2B2 Canadá.
Apeiron Número 1 (setembro 1987)
* Henrik Broberg (Estocolmo) ^ Ö Particle Missa em um cosmológicos
Perspectiva
* Toivo Jaakkola (Universidade de Helsínquia Observatório) ^ s Ö Mach
Princípio e Propriedades de estrutura local
Apeiron Número 2 (fevereiro de 1988)
* Jean-Claude Pecker / Jean-Pierre VIGIER (Universidade de Paris) ^ Ö A
Possível mecanismo cansado-luz
Apeiron Número 3 (agosto 1988)
* D.F. Roscoe (Universidade de Sheffield) ^ Ö Gravitação como uma Inertial
Process
* Amitabha Ghosh (Indian Institute of Technology, Kanpur) ^ Ö
Velocidade-dependente inercial indução: Um caso de experimentação
Observação
Apeiron Número 5 (Fall 1989)
* S.V.M. Clube (Universidade de Oxford) ^ Ö Lorentzian Gravidade e
Cosmologia
Apeiron Número 8 (Outono 1990)
* Jacques Trempe (Montreal, Quebec) ^ Ö Leis de Propagação da Luz
Galileu espaço-tempo
* Thomas E. Phipps Jr. (urbana) ^ Ö Weber-tipo de Leis
Ação-a-um-Distância em Física Moderna
Apeiron Números 9.10 (Inverno-Primavera 1991)
* S.V.M. Clube (Departamento Astrofísica, Universidade de Oxford) ^ Ö Massa
A inflação como uma propriedade da matéria em repetida astrofísicos
Situações
* Amitabha Ghosh (Indian Institute of Technology, Kanpur) ^ Ö Velocity
Dependente inercial indução: Um possível mecanismo cansado-luz
* David Roscoe (Departamento de Matemática Aplicada, Sheffield
University) ^ Ö Gravity fora de Inércia
* Henrik Broberg (Djursholm, Suécia) ^ Ö Massa, Energia, Espaço
* Toivo Jaakkola (Universidade Observatório, Helsínquia) ^ Ö
Electrogravitational engate: argumentos teóricos e empíricos
Apeiron Número 12 (fevereiro de 1992)
* Zaman Akil (Kuwait City) ^ Ö Sobre a Constante de Gravitação
* André K.T. Assis (Universidade Estadual de Campinas, Brasil) ^ Ö On
Da Lei de Hubble Redshift, Paradoxo de Olbers e ao Cósmico
Antecedentes Radiação
* SC Tiwari (Banaras Hindu University, Varanasi, Índia) ^ Ö A
Natureza do Tempo
Apeiron Número 13 (junho 1992)
* André K.T. Assis (Universidade Estadual de Campinas, Brasil) ^ Ö Pelo
Absorção de Gravidade
* D.F. Roscoe (Universidade de Sheffield) ^ Ö o princípio da equivalência
Como conseqüência da Terceira Lei
* Joop F. Nieland (Arles sur Tech, França) ^ Ö Vácuo Refracção
Teoria da Gravitação
* H.E. Wilhelm (Universidade de Utah) ^ Ö Declaração de anómala
Indução unipolar, em Corotating Condutores-Modalidades pela Magnet
Galileu Electrodynamics
Apeiron Número 14 (setembro 1992)
* Thomas E. Phipps Jr. (urbana) ^ Ö contração de Lorentz
Campo de Coulomb: uma proposta experimental
* Peter Huber (Germanistisches Seminário, Universidade Heidelberg) ^ Ö
Será que a Velocidade da Luz Saque?
Apeiron Número 15 (Fevereiro 1993)
* H.E. Wilhelm (Universidade de Utah) ^ Ö Galilei covariante
Electrodynamics de mudar para a mídia com Applictions
As experiências de Fizeau e Hoek
* S.X.K. Howusu (Universidade de Jos, Nigéria) ^ Ö o confronto
Relatividade e entre o princípio da reciprocidade de Acção
* Henrik Broberg (norueguês Telecom, Oslo) ^ Ö Sobre a Origem Kinetic
Massa de
Aperion Número 16 (junho 1993)
* C.I. Mocanu (Instituto Politécnica de Bucareste, Romênia) ^ Ö é
Thomas Rotação um paradoxo?
* Zu Shaozhi e Xu Xiangqun (Pequim dispositivo de comando da investigação
Institute) ^ Ö Sobre a Relatividade da simultaneidade
* Martin Kokus (Hopewell, PA) e A.O. Barut, da Universidade de
Colorado) ^ Ö Sugestão de Unificar dois tipos de quantizadas
Redshift Astronómico de órgãos
Apeiron Número 17 (outubro 1993)
* Thomas E. Phipps Jr. (urbana) ^ Ö ampères tensão e
Leis de Newton
* S.X.K. Howusu (Universidade de Jos, Nigéria) ^ Ö Geral de Mecânica
Photon um órgão esférico no campo gravitacional de uma estacionária
Homogéneo
Apeiron Número 18 (Fevereiro 1994)
* Toivo Jaakkola (Tuorla Observatório, Turku, Finlândia) ^ Ö radiante
Dinâmicos e Implicações do Electrogravity
* Peter Huber (Universidade Heidelberg) ^ Ö A cosmológicos como Redshift
Efeito de uma Virtual Gravitação
* H.E. Wilhelm (Universidade de Utah) ^ Ö Fitzgerald contração, LARMOR
Dilatação, Lorentz Force, Particle Massa e Energia como invariantes de
Galileu Electrodynamics
* Adolphe Martin (Longueuil) ^ Ö Galileu a Einstein
Relatividade
Apeiron Número 19 (junho 1994)
* S.H. Kim (Universidade do Texas em Arlington) ^ Ö um não-Lorentzian
Força mais forte do que a Força Lorentz
* Constantin Antonopoulos (Universidade Tecnológica Nacional de
Atenas) ^ Ö A semântica do Espaço Absoluto
* P. Graneau (Universidade do Nordeste, Arlington) e AKT Assis
(Universidade de Campinas, Brasil) ^ Ö Kirchhoff sobre a Moção de
Electricidade em Condutores
* Peter F. Browne (Universidade de Manchester) ^ Ö Newtonianos Cosmologia
com Renormalized Ponto Zero-Radiação
Apeiron Número 20 (outubro 1994)
* V.A. Kuligin, G.A. Kuligina e M.V. Korneva (Universidade de
Voronezh, Rússia) ^ Ö Epistemologia e relatividade restrita
* G. Galeczki (Universidade de Köln) ^ Ö leis físicas e da Teoria da
* T. Chang (University of Alabama, Huntsville) ^ Ö A Formulação de
gravitacional da equação do movimento
Aperion Volume 2, Número 1 (janeiro 1995)
* Paul Marmet (Universidade de Otava) ^ Ö Origem dos 3 K Radiação
* Wen-Li Xiu (Universidade de Ciência e Tecnologia da China) ^ Ö On
da Relatividade de comprimentos e Times
Apeiron Volume 2, Número 2 (abril de 1995)
* Amitabha Ghosh (Indian Institute of Technology, Kanpur) ^ Ö
Dinâmicos inercial e indução do potencial energético problema
* C. Halton Arp (Max-Planck-Institut für Astrophysik) ^ Ö nova luz sobre
Redshift periodicidades
Apeiron Volume 2, Número 3 (julho 1995)
Reinterpretado
-------------------------------------------------- ------------------------ Relatividade
Especial * PF Browne (Universidade de Manchester) ^ Ö de Sitter Cosmologia
Os artigos e livros de Robert L. Próximo:
Autor (es): Cramer, John G. Encaminhar, Robert L. Landis, Geoffrey A.
Visser, M. Benford, G.
TÍTULO: Natural wormholes como lentes gravitacionais.
In: Physical Review-D: Partículas, Campos, Gravitação
Traversable wormholes, condição energia, tempo máquinas
MAR 15 1995 v 51 n 6 Page 3117
Autor (es): Encaminhar, R.L.
TÍTULO: Statite: Uma nave espacial que não órbita.
In: Revista de naves espaciais e foguetes.
SEP 01 1991 v 28 n 5 Page 606
Autor (es): Encaminhar, Robert
TÍTULO: Propulsão Espacial Avançada.
In: O Jornal do social, política, económica e s
Wint 1990 v 15 n 4 Page 387
Autor (es): Encaminhar, Robert L.
TÍTULO: Light-Levitated Geostationary cilíndricos Órbitas:
Correção e expansão.
In: O Jornal do astronautical ciências.
JUL 01 1990 v 38 n 3 Page 335
Autor (es): Encaminhar, Robert L.
In: Aerospace América.
JUL 01 1990 v 28 n 7 Page 60
Autor (es): Encaminhar, Robert L.
TÍTULO: Grey Solar Sails.
In: O Jornal do astronautical ciências.
APR 01 1990 v 38 n 2 Page 161
Autor (es): Encaminhar, Robert
TÍTULO: O poder do negativo questão: Será que o assunto com um negativo
Massa existe, algures no cosmos? Se não existir, teria
tornar o espaço ideal de unidade.
In: New Scientist.
MAR 17 1990 / 125 n 1708 Page 54
Autor (es): Encaminhar, R.L.
TÍTULO: Solar Photon Thruster.
In: Revista de naves espaciais e foguetes.
JUL 01 1990 v 27 n 4 Page 411 TÍTULO: Opções espaço propulsão.
Autor (es): Encaminhar, R.L.
TÍTULO: Negativo Propulsão assunto.
In: Revista de propulsão e de poder.
JAN 01 1990 / 6 n 1 Página 28
Autor (es): Encaminhar, R.L.
TÍTULO: Space Warps: Uma Revisão de um formulário de Propulsionless
Transportes.
In: JBIS; Oficial da Sociedade Britânica Interplanetários
NOV 01 1989 v 42 n 11 Page 533
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: negativos questão propulsão
In: julho 1988 AIAA Propulsão Conferência Conjunta,
Jornal de Propulsão e Power Vol. 6 N. º 1 pp 28-37
Autor (es): Robert L. Próximo e Joel Davis.
TÍTULO: espelho assunto: pioneiro antimatéria Física
Fonte: New York: Wiley, 1988.
Série: Wiley ciência edições
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Spin Drive para as estrelas
In: ANALOG, Abril de 1981, pp. 64-7o
AUTOR: Próximo, R.L.
TÍTULO: Far Out Física
In: Analog ficção científica / Ciência fato
Vol. 95, agosto 1975 páginas 147-166
TÍTULO: Bibliografia da viagem interestelar e de comunicação:
Abril 1977
AUTOR: Mallove, Eugene F. e Avançar, Robert L.
TÍTULO: Camelot 30k / 1993
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Dragon's ovo; Starquake / 1994
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: O vôo da libélula / 1985
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: indistinguível de magia: especulações e visões
do futuro / 1995
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Marooned em Eden / 1993
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Marciana arco-íris / 1991
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Mirror assunto: pioneiro antimatéria Física / 1988
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Um programa nacional para o espaço interestelar exploração. 1975
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Oceano sob o gelo / 1994
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: resgatados de paraíso / 1995
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Regresso a Rocheworld / 1993
TÍTULO: Rocheworld / 1990
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Starquake / 1986
AUTOR: Próximo, Robert L.
TÍTULO: Timemaster / 1992
AUTOR: Próximo, Robert L.
-------------------------------------------------- -------------------
Dr. Harold Aspden recentemente aposentado após muitos anos servindo como
da IBM
Agente patente na Europa. Ele é o descobridor da "Aspden Efeito" ou
inércia rotativa na fiação ímãs (NEN, Jan. 1995 e fevereiro). Dele
Ph.D. Tese envolvidos manifestações de anomalias de campos magnéticos
Livros e artigos por Harold Aspden:
AUTOR: Aspden, Harold.
TÍTULO: Gravitação / por Harold Aspden.
Publ.: Southampton, Eng. : Sabberton Publicações,
Formato: 78 p. ; 22 cm.
DATA: 1975
Sujeitas gravitação autor: em frente, Robert L.
ISBN: 0850560055. 0850560063
AUTOR: Aspden, Harold.
TÍTULO: Modern aether ciência.
Publ.: Southampton, Eng., Sabberton Publicações
FORMATO: 165 p. Ilust. 22 cm.
DATA: 1972
ASSUNTO éter (espaço)
ISBN: 0850560039 0850560047 (pbk)
AUTOR: Aspden, Harold.
TÍTULO: A necessidade de uma nova teoria da gravitação, por H. Aspden.
Publ.: Southampton (Hants.), Sabberton Publicações,
Formato: (1), p. 4 22 cm.
DATA: 1966
SÉRIE: Seu papel não Aether ciência. 1
ASSUNTO: Gravitação
Relatividade (Física)
AUTOR: Aspden, Harold.
TÍTULO: Física unificada / por Harold Aspden.
Publ.: Southhampton: Sabberton Publicações,
Formato: xi, 206 p. : Il. ; 22 cm.
DATA: 1980
ASSUNTO Unified campo teorias
ISBN: 0850560101
AUTOR: Aspden, Harold.
TÍTULO: Física sem Einstein.
Publ.: Southampton, Sabberton Publicações,
Formato: xiii, 224 p. Ilust. 23 cm.
DATA: 1969
ASSUNTO Física
ISBN: 850560012
Autor (es): Aspden, H.
TÍTULO (s): Anti Gravity Electronics.
Resumo: Reinterpretação da terceira lei de Newton do Movimento sugere
que ela depende de electrónica e de acção. Electronic
interacção, por isso, explica o paradoxo anti -
a força da gravidade propriedades transformados giroscópio.
In: Electronics & Wireless mundo.
95 JAN 01 1989 / n 1635 Página: 29
Autor (es): Aspden, H.
TÍTULO (s): Conservador hadron interações exemplificado pela
criação do kaon.
In: Hadronic Oficial.
MAIO 01 1989 v 12 n 3 Página: 101
Autor (es): Aspden, H.
TÍTULO (s): A energia Harwen radiação geração.
In: especulações em ciência e tecnologia.
1990 v 13 n 4 Página: 295
Autor (es): Aspden, H.
TÍTULO (s): Instantaneous electrodynamic retardado com potencial energético
transferência.
In: Hadronic Oficial.
NOV 01 1988 Página 6 / 11 n: 307
Autor (es): Aspden, H.
TÍTULO (s): especulações em energia: introdução editorial.
In: especulações em ciência e tecnologia.
1990 v 13 n 4 Página: 243
Autor (es): Aspden, H.
TÍTULO (s): A teoria do próton constantes.
In: Hadronic Oficial.
JUL 01 1988 v 11 n 4 Página: 169
-------------------------------------------------- ---------------------
Publicações seleccionadas por Leonard Parker
* No Momento magnético de uma partícula carregada em um Mudando
Campo magnético, Nuovo Cimento 408 99 (1965).
* Princípio e Equivalência Moção de um giroscópio, Physical Review
175, 1658 (1968).
* Moção de um Schwarzschild Campo I. Precessão de um Moving
Giroscópio, American Journal of Physics 37, 309 (1969).
* Mais rápido que a luz Inertial Molduras e Tachyons, Physical Review
188, 2287 (1969).
* Relatividade restrita e Transformações Diagonal (com G. Schmieg),
American Journal of Physics 38, 218 (1970).
* Matéria quantizadas Campos e impedir o Singularidades em
Relatividade Geral (com SA Fulling), Physical Review D7, 2357
(1973).
* Dois Métrica de Spinning Cobrado Fontes em equilíbrio (com R.
Ruffini e D. Wilkins), Physical Review D7, 2874 (1973).
* Campos escalar quantizadas em um universo fechado Anisotrópica (com B.
L. Hu e Fulling SA), Physical Review D8, 2377 (1973).
* Regularização adiabática da Energia-Momentum tensores de um
Quantizadas em Campo Espaços homogéneos (com SA Fulling),
Physical Review D9, 341 (1974).
* Renormalização na Teoria da quantizadas um campo escalar
Interagindo com um spacetime Robertson-Walker (com SA
Fulling), Annals of Physics (NY) 87, 176-203 (1974).
* Análise e adiabática renormalização em Semiclassical
Teoria Gravitação (com SA Fulling), Boletim Americana
19 Física Sociedade 108 (1974).
* Conforme Energia-Momentum tensores nos torto Space-Time: adiabática
Regularização e renormalização (com SA Fulling e BL
Hu), Physical Review D10, 3905 (1974).
* Solução das Equações de Einstein-Maxwell Dois Desigualdade
Fontes de fiação em equilíbrio (com RA Kobiske), Física
Review D10, 2321 (1974).
* A interacção da gravidade com quantizadas Campos (com SA
Fulling), premiado redação, Gravity Research Foundation Awards,
1974.
* Novos desenvolvimentos na teoria da gravidade interagindo com um
Quantizadas Campo, Jornal da Relatividade Geral e Gravitação 6,
21 (1975).
* Nonlinear gravitacional Efeitos e Magnetic Monopoles, Física
Review Letters 34, 412 (1975).
* Criação quantizadas Campos e Partículas em torto espaço-tempo (66
páginas), em Proceedings do Segundo Simpósio Latino-Americano sobre
Relatividade e Gravitação (Universidad Simón Bolívar, Caracas,
1976).
Campos (120 páginas), em Actas do Colóquio sobre assimptóticos
Propriedades do Espaço-Tempo (Plenário Publishing Corp, Nova Iorque,
1977), editores, p. Esposito e L. Witten.
* Angular Momentum e Dirac Charge quantização em torto
Spacetime, (com J. Friedman e S. Mayer), Physical Review D17,
1957 (1978).
* Aplicada Gravidade Quântica: Aplicações da Semiclassical Theory,
nos no caminho de Albert Einstein, editado por B. Kursunoglu, A.
Perlmutter, e LF Scott (Plenário Press, New York, 1979), pp.
145-166.
Cosmologia, selecionados reprodução, editado pela LC Shepley e AA
Brook, N.Y., 1979).
* Em renormalização de phi ^ 4 Field Theory em torto spacetime I,
(com TS Bunch e P. Panangaden), Jornal de Física A13, 901
(1980)
1559 (1980). * A produção de Elementary Particles por fortes campos
gravitacionais * quantizadas Matter ... (com SA Fulling), reimpresso em
Strassenburg (Associação Americana de Física Professores, Stony * Um
Electron-Atom em torto spacetime, Physical Review Letters 44, * O One-
Electron Atom como uma sonda de spacetime curvatura, Física
Review D22, 1922 (1980).
* Auto-Forças e Átomos em campos gravitacionais, Physical Review
D24, 535 (1981).
* A Atom como uma sonda de spacetime torto, Jornal do general
Relatividade e Gravitação 13, 307 (1981).
* Gravitacional Perturbação do espectro de hidrogênio (com LO
Pimentel), Physical Review D25, 3180 (1982).
* Gravidade Quântica 2 (crítica literária), Science 217, 346 (1982).
* Remote Mecânica Quântica Detecção de Radiação gravitacional,
(com TK Leen e LO Pimentel), Relatividade Geral e
Gravitação 15, 761-776 (1983).
* Renormalização e Montanhismo de não-abelianos Gauge Fields, em torto
Kikkawa, N. Nakanishi, e H. Nariai (Springer-Verlag, Berlin,
1983), pp. 96-100.
* Gravitacional perturbações do átomo de hidrogênio, em Proceedings
Marcel Grossmann da Terceira Reunião sobre Relatividade Geral,
editado por Hu Ning (Ciência e Norte de Imprensa-Holland Publishing Co.,
New York, 1983).
* Effective Acoplamentos em alta curvatura, em Actas do
Workshop sobre Induzida Gravitação, Erice, Itália (Setembro 1983).
* Análise de renormalização grupo Grand Unified teorias em curvo
Spacetime (com DJ Toms), Physical Review D29, 1584-1608
(1984).
* Effective Acoplamentos de Grand Unified Theories em torto spacetime,
(com DJ Toms), Physical Review Letters 52, 1269 (1984).
* Alguns Aspectos cosmológicos da Gravidade Quântica, da Teoria Quântica em
Gravidade, editado por SM Christensen (Adam Hilger Ltd., Bristol,
1984), pp. 89-102 (convidados volume de papel em homenagem ao 60o
aniversário de S. B. DeWitt).
* Curvatura Dependência do Renormalized Acoplamento Constantes,
Fundamentos de Física 14, 1121 (1984) (convidados para a emissão de papel
homenagem ao 75o aniversário da Nathan Rosen).
* Effective Acoplamento Constantes e GUT's, no início dos anos Universo, em
Espaço interior / espaço exterior, a interface entre cosmologia e
Física de Partículas, editado por W. Kolb E. et al. (Universidade de
Chicago Press, Chicago, 1985).
* Modelos de neutrões girando rapidamente Estrelas (com JL anJ Friedman.
R. Ipser), Nature 312, 255 (1984).
* Gravidade e Grand Unified Theories (com DJ Toms), General
Relatividade e Gravitação 17, 167 (1985).
* Novo formulário para o Coincidência Limite propagador de Feynman, ou Heat
Kernel, em torto spacetime (com DJ Toms), Physical Review
D31, 953 (Rapid Communications) (1985).
* Explícito Curvatura Dependência do Acoplamento Constantes (com DJ
Toms), Physical Review D31, 2424 (1985). Espaço-Tempo, em Gauge Theory e
Gravitação, editado por K.
* Comprovante de resumir Forma da boa-Time de propagador de Expansão
Torto espaço-tempo (com Jack I.), Physical Review D31, 2439
(1985).
* Curvatura-Induzida assimptóticos Liberdade (com E. Calzetta e I.
Jack), Physical Review Letters 55, 1241 (1985).
* Renormalização grupo e não-local Termos do torto-spacetime
Uma acção eficaz (com DJ Toms), Physical Review D32, 1409
(1985).
* Rotação Rápida Modelos estrela de nêutrons (com JL e J. Friedman
R. Ipser), astrofísicos Journal 304, 115-139 (1986).
* Quantum Gauge Campos com Alto curvatura (com E. Calzetta e I.
Jack), Physical Review D33, 953-977 (1986).
* Métodos de renormalização Grupo torto spacetime (com DJ
Toms), em Quantum Field Theory and Quantum Estatística, editado por I.
A. Batalin, CJ Isham, e GA Vilkowisky (papel para convidados
volume em homenagem ao 60o aniversário do Soviética Físico EJ
Fradkin) (Adam Hilger Ltd., Bristol, 1988).
* Gravitacional Particle Produção na formação de Cosmic
Strings, Phys. Rev. Cartas 59, 1369 (1987).
* Dois gravitacional Singularidades e Interações-Corpo, em
Fenômenos não-lineares em Relatividade e Cosmologia, editores, JR
BUCHLER et al. (New York Academy of Sciences, vol. 631, New York,
1991), 31-39.
* Ultrarelativistic Bose-Einstein, no Einstein
Condições Universo e da Energia (com Zhang Yang), Phys. Rev. D44,
2421-2431 (1991).
* Relativistic condensação como uma fonte de inflação (com Yang
Zhang), Phys. Rev. D47, 416 (1993).
* Einstein Equações com Quantum Correcções reduzida a Segunda
Ordem, Phys. Rev. D47, 1339 (1993) (com J. Simon).
* Físicas soluções de Semiclassical General Relativistic modelos
Quantum com Corrrections, em Tópicos em Gravidade Quântica e
Para lá, Ensaios em homenagem a Louis Witten sobre sua aposentadoria,
editores, F. Mansouri e JJ Scanio, (World Scientific,
Singapura, 1994).
* Atomic Spectra no campo gravitacional de um Collapsing Prolate
Esférica (com D. Vollick e I. Redmount), Phys. Rev. D
(Apresentado 1994).
* Físicas distinção entre os Estados em alternativa vácuo Flat
Spacetime (com S. Winters-Hilt e I. Redmount), Phys. Rev. D
(Apresentado 1994).
-------------------------------------------------- ----------------------
Publicações por Matt Visser (visser@kiwi.wustl.edu)
http://www.physics.wustl.edu/ ~ Visser / homepage.html
Charge nonconserving decai em matéria ordinária.
Physical Review D24 (1981) 2542 - 2544.
No que diz respeito à massa do fotão.
Física cartas B109 (1982) 373 - 374.
Aspectos da Supersimetria quebrando.
Lawrence Berkeley Laboratory Report, LBL - 18189, setembro de 1984.
[Ph.D. Tese]
O grau de topológica supersymmetric quirais modelos.
Physical Review D32 (1985) 510 - 512.
Algumas das generalizações O'Raifeartaigh modelo.
A18 Oficial da Física (1985) L979 - L982.
Uma classe de exóticas kaluza - Klein modelos.
Física cartas B158 (1985) 22 - 25.
Um modelo sem supergravity elementar bitola singlets.
Física cartas B160 (1985) 77 - 80.
Número de famílias na massless Férmion superstring theory. Com Itzhak Bares
Física cartas B163 (1985) 118 - 122.
Ajustando a constante cosmológica, em N = 1 supergravity.
Física cartas B165 (1985) 289 - 291.
Árvore nível espectros de massa no sector observáveis.
Nuclear Physics B271 (1986) 53 - 60.
Férmion famílias em superstring theory. Com Itzhak Bares
Os processos do Oregon reunião, realizada em 1985 Reunião anual da
Divisão de Partículas e Campos da Sociedade Americana Física,
editado por: R. Hwa,
(World Scientific, Singapura, 1986), pp. 829 - 834.
Débeis intermédio leque de forças de dimensões superiores. Com Itzhak Bares
Physical Review Letters 57 (1986) 25 - 28.
Débeis forças e gravidade. Com Itzhak Bares
Relatividade Geral e Gravitação 19 (1987) 219 - 223.
[Este ensaio foi atribuído o segundo prémio no Concurso Ensaio 1986
patrocinado pela Gravity Research Foundation.]
Débeis forças. Com Itzhak Bares
in: Anais do Congresso Internacional de 23'rd
High Energy Physics, Berkeley, julho de 1986,
editado por: S. C. Loken,
(World Scientific, Singapura, 1987), volume 2, pp. 1032 - 1037.
Um guia para os dados na partícula elementar física.
(como parte da colaboração Berkeley Particle Data Group)
Lawrence Berkeley Laboratory Report, LBL - 90 (revista), UC - 34D,
Setembro de 1986.
Está faltando o `massa 'realmente faltando?
Relatividade Geral e Gravitação 20 (1988) 77 - 81.
[Este ensaio foi atribuída uma menção honrosa no Concurso Ensaio 1987
patrocinado pela Gravity Research Foundation.]
Determinantes da onda conforme operadores em quatro dimensões.
Com Steve Blau e Andreas Wipf
Física cartas B209 (1988) 209 - 213.
Zeta funções e as Casimir energia.
Com Steve Blau e Andreas Wipf)
Nuclear Physics B310 (1988) 163 - 180.
Determinantes, Dirac operadores, e um - loop física.
Com Steve Blau e Andreas Wipf
International Journal of Modern Physics A4 (1989) 1467 - 1484.
Um modelo clássico para o elétron.
Física cartas A139 (1989) 99 - 102.
Traversable wormholes: Alguns exemplos simples.
Physical Review D39 (1989) 3182 - 3184.
Nuclear Physics B328 (1989) 203 - 212.
Wormholes, baby universos, e de causalidade.
Physical Review D41 (1990) 1116 - 1124.
Mecânica quântica estabilização de Minkowski assinatura wormholes.
Física cartas B242 (1990) 24 - 28.
[Com base em uma palestra dada na Wormshop ` ', Fermilab, maio de 1989.]
Quantum wormholes em Lorentzian assinatura.
in: Proceedings da reunião Rice, a reunião de 1990
Divisão de Partículas e Campos da Sociedade Americana Física, Traversable
wormholes de Schwarzschild spacetimes cirurgicamente modificados.
editado por: B. Bonner e H. Miettinen,
(World Scientific, Singapura, 1990), volume 2, pp. 858 - 860.
superhamiltonian e constrangimentos.
Physical Review D42 (1990) 1964 - 1972.
Quantum wormholes.
Physical Review D43 (1991) 402 - 409.
Wheeler - DeWitt gravidade quântica em (2 +1) dimensões.
in: Além do Modelo Padrão II: Proceedings do
Conferência Internacional em alta energia física,
Norman, Oklahoma, 1 - 3 de Novembro de 1990,
editado por: Milton KA, R. Kantowski, MA e Samuel,
(World Scientific, Singapura, 1991), pp. 354 - 359.
Wheeler wormholes topologia e mudança: uma análise minisuperspace.
Física Moderna cartas A6 (1991) 2663 - 2667.
[Com base em um ensaio que foi atribuída uma menção honrosa em 1990 o
Ensaio
Concurso patrocinado pela Gravity Research Foundation.]
Analytic resultados para a acção eficaz.
Com Steve Blau e Andreas Wipf
International Journal of Modern Physics A6 (1991) 5409 - 5433.
Dirty buracos negros: Termodinâmica e Estrutura horizonte.
Physical Review D46 (1992) 2445 - 2451.
> De wormhole a máquina do tempo:
Observações sobre Hawking cronologia da protecção conjecturas.
Physical Review D47 (1993) 554 - 565.
Van Vleck determinantes:
Geodésica e defocussing centrado na Lorentzian spacetimes.
Physical Review D47 (1993) 2395 - 2402.
Radiação Hawking: Uma perspectiva Física de Partículas.
Física Moderna cartas A8 (1993) 1661 - 1670.
Dirty buracos negros: Entropia versus área.
Physical Review D48 (1993) 583 - 591.
Dirty buracos negros: Entropia como uma superfície prazo.
Physical Review D48 (1993) 5697 - 5705. Canonically quantizadas gravidade:
Disentangling a supermomentum
Lateral vaga contribuições para a baixa - altitude radar propagação factor.
Com Gerald Gilbert e Eric Raiten
Radio Science 29 (1994) 483 - 494.
Hawking cronologia da protecção conjectura:
Singularidade estrutura do quantum stress - tensor energia.
Nuclear Physics B416 (1994) 895 - 906.
Van Vleck determinantes: Traversable wormhole spacetimes.
Physical Review D49 (1994) 3963 - 3980.
Natural wormholes como lentes gravitacionais.
Com John Cramer, Robert Próximo, Michael Morris, Gregory Benford,
e Geoffrey Landis
Physical Review D51 (1995) 3117 - 3120.
Escala anomalias implica violação da média da energia nulo condição.
Física cartas B349 (1995) 443 - 447.
Lorentzian Wormholes --- de Einstein a Hawking.
Comprida técnico monografia.
American Institute of Physics Press, julho de 1995.
Propagação acústica em fluidos:
Um exemplo de inesperado Lorentzian geometria.
gr-qc/9311028; gr-qc@xxx.lanl.gov.
Submetidos para publicação.
Thin-shell wormholes: Linearização estabilidade
Com Eric Poisson)
gr-qc/9506083; gr-qc@xxx.lanl.gov
Submetidos para publicação.
Novo livro de Matt Visser. Publicado 1995
"Lorentzian Wormholes --- de Einstein a Hawking",
por Matt Visser (Washington University, em St. Louis).
American Institute of Physics Press (Woodbury, New York).
ISBN 1-56396-394-9
412 páginas (incluindo índice e 38 números); hardback;
E.U. $ 59,00 (US $ 47,20 para E.U. APS / AIP membros).
A fim --- Voz: 1-800-809-2247; FAX: 1-802-864-7626.
Tabela de conteúdo:
0 Prefácio Capítulo VII
Parte I --- 1 Antecedentes
Capítulo 1 Introdução 3
Capítulo 2 relatividade geral 9
Capítulo 3 Teoria Quântica campo 31
Capítulo 4 Unidades e natural escalas 39
Parte II - História 43
O capítulo 5 Einstein - Rosen ponte 45
Capítulo 6 spacetime espuma 53
O Capítulo 7 Kerr wormhole 75
Capítulo 9 wormhole taxonomia 89
Capítulo 10 interregno 95
Parte III - 97 Renascença
Capítulo 11 Traversable wormholes 99
Capítulo 12 Energia condições 115
Capítulo 13 Engenharia considerações 137
Capítulo 14 Thin conchas: formalismo 153
Capítulo 15 Thin conchas: Wormholes 165
Capítulo 16 topológicos censura 195
Parte IV - 201 Tempo de viagem
Capítulo 17 Cronologia: noções básicas 203
Capítulo 18 De wormhole a máquina do tempo 227
Capítulo 19 Resposta às paradoxos 249
Parte V --- efeitos quânticos 277
Capítulo 20 Semiclassical gravidade quântica 279
Capítulo 21 van Vleck determinantes: formalismo 295
Capítulo 23 Singularidade estrutura 333
Capítulo 24 Minisuperspace wormholes 347
Parte VI - Reprise 367
Capítulo 25 Onde é que estamos 369
-------------------------------------------------- ----------------------
Outros artigos sobre wormholes:
Autor (es): KAR, Sayan Sahdev, Deshdeep
TÍTULO (s): Restrita classe de traversable wormholes com traceless
assunto.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
JUL 15 1995 v 52 n 4 Page 2030
Autor (es): Wang, Anzhong Letelier, Patricio S.
TÍTULO (s): Dinâmicos Wormholes energia e Condições.
In: Progresso da física teórica.
JUL 01 1995 v 94 n 1 Page 137
Autor (es): Clement, Gerard
TÍTULO (s): wormhole cordas cósmicas.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
JUN 15 1995 v 51 n 12 Page 6803 Capítulo 8 A constante cosmológica 81
Autor (es): Cramer, John G. Encaminhar, Robert L. Landis, Geoffrey A.
TÍTULO (s): Natural wormholes como lentes gravitacionais.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
MAR 15 1995 v 51 n 6 Page 3117
Autor (es): Agnese, A. La G. Câmara, M.
TÍTULO (s): Wormholes no sêmeas-Dicke teoria da gravitação.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
FEB 15 1995 v 51 n 4 Page 2011
Autor (es): Cadoni, Mariano Cavaglia, Marco
TÍTULO (s): cosmológicos e wormhole em soluções de baixo consumo
energético eficaz
string teoria.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
NOV 15 1994 v 50 n 10 Page 6435
Autor (es): Cavaglia, Marco
TÍTULO (s): Quantum electromagnética wormholes e geométricas
descrição da carga elétrica.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
OCT 15 1994 v 50 n 8 Page 5087
Autor (es): Singh, Harvendra
TÍTULO (s): Magnetic wormholes vértice e operadores.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
OCT 15 1994 v 50 n 8 Page 5033
Autor (es): Li, Xin-zhou
TÍTULO (s): dimensionalmente continuou wormhole soluções.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
SEP 15 1994 v 50 n 6 Page 3787
Autor (es): Marugan, G.A. Mena
TÍTULO (s): Bases de wormholes em cosmologia quântica.
In: Clássica e gravidade quântica.
SEP 01 1994 v 11 n 9 Página: 2205
Autor (es): Ridgway, S. Alexander
TÍTULO (s): S1xS2 wormholes e topológica charge.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
JUL 15 1994 v 50 n 2 Page 892
Autor (es): Cavaglia, Marco de Alfaro, Vittorio de Felice, Fernando
TÍTULO (s): Anisotrópica wormhole: tunelamento no tempo e no espaço.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
JUN 15 1994 v 49 n 12 Page 6493
Autor (es): Cotsakis, Spiros Leach, Peter Flessas, George
TÍTULO (s): Minimamente acoplado campo escalar wormholes.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
JUN 15 1994 v 49 n 12 Page 6489
Autor (es): Visser, Matt
TÍTULO (s): van Vleck determinantes: Traversable wormhole spacetimes.
In: Physical Review d: partículas, campos, gravitat
APR 15 1994 v 49 n 8 Page 3963
Autor (es): Hochberg, David Kephart, Thomas W.
TÍTULO (s): Can Semi-Clássica Wormholes resolver os cosmológicos
Horizon Problema?
In: relatividade geral e gravitação.
Autor (es): KAR, Sayan Sahdev, Deshdeep Bhawal, Biplab
TÍTULO (s): escalar ondas de um wormhole geometria.
In: Physical Review d: partículas e campos.
JAN 15 1994 v 49 n 2 Page 853
Autor (es): Khatsymovsky, V.
TÍTULO (s): Pode existir wormholes?
In: Física letras. [lado b].
JAN 13 1994 / 320 n 3 / 4 Page 234
Autor (es): Kim, S.W. Lee, H. Kim, S.K.
TÍTULO (s): (2 +1)-dimensional Schwarzschild-de Sitter wormhole.
In: Física letras: [parte A]
DEC 20 1993 / 183 n 5 / 6 Page 359
Autor (es): Liu, Liao
TÍTULO (s): wormhole vácuo criado a partir de flutuação.
In: Physical Review d: partículas e campos.
DEC 15 1993 v 48 n 12 Page R5463
Autor (es): Gonzalez-Diaz, P.F.
TÍTULO (s): O conjugado bitola wormhole vértice.
In: Física letras: [Parte B]
NOV 04 1993 / 317 n 1 / 2 Página 36
Autor (es): Tem-gen, Shen
TÍTULO (s): Quantum wormhole com campo escalar conforme.
In: chinês astronomia e astrofísica.
OCT 01 1993 v 17 n 4 Page 401 FEB 01 1994 v 26 n 2 Page 219
Autor (es): Azreg-Ainou, Mustapha Clement, Gerard
TÍTULO (s): Estabilidade do kaluza-Klein wormhole Soliton.
In: relatividade geral e gravitação.
SEP 01 1993 v 25 n 9 Page 881
Autor (es): Roman, Thomas A.
TÍTULO (s): inflacionar Lorentizian wormholes.
In: Physical Review. D, partículas e campos.
FEB 15 1993 v 47 n 4 Page 1370
Autor (es): Coule, D.H.
TÍTULO (s): Wormholes arbitrário com engate épsilon.
In: Clássica e gravidade quântica.
NOV 01 1992 / 9 n 11 Page 2353
TÍTULO (s): Dois kaluza-Klein wormhole Solutions.
In: astrofísica e ciência espacial.
MAR 01 1992 / 189 n 1 Página 5
Autor (es): Bellucci, O'Reilly S, D
In: Física Nuclear. B.
OCT 21 1991 / 2 Page 364 n 495
Autor (es): Moffat, J.W. Svoboda, T.
TÍTULO (s): Traversible wormholes e as energias negativas-stress -
problema na teoria não stymmetric gravitacional.
In: Physical Review. D, partículas e campos.
JUL 15 1991 v 44 n 2 Page 429
Autor (es): de Sabbata, Venzo Sivaram, C.
TÍTULO (s): torsão, Wormholes, eo problema do cosmológicos
Constant.
In: International Journal of física teórica.
FEB 01 1991 v 30 n 2 Page 123
-------------------------------------------------- -----------------------
Antecedentes Física referência livros:
QC178: D41
de Sabbata, Venzo
Spin e torsão no gravitação. Por Venzo de Sabbata e C.
Sivaram. World Scientific, 1994. 313p. Autor (es): Wang, Jin TÍTULO (s):
Wormholes e de partículas carregadas.
QCD161: T88
Troshin, S.M.
Spin fenômenos em interações partícula. Por S.M. Troshin
e N.E. Tyurin. World Scientific, 1994. 211p.
QCD161: S921: 1992
Simpósio Internacional sobre High Energy Physics Spin, 10 ª (35 ª
Yamada Conference), Nagoya, Japão, Nov 9-14 1992.
FRONTEIRAS DA ENERGIA DE ALTO SPIN Física: processo.
Editado por T. Hasegawa, N. Horikawa, A. Masaike, S. Sawada. Universal
Academy Press, 1993. 950p. (Fronteiras Ciência série, 6)
QCD125: I5: 1991
International Conf. em Spin e isospin em Interações Nucleares,
Telluride, CO, Mar 11-15, 1991.
SPIN E NUCLEAR NA isospin INTERACÇÕES: processo.
Editado por Scott W. Wissink, Charles D. Goodman, George E. Walker.
Plenum Press, 1991. 535p.
QCD125: W6
Wolf, Dieter
Spin spin nuclear temperatura e relaxamento em questão: básico
princípios e aplicações. Por Dieter Wolf. Clarendon Press, 1979.
462p. (O International série de monografias sobre Física)
QCD161: S921: 1990: V.2
Workshops sobre polarizada Electron fontes e Electron spin
Polarímetros, Siberian Cobras e polarização na Circular Machines,
Polarizada Gas Solid Metas Metas e polarizado, Bonn, Alemanha,
Sep 1990. Springer-Verlag.
QC611: T5
Tilley, David R.
SUPERFLUIDITY e supercondutividade. Por David R. Tilley
e John Tilley. Wiley, 1974. 262p.
QC611: L6
Londres, Fritz
Superfluídos. 2d rev. ed. Por Fritz Londres. Dover, 1960.
QC611: D6
Donnelly, R.J.
EXPERIMENTAL SUPERFLUIDITY. Por R.J. Donnelly. Univ. de
Chicago Press, 1967. 264p.
Palestras dadas na Univ. de Chicago, Inverno 1966.
QC278: L3
Lane, Cecil T.
SUPERFLUID física. Por Cecil T. Lane. McGraw-Hill, 1962.
226p.
QCD125: I5: 1982
Conferência Internacional sobre a Rodada Excitations nos Núcleos, Telluride,
Colo., Mar 25-27, 1982.
SPIN EXCITATIONS IN núcleos: processo. Editado por F.
Petrovich, et al. Plenum Press, 1984. 658p. (C82/03/25.2)
QC173: C59
Cohen-Tannoudji, C.
Átomos em campos electromagnéticos. Por C. Cohen-Tannoudji.
World Scientific, 1994. 670p. (World Scientific Series em
Atómica, Molecular and Optical Physics, v. 1)
QA871: S5
E ondas fortes oscilações na gravitacional e
Campos electromagnéticos. Por unha R. Sibgatullin. Springer -
Verlag, 1991. 362p. (Textos e monografias em Física)
Tradução do russo um livro publicado em 1984.
QC760: H4
Herlach, F.
ULTRASTRONG e fortes campos magnéticos e suas
PEDIDOS. Editado por F. Herlach. Springer-Verlag, 1985.
362p. (Tópicos de Física Aplicada, v. 57)
QC760: I5: 1982
Simpósio Internacional de Alto Campo Magnetismo, Osaka, Japão, Sep
13-14, 1982.
ALTO CAMPO magnetismo: processos. Editado por M. Data. Norte -
Holland, 1983. 348p. (C82/09/13.2)
QC760: P31
Parker, E.N.
COSMICAL campos magnéticos: sua origem e sua actividade.
Por E.N. Parker. Clarendon Press, 1979. 841p. (International
série de monografias sobre Física)
QC760: I5: 1979
Conferência Internacional sobre Megagauss campo magnético e de geração
Tópicos relacionados, 2a, Washington, DC, 30 de maio - 1 de Junho de 1979.
MEGAGAUSS física e tecnologia: processo. Editado por Sibgatullin, nas unhas R.
Peter J. Turchi. Plenum Press, 1980. 683p.
QC760: P3
Parkinson, David H.
A geração de campos magnéticos elevados. Por David H.
Parkinson e Brian E. Mulhall. Plenum Press, 1967. 165p.
(International Series Criogenia Monografia)
QC760: K5
Knoepfel, Heinz
ALTO campos magnéticos pulsantes: efeitos físicos e de geração
métodos relativos pulsado campos até a meg por Heinz
Knoepfel. North-Holland, 1970. 372p.
QC711: G4
Gekker, I.R.
Interacção dos campos electromagnéticos com forte plasmas.
Por I.R. Gekker. Clarendon Press, 1982. 324p. (Estudos em Oxford
Física)
Tradução do russo um livro publicado em 1978.
QC670: H28
Harrington, Roger F.
TIME - HARMÓNICAS campos electromagnéticos. Por Roger F.
Harrington. McGraw-Hill, 1961. 480p. (McGraw-Hill Elétrica e de
QCD161: S23
Sachs, Robert G.
A física de tempo inversão. Por Robert G. Sachs. Univ. de
Chicago Press, 1987. 309p.
Baez, John
GABARI CAMPOS, nós, ea gravidade. Por John Baez e Javier
P. Muniain. World Scientific, 1994. 465p. (Série sobre nós e
Tudo, v. 4)
QC518: Y3
Yaghjian, Arthur D.
RELATIVISTIC à dinâmica de uma esfera CARGO: actualizar a
Lorentz - Abraham modelo. Por Arthur D. Yaghjian. Springer-Verlag,
1992. 115p. (Palestra Notas de Física: Nova Série: monografias,
M11)
QC670: M65 Electronic Engineering Series) QCD161: B13
Moore, J.
aplicações. Editado por J. Moore e R. Pizer. Wiley, 1984. 398p.
(Engenharia Elétrica e Eletrônica estudos de investigação, Antenas
série, 4)
QC670: K6
RELATIVISTIC partículas e de campos electromagnéticos. Por
Emil J. Konopinski. McGraw-Hill, 1981. 626p. (International
QC670: P6
Post, E. J.
ESTRUTURA DA FORMAÇÃO electromagnetismo: geral e covariância
electromagnetismo. Por J. E. Post. Interscience, 1962. 204p.
(Série em Física)
QC661: R6
Eletrônica não linear - onda interação fenómenos. Por
Joseph E. Rowe. Academic Press, 1965. 591p. (Electrical Science
Série)
QC670: G7
Grimes, Dale M.
Eletromagnetismo e teoria quântica. Por Dale M. Grimes.
Academic Press, 1969. 151p.
QC518: M31
Maxwell, James Clerk
Os trabalhos científicos de James Clerk Maxwell. Por James
Clerk Maxwell. Dover, 1965.
2v em 1
QC518: M3: 1891
Maxwell, James Clerk
Um tratado de eletricidade e magnetismo. 3d ed. Por James
Clerk Maxwell. Dover, 1892.
2v.
QC518: L3
Landau, Lev Davidovich
Landau e E. M. Lifshitz. Pergamon Press, 1960. 417p. (Curso
de Física Teórica, v. 8) MOMENTO EM MÉTODOS electromagnetismo: técnicas e
Konopinski, Emil J. série de Física Pura e Aplicada) Rowe, Joseph E.
ELECTRODYNAMICS CONTÍNUA DE MEDIA. Por Lev Davidovich
Tradução de um livro russo.
QC6: T6
Tolman, Richard C.
Relatividade, termodinâmica E cosmologia. Por Richard C.
Tolman. Clarendon Press, 1934. 502p.
TK3401: B31
Bartnikas, R.
ENGENHARIA dielétricos: v. 2a: eléctricas do
sólido materiais isolantes: estrutura molecular Editado por R.
Bartnikas e R.M. Eichhorn. American Soc. Materials Testing, 1983.
721p. (ASTM Publicação Especial Técnico, 783)
TK3401: M3
(Massachusetts Inst. Do Tech., Cambridge. Lab. Isolação para
Investigação).
Constante dielétrica e perda de dados. Por William B. Westphal
Aina e Sils., 1972. 224p. (AFML-TR-72-39)
TK7835: S33
Schlicke, Heinz M.
Essentials DIELECTROMAGNETIC DE ENGENHARIA: uma introdução
para a reflexão na e da utilização de ferrites e alta permittivi
Por M. Heinz Schlicke. Wiley, 1961. 242p.
TK3421: S3
Saums, Harry L.
Materiais para isolamento elétrico e dielétrico funções.
Por Harry L. Saums e Wesley W. Pendelton. Hayden, 1973. 340p.
TK3421: B5
Birks, J.B.
Modernos materiais dielétricos. Editado por J. B. Birks. Heywood,
1960. 253p.
TK3401: Z3
Zaky, A.A.
Dielétricos sólidos. Por A.A. Zaky e R. Hawley. Dover, 1970.
106p. (Física Estado Sólido série)
TK3401: V63
Von Hippel, Arthur R.
Dielétricos e ondas. Por Arthur R. Von Hippel. Wiley, 1954.
284p.
TK3401: V6
Von Hippel, Arthur R.
Materiais dielétricos e aplicações: papéis por 22
contribuintes. Editado por Arthur R. Von Hippel. Wiley, 1954. 438p.
(Technology Press Livros em Ciência e Engenharia)
TK3401: P4
Peek, F., Jr.
Dielétrico fenômenos em engenharia de alta voltagem. 3 ª ed.
Por F. Peek, Jr.. Universidade microfilmes, 1929. 410p.
Originalmente publicado em 1929.
TK3401: D3
Dielétrico relaxamento. Por Vera V. Daniel. Academic Press,
1967. 281p.
TK3401: A5
Anderson, J.C.
Dielétricos. Por J. C. Anderson. Reinhold, 1964. 171p.
QCD161: J62: 1994
Conjunto EUA-polaco Workshop sobre Física de Planck Scale a Electro -
Fraco Scale (Susy 94), Varsóvia, Polônia, Sep 21-24, 1994.
Planck de Física escala para ELECTROWEAK escala: processo.
Editado por Pran Nath, Tomasz Taylor, Stefan Pokorski. Mundo
Scientific, 1995. 495p. (C94/09/21)
QCD161: R4: 1994: V.1
Rencontres de Moriond, 29a: Interações e Unified Electroweak
Teorias, MERIBEL LES ALLUES, França, março 12-19, 1994.
'94 ELECTROWEAK interações e unificado teorias:
processo. Editado por J. Tran Thanh Van. Edições Fronteiras,
1994. 638p. (Moriond Física de Partículas reunião - Leptonic sessão
M82)
QCD161: H597
Horejsi, J.
INTRODUÇÃO AO ELECTROWEAK UNIFICACAO: modelo padrão de
unitarity árvore. Por J. Horejsi. World Scientific, 1994. 156p.
QCD161: S939: 1993
Workshop Internacional sobre Interações Fraco e neutrinos, 14o,
realizada como o 12 º Simpósio de Física Teórica, Seoul, Coreia do Jul
19-24, 1993.
FRACO INTERACÇÕES E neutrinos: processo. Editado por Daniel, Vera V.
Jihn E. Kim e S.K. Kim. World Scientific, 1994. 353p. (C93/07 /
19-4)
QCD161: G72
Grotz, K.
A fraca interacção no nucleares, partículas e astrofísica.
Por K. Grotz e H.V. Klapdor. Hilger, 1990. 461p.
Tradução do alemão um livro publicado em 1989.
QCD161: L1: V.10
Haidt, D.
ELECTROWEAK INTERACÇÕES: factos experimentais e teóricos
Fundação. Por D. Haidt e H. Pietschmann. Springer-Verlag, 1988.
300p. (Landolt-Bornstein: dados numéricos e funcionais
Relacionamentos em Ciência e Tecnologia: Nova Série, Grupo 1:
Nuclear e Física de Partículas, Volume 10)
QCD161: B51
Bilenkii, S.M.
Introdução à física das interações ELECTROWEAK.
Por S.M. Bilenkii. Pergamon Press, 1982. 278p.
Tradução do russo um livro publicado em 1981.
QC518: M55
Moore, A.D.
Eletrostática e suas aplicações. Por A. D. Moore. Wiley,
1973. 481p.
TJ1096: G4
British Instrumento de Investigação Científica Assoc., Londres, Eng.
Magnéticos e ELECTRIC suspensões: um levantamento da sua concepção,
construção e utilização., 1964. 162p. (Levantamento de Instrumento Peças,
6)
QA911: M4
Melcher, James R.
CAMPO atrelado ONDAS SUPERFÍCIE: um estudo comparativo de superfície
acoplado electrohydrodynamic e magnetohydrodyn por James R.
Melcher. MIT Press, 1963. 190p.
QCD161: D68
Doughty, Noel A.
Lagrangiana INTERACÇÃO: uma introdução à relativistic
simetria em electrodynamics e gravitação. Por Noel A. Doughty.
Addison-Wesley, 1990. 569p.
QC670: K55
Komar, A.A.
Clássicos e quânticos efeitos em ELECTRODYNAMICS. Editado
por A.A. Komar. Nova Science, 1988. 286p. (Proceedings do
Lebedev Instituto de Física da Academia de Ciências da URSS,
v. 176)
Tradução do russo um livro publicado em 1986.
QC670: J32
Jancewicz, Bernard
Clifford MULTIVECTORS e álgebra em ELECTRODYNAMICS. Por
Bernard Jancewicz. World Scientific, 1988. 316p.
QC670: P3
Parrott, Stephen
RELATIVISTIC ELECTRODYNAMICS e geometria diferencial.
Por Stephen Parrott. Springer-Verlag, 1987. 307p.
QCD161: R58
Rohrlich, F.
CLÁSSICA partículas carregadas: fundamentos da sua teoria.
Por F. Rohrlich. Addison-Wesley, 1965. 305p. (Addison-Wesley
série em Física Avançada)
Republicado em 1990.
QC711: A4
Alfven, Hannes
COSMICAL ELECTRODYNAMICS, princípios fundamentais. 2d ed.
Por Hannes Alfven e Carl-Gunne Falthammer. Clarendon Press, 1963.
228p.
QD547: S4
Selwood, P.W.
CHEMISORPTION e magnetização. Por P.W. Selwood. Académica
Press, 1975. 172p.
Anterior edição publicada em 1962 com o título, "Adsorção e
Paramagnetism coletivo ".
QCD945: S55
Squires, Terence L.
Uma introdução ao elétron spin ressonância. Por Terence L.
Squires. Academic Press, 1964. 140p.
QCD125: P3
Pake, George E.
PARAMAGNETIC ressonância: uma monografia introdutória. Por
George E. Pake. Benjamin, 1962. 205p. (Fronteiras em Física
série)
AUTOR: Slichter, Charles P.
TÍTULO: Princípios da ressonância magnética / C.P. Slichter.
EDIÇÃO: 3a ENH. e actualizada ed.
PUBLICADA: Berlim; New York: Springer-Verlag, c1990.
SÉRIE: Springer série de estado sólido em ciências; 1
ASSUNTO: ressonância magnética nuclear
QCD125: L3
Mínimo, William
PARAMAGNETIC ressonância em sólidos. Por William baixos. Académica
Press, 1960. 212p. (Física Estado Sólido, Supp. 2)
QCD161: D68
Doughty, Noel A.
Lagrangiana INTERACÇÃO: uma introdução à relativistic
simetria em electrodynamics e gravitação. Por Noel A. Doughty.
Addison-Wesley, 1990. 569p.
QC178: I6: 1993
Simpósio Internacional sobre Experimental Gravitação, Nathiagali,
Paquistão, 26 de junho - 2 de Julho de 1993.
EXPERIMENTAL gravitação: processo. Editado por M. Karim
e A. Qadir. PIO Publishing, 1994. 368p. (C93/06/26)
convidada papéis Veja também: Clássico e Quantum Gravity, v. 11, no.
6A, 1994.
QC178: W25: 1993
WE-Heraeus Seminário, 117a: Sobre o formalismo canônico na Clássica
Quântica e Relatividade, Bad Honnef, Alemanha, Sep 13-17, 1993.
Canônica GRAVIDADE: desde o clássico ao QUANTUM: processo.
Editado por J. Ehlers e H. Friedrich. Springer-Verlag, 1994. 367p.
(Palestra Notas em Física, 434)
QCD161: R339: 1993
Rencontres de Moriond, 28a: Perspectivas de neutrinos, Atómica
Física e Gravitação, Villars sur Ollon, Suíça, 30 de janeiro --
6 Fevereiro de 1993.
Perspectivas em neutrinos, Física Atómica, e gravitação:
processo. Editado por J. Van Thanh Tran, T. Damour, E. Hinds, J.
Wilkerson. Edições Fronteiras, 1993. 589p. (Moriond Workshops
M76)
QC178: B3
E nós Gravidade Quântica, Riverside, Califórnia, EUA, 14-16 maio, 1993.
Nós e Gravidade Quântica: processo. Editado por John C.
Baez. Oxford Univ. Press, 1994. 229p. (Oxford Series no Palestra
Matemática e suas Aplicações, 1)
QC178: W25: 1993
WE-Heraeus Seminário, 117a: Sobre o formalismo canônico na Clássica
Quântica e Relatividade, Bad Honnef, Alemanha, Sep 13-17, 1993.
Canônica GRAVIDADE: desde o clássico ao QUANTUM: processo.
Editado por J. Ehlers e H. Friedrich. Springer-Verlag, 1994. 367p.
(Palestra Notas em Física, 434)
QC178: E8: 1994
Esposito, Giampiero
Gravidade quântica, cosmologia quântica e LORENTZIAN geometrias.
Corrigida e ampliada 2a ed. Por Giampiero Esposito. Springer -
Verlag, 1994. 349p. (Palestra Notas de Física: Nova Série:
Monografias, M12)
QC178: B8
Buchbinder, I.L.
Uma acção eficaz na gravidade quântica. Por I.L. Buchbinder,
S.D. Odinstov, I.L. Shapiro. Instituto de Física de 1992. 413p.
QC174.45: N2: 1989
Cargese Summer Institute: NATO Workshop sobre Pesquisa Avançada
Métodos probabilísticos em Quantum Field Theory and Quantum Gravity,
Cargese, França, Agosto 21-27, 1989.
Métodos probabilísticos em campo quântica ea teoria quântica
GRAVIDADE: processo. Editado por P.H. Damgaard, H. Huffel, A.
Rosenblum. Plenum Press, 1990. 374p. (NATO estudo avançado
Instituto, Série B: Física, v. 224)
QC178: V6
von Borzeszkowski, H.H.
O sentido da gravidade quântica. Por H.H. von Borzeszkowski
e H. J. Treder. Reidel, 1988. 132p. (Teorias da Fundamentais
Física)
QA671: B4
Benn, I.M.
Uma introdução ao spinores e geometria com aplicações em
Física. Por I. M. Benn e R. W. Tucker. Hilger, 1987. 358p.
QC6: P4
Penrose, Roger
Spinores e do espaço-tempo. Por Roger Penrose e Wolfgang
Rindler. Cambridge Univ. Press, 1984.
2v.
QC174.5: C6
Corson, Edward Michael
Introdução ao tensores, spinores, e RELATIVISTIC vaga equações
(RELAÇÃO ESTRUTURA). Por Edward Michael Corson. Hafner, 1953.
221p.
QA171: C32
Cartan, Elie
A teoria dos spinores. Por Elie Cartan. MIT Press, 1966.
157p.
Tradução do francês um livro publicado em 1937.
QC171: M45
Mezard, Marc
Spin vidro teoria e mais além. Por Marc Mezard, Giorgio
Parisi, Miguel Angel Virasoro. World Scientific, 1987. 461p.
(Mundo Científico Palestra Notas em Física, v. 9)
QCD161: K28
Kalinowski, Wojciech Marek
NONSYMMETRIC campos: teoria e suas aplicações. Por
Wojciech Marek Kalinowski. World Scientific, 1990. 518p.
QCD161: C 66
Coquereaux, Robert
Geometria Riemanniana, fibra molhos, kaluza-KLEIN e todas as teorias
Aquele. Por Robert Coquereaux e Arkadiusz Jadczyk. Mundo
Scientific, 1988. 345p. (World Scientific Notes no Palestra
Física, v. 16)
QCD161: A66
Appelquist, Thomas
MODERNO kaluza - KLEIN teorias. Editado por Thomas
Appelquist, Alan Chodos, Peter G. O. Freund. Benjamin / Cummings, 1985.
619p. (Fronteiras em Física, v. 65)
QC174.1: K38
Kaiser, G.
A física quântica, relatividade e complexo spacetime: rumo a um
nova síntese. Por G. Kaiser. North-Holland, 1990. 359p. (Norte -
Holland Matemática Estudos, 163)
QC6: Z4
Zeh, H.D.
A base física da direção do tempo. Por H.D. Zeh.
Springer-Verlag, 1989. 166p.
QC178: A81
Ashtekar, Abhay
Novas perspectivas para a gravidade canônico. Por Abhay Ashtekar.
Bibliopolis, 1988. 324p. (Monografias e manuais em Física
Ciência, Palestra notas, 5)
QC6: N2: 1985
NATO Instituto Avançado Estudo sobre a topológicos e Propriedades
Global Estrutura do Espaço-Tempo, Erice, Itália, 12-22 maio, 1985.
Propriedades topológicas e estrutura global do espaço-tempo:
processo. Editado por Peter G. Bergmann e Venzo De Sabbata.
Plenum Press, 1986. 289p. (NATO estudo avançado Instituto de série
B: Física, v. 138)
Curso 9o da Escola Internacional de Cosmologia e Gravitação
do Ettore Majorana Center.
QC174.45: B5
Birrell, N.D.
Quantum campos em espaços curvos. Por N. D. Birrell e P.C.W.
Davies. Cambridge Univ. Press, 1982. 340p.
QCD161: M52
Misra, S.P.
Introdução à Supersimetria e SUPERGRAVITY. Por S.P.
Misra. Wiley Oriental, 1992. 240p. (SERC Escolas série
publicações: monografias sobre Theoretical High Energy Physics)
QC178: M8
Muller, Martin
Consistente SUPERGRAVITY teorias clássicas. Editado por
Martin Muller. Springer-Verlag, 1989.
(Palestra Notas em Física, 336)
QCD161: S713
Srivastava, Prem P.
Supersimetria, SUPERFIELDS E SUPERGRAVITY: uma introdução.
Por Prem P. Srivastava. Hilger, 1986. 162p. (Graduação
Série de Física)
QC178: S25
Salam, CAROL
SUPERGRAVITIES em diversas dimensões: comentários e
reimpressões. Editado por Abdus Salam e Ergin Sezgin. Mundo Científico,
1989. 2v.
QCD161: W61: 1983
Workshop sobre Unificação e Supergravity, La Jolla, Califórnia, 13 de janeiro --
16, 1983.
Problemas na unificação e SUPERGRAVITY (La Jolla instituto,
1983): processo. Editado por Glennys Farrar e Frank Henyey.
American Inst. Phys., 1984. 185p. (AIP Conference Proceedings,
116)
QC178: N2: 1983
Pesquisa Avançada NATO workshop sobre aspectos da matemática
Superspace, Hamburgo, Alemanha, Jul 12-16, 1983.
Matemáticas ASPECTOS DA SUPERSPACE: processo. Editado
por H. J. Seifert, C.J.S. Clarke, A. Rosenblum. Reidel, 1984. 214p.
(NATO avançada Study Institute, Série C: Matemática e
Ciências físicas, v. 132)
QC178: N2: 1979
NATO Instituto Avançado Estudo sobre Cosmologia e Gravitação: Spin,
Torsão, rotação, e Supergravity, 6o, Erice, Itália, maio 6.18,
1979.
Cosmologia e Gravitação: rodada, torsão, rotação, E
SUPERGRAVITY: processo. Editado por Peter G. Bergmann e
Venzo de Sabbata. Plenum Press, 1980. 510p. (NATO estudo avançado
Instituto, Série B: Física, v. 58)
-------------------------------------------------- --------------------
Stick um garfo em mim. Estou feito.
Robert Stirniman (robert@wwa.com)
... A busca de conhecimento é eterno. O culto do conhecimento é infernal.

Nenhum comentário: