domingo, julho 01, 2007

Analizando Marte 3° Parte

Analizando Marte 3° Parte




** A Civilização Egípcia **

Uma das civilizações mais importantes da história Antiga. Desenvolveu-se na região do Crescente Fértil, mais exatamente no nordeste da África, uma região caracterizada pela existência de desertos e pela vasta planície do rio Nilo. A parte fértil do Egito é praticamente um oásis muito alongado, proveniente das aluviões depositadas pelo rio. Nas montanhas centrais africanas, onde o Nilo nasce, caem abundantes chuvas nos meses de junho a setembro provocando inundações freqüentes nas áreas mais baixas ( O “Baixo Nilo”). Com a baixa do Nilo o solo libera o humo, fertilizante natural que possibilita o incremento da agricultura. Para controlar as enchentes e aproveitar as áreas fertilizadas, os egípcios tiveram de realizar grandes obras de drenagem e de irrigação, com a construção de açudes e de canais , o que permitiu a obtenção de várias colheitas anuais.

Dada esta característica natural, o historiador grego Heródoto de halicarnasso dizia que “O Egito é uma dádiva do Nilo”. Leitura preconceituosa, que tende a desprezar o empenho, o denodo e a competência técnica da civilização egípcia que aprendeu a utilizar as cheias e vazantes do rio a seu favor.


O Egito, inicialmente, estava dividido num grande número de pequenas comunidades independentes: os nomos que por sua vez eram liderados pelos nomarcas. Essas comunidades uniram-se e formaram dois reinos: o Alto e o Baixo Egito. Por volta de 3200 a.C., o rei do Alto Egito, Menés, unificou os dois reinos. Com ele nasceu o Estado egípcio unificado, que se fortaleceu durante seu governo com a construção de grandes obras hidráulicas, em atendimento aos interesses agrícolas da população. Menés tornou-se o primeiro faraó e criou a primeira dinastia.

ANTIGO IMPÉRIO (3200 a.C. a 2300 a. C.)

Um Estado pacifista e dedicado à construção de Obras de drenagem e irrigação, que impulsionaram o desenvolvimento da agricultura. Foram construídas as célebres pirâmides de Gizé: Quéops, Quéfren e Miquerinos. A autoridade do faraó é enfraquecida pela ação dos nomarcas, apoiada pela nobreza.

MÉDIO IMPÉRIO (2100 a.C. a 1750 a. C. )

Os faraós reconquistaram o poder. Príncipes do Alto Egito restauraram a unidade política do Império e estabeleceram em Tebas a nova Capital. A massa camponesa, através de revoltas sociais, conseguiu o atendimento de algumas reivindicações, como por exemplo a concessão de terras, a diminuição dos impostos e o direito de ocupar cargos administrativos até então reservados às camadas privilegiadas. O Médio Império chega ao fim com a invasão dos hicsos, um povo de origem asiática. Os hebreus retirando-se da Palestina, chegaram ao Egito; mas foram os hicsos que criaram maiores dificuldades. Com cavalos e carros de combate que os egípcios desconheciam, dominaram o país e instalaram-se no delta do Nilo permanecendo na região aproximadamente dois séculos.

NOVO IMPÉRIO (1580 a.C. a 525 a. C. )

O período iniciou-se com a expulsão dos hicsos e foi marcado por numerosas conquistas. Outra característica fundamental deste período foi o expansionismo e o poderio militar, pois a luta contra o invasor desenvolvera no egípcio um espírito militar conquistador. No governo de Tutmés III, o domínio egípcio chegou a se estender até o rio Eufrates, na Mesopotâmia. No século XIV a. C., Amenófis IV, casado com a rainha Nefertite, empreendeu uma revolução religiosa e política, substituindo os deuses tradicionais por Aton, simbolizado pelo disco solar. Esta medida visava diminuir o poder dos sacerdotes que acabaram por fim expulsos. Amenófis IV passou a se chamar Aquenaton que significa supremo sacerdote do novo deus. Seu sucessor Tutancâmon, restaurou o culto aos deuses tradicionais e pôs fim à revolução.

O governo do faraó Ramsés II (1320 - 1232 a. C.) enfrentou novo obstáculo, como a invasão dos hititas. Inimigos ameaçavam as fronteiras; a resistência era enfraquecida pela rivalidade entre o faraó e grandes senhores enriquecidos pela guerra. Por volta do século VII a. C. os assírios invadiram o país. Em 525 a. C., o rei persa Cambises derrotou o faraó Psamético III, colocando fim à independência egípcia. Os povos do Nilo seriam ainda dominados pelos gregos e, a partir de 30 a. C., pelos romanos.

** Quem é quem no Egito **

Faraó - soberano todo poderoso, considerado deus vivo, filho de deuses e intermediário entre estes e os homens. Era objeto de culto e sua pessoa era sagrada. O faraó tinha autoridade absoluta: concentrava em si os poderes político e espiritual. Ele ocupava o topo da hierarquia social, filho de Amon-Rá, o deus-sol, e encarnação de Hórus, o deus-falcão. Por isso, esse governo é chamado de teocrático.

Nobres - proprietários de grandes domínios, ocupavam também os principais postos do exército. Esta camada era formada por familiares do faraó, altos funcionários do palácio, oficiais superiores do exército e chefes administrativos.

Sacerdotes - muito cultos, enriqueciam com oferendas feitas pelo povo aos deuses. Eram dispensados do pagamento de impostos e eram proprietários de muitas terras. A função sacerdotal era lucrativa e honrosa, passando de pai para filho. Os sacerdotes tinham a cabeça raspada e uma de suas funções era transmitir as respostas das divindades às perguntas dos fieis.
Escribas - se encarregavam da cobrança dos impostos, da organização escrita das leis e de decretos e da fiscalização da atividade econômica em geral.

Soldados - viviam dos produtos dados em pagamento pelos serviços e dos saques realizados durante as guerras. Nunca atingiam os postos de comando, pois eram reservados à nobreza.
Artesãos - trabalhadores que exerciam diferentes ofícios e que eram geralmente contratados por empreiteiros de grandes obras. Trabalhavam como pedreiros, carpinteiros, desenhistas, escultores, pintores, tecelões, ourives etc. Eles exerciam suas atividades nas grandes obras públicas recebendo em troca apenas alimento.

Camponeses - compunham a maior parte da população, viviam submetidos a uma violenta repressão por parte da camada dominante, que a ameaçava constantemente com exércitos profissionais para forçá-la a pagar impostos. Trabalhavam nas propriedade do faraó e dos sacerdotes e tinham o direito de conservar para si uma parte dos bens por eles produzidos.
Escravos - originários da escravidão por dívidas e da dominação de outros povos através das conquistas militares. Faziam os serviços domésticos ou trabalhavam nas pedreiras e nas minas.
Na sociedade egípcia desenvolveu-se o chamado modo de produção asiático, em que todas as terras pertenciam ao Estado e os camponeses das aldeias tinham o direito de cultivar o solo desde que pagassem um imposto coletivo. Esse imposto era pago com cereais, que eram estocados nos armazéns reais. Nessa sociedade, a base da economia era a agricultura. Cultivavam-se principalmente trigo, cevada, frutas, legumes, linho e algodão. Dentre outras atividades destacamos o comércio a indústria artesanal de tecidos e de vidro, a construção de navios, a cerâmica e a criação de bois, carneiros, cabras, asnos etc. O Estado intervinha na economia controlando a produção, recrutando mão-de-obra e cobrando impostos.
Ciência

No campo das ciências os egípcios desenvolveram principalmente a aritmética, a astronomia e a medicina. A ciência procurava resolver problemas práticos, como controle das inundações, construção do sistema hidráulico, preparação da terra, combate as doenças etc. Preocupados com os fenômenos da natureza, os egípcios ao desenvolver a astronomia, criaram um calendário baseado no movimento do sol. Por esse calendário, o ano era dividido em 12 meses de 30 dias e mais 5 dias de festas, que eram adicionados no final para completar os 365 dias anuais.

** As Pirâmides de Gizé **

A partir da direita: A Grande Pirâmide de Quéops, A Pirâmide de Quéfrene a Pirâmide de Miquerinos. As pirâmides menores pertenciam a nobres,ou a pessoas de alta hierarquia, mas que não eram reis ou rainhas.










** Jóias de Pedra **

Elas são grandes. Juntando-se as bases das três Pirâmides de Gizé, obtém-se mais de 93 mil metros quadrados — mesma área coberta pelos nove quarteirões da área de Lower Midtown, Nova York. E também são velhas. Já eram antigas antes de os gregos ou os romanos inventarem uma palavra para dizer antigo. Quando os chineses começaram a construir a Grande Muralha, a Grande Pirâmide de Quéops (à direita) já estava de pé havia 1,8 mil anos. Quando o grego Heródoto listou as Sete Maravilhas do Mundo Antigo, no século 5 a.C., mais tempo o separava da Grande Pirâmide do que das obras do Coliseu de Roma. Quando os contos das Mil e Uma Noites foram compilados no século 10, narravam visitas de viajantes às pirâmides. E, quando Napoleão Bonaparte conduziu o exército francês Egito adentro, há mais de 200 anos, expôs a seus soldados que mais de 40 séculos os observavam do alto dos enormes túmulos. "O homem teme o Tempo", diz um provérbio árabe, "mas o Tempo teme as Pirâmides".













Três faraós — pai, filho e neto — escreveram seu nome no horizonte de Gizé, com o contorno de seus túmulos emforma de uma trindade divina feita de pedra: Miquerinos, o faraó-deus, aparece nos braços de duas deusas.
_________Fonte: National Geographic Society

** Esquema detalhado da Grande Pirâmide **













A entrada da Grande Pirâmide está direcionada para a estrela Alfa, que fica na constelação do Dragão,conforme o esquema acima. É evidente que o posicionamento atual dessa estrela não é o mesmoquando da época da construção da pirâmide. Todavia, isso pode ser observado através de um bom Atlas do céu, como o astro é visível nos dias de hoje.


Finalidade

Estas três majestosas pirâmides foram construídas como tumbas reais para os reis Kufu (ou Quéops), Quéfren, e Menkaure (ou Miquerinos) - pai, filho e neto. A maior delas, com 147 m de altura (49 andares), é chamada grande pirâmide , e foi construída cerca de 2550 a.C para Kufu, no auge do antigo reinado do egito.

As pirâmides de Gizé são um dos monumentos mais famosos do mundo. Como todas as pirâmides, cada uma faz parte de um importante complexo que compreende um templo, uma rampa, um templo funerário e as pirâmides menores das rainhas, todo cercado de túmulos(mastabas) dos sacerdotes e pessoas do governo, uma autêntica cidade para os mortos. As valas aos pés das pirâmides continham botes desmontados: parte integral da vida no Nilo sendo considerados fundamentais na vida após a morte, porque os egípcios acreditavam que o defunto-rei navegaria pelo céu junto ao Rei-sol. Apesar das complicadas medidas de segurança, como sistemas de bloqueio com pedregulhos e grades de granito, todas as pirâmides do Antigo Império foram profanadas e roubadas possivelmente antes de 2000 a.C.

A Grande Pirâmide, de 450 pés de altura, é a maior de todas as 80 pirâmides do Egito. Se a Grande Pirâmide estivesse na cidade de New York por exemplo, ela poderia cobrir sete quarteirões. Todos os quatro lados são praticamente do mesmo comprimento, com uma exatidão não existente apenas por alguns centímetros. Isso mostra como os antigos egípcios estavam avançados na Matemática e na engenharia, numa época em que muitos povos do mundo ainda eram caçadores e andarilhos. A Grande Pirâmide manteve-se como a mais alta estrutura feita pelo homem até a construção da torreeiffel, em 1900, 4.500 anos depois da construção da pirâmide.

Para os egípcios, a pirâmide representava os raios do sol, brilhando em direção à terra. Todas as pirâmides do egito foram construídas na margem oeste do Nilo, na direção do sol poente. Os egípcios acreditavam que, enterrando seu rei numa pirâmide, ele se elevaria e se juntaria ao sol, tomando o seu lugar de direito com os deuses.
Um velho provérbio árabe ilustra isso: "O tempo ri para todas as coisas, mas as pirâmides riem do tempo".
Pouco se sabe a respeito do rei Kufu. As lendas dizem que ele era um tirano, fazendo de seu povo escravos para a realização do trabalho. É possível, porém que os egípcios comuns considerassem uma honra e um dever religioso trabalharem na Grande Pirâmide. Além disso, a maior parte do trabalho na pirâmide ocorreu durante os quatro meses do ano quando o rio Nilo estava inundado e não havia trabalho para ser feito nas fazendas. Alguns registros mostram que as pessoas que trabalharam nas pirâmides foram pagas com cerveja.

Foram necessários 100.000 trabalhadores por mais de 20 anos para construir a Grande Pirâmide. Foram usados mais de 2.000.000 de blocos de pedra, cada qual pesando em média duas toneladas e meia. Existem muitas idéias diferentes sobre o modo de construção daquela pirâmide. Muito provavelmente os pesados blocos eram colocados sobre trenós de madeira e arrastados sobre uma longa rampa. Enquanto a pirâmide ficava mais alta, a rampa ficava mais longa, para manter o nível de inclinação igual. Mas uma outra teoria é a de que uma rampa envolvia a pirâmide, como uma escada em espiral.
Existem três passagens dentro da Grande Pirâmide, levando às três câmaras. A maioria das pirâmides tem apenas uma câmara mortuária subterrânea, mas enquanto a pirâmide ia ficando cada vez mais alta, provavelmente Kufu mudou de idéia, duas vezes. Ele finalmente foi enterrado na câmara do rei onde a pedra do lado de fora de seu caixão - chamado sarcófago- está hoje. (A câmara do meio foi chamada câmara da rainha, por acidente. A rainhafoi enterrada numa pirâmide muito menor, ao lado da pirâmide de Kufu).
O paradeiro do corpo de Kufu é desconhecido, bem como os tesouros enterrados com ele. A pirâmide foi roubada há alguns milhares de anos. Todos os reis do Egito foram vítimas de ladrões de Tumúlos - exceto um, chamado Tutankhamon (ou Rei Tut Ankh Âmon'. Os tesouros de ouro da tumba de Tutankhamon foram descobertos em meio a riquíssimos tesouros por lord Carnavon, em 1922.












Construção
Começando por seu interior ela foi construída com blocos de pedra calcária, sendo que a camada externa das pirâmides foi revestida com uma camada protetora de pedras polidas e com um brilho distinto.
Era composta de 2,3 milhões de enormes blocos de calcário - estima-se que cada um pesa três toneladas.
Observa-se que o ângulo de inclinação de seus lados fizeram com que cada lado fosse orientado cuidadosamente pelos pontos cardeais.
Em todos os níveis da pirâmide a seção transversal horizontal é quadrada.
As teorias inventadas nos últimos séculos para explicar a construção das pirâmides sofrem todas de uma problema comum. O desconhecimento da ciência egipcia do Alto Império. Conhecimento este que foi recuperado apenas no final do século XX A teoria que melhor explica as construções das pirâmides sem encontrar contradições logísticas e sem invocar coisas extra-terrenas é a química, mas exatamente um ramo dela, a geopolimerização.Os blocos foram produzidos a partir de calcário dolomítico, facilmente agregado no local usando-se compostos muito comuns na época, como cal, salitre e areia. Toda a massa dos blocos foi transportada por homens carregando cestos da massa, posta a secar em moldes de madeira. O esforço humano neste caso seria muito menor e o assentamento do blocos perfeito.
Contra a teoria da geopolimerização pesa nomeadamente o fato de que os antigos egípcios especializaram-se na extração e transporte de enormes blocos de pedra, tais como obeliscos de granito que chegavam a pesar mais de 300 toneladas. Ainda hoje é possível ver-se, em uma pedreira abandonada, em Assuã, o famoso obelisco inacabado, com mais de mil toneladas de peso, que tem servido como fonte de informações das técnicas utilizadas na extração de blocos de granito.

Curiosidades


Acredita-se que foram empregados 100.000 mil homens durante 30 anos.
Outro dado curioso é que uma pista de auto-estrada, com 2,5 metros de largura aproximadamente e de espessura de 10Cm, partindo de New York a San Francisco poderia ser facilmente acomodada em seu interior.
Se todos os blocos de pedra da piramide de Gize forem alinhados sobre a linha do equador, cobririam 2/3 do mesmo.
Para se ter uma idéia, apenas uma montanha sólida de pedra poderia suportar o peso magnífico dessas pirâmides.
A construção da pirâmide foi feita com pedras justapostas, ou seja "encaixadas", sem auxílio de cimento ou qualquer material colante, e alguns blocos estão tão bem unidos que não é possível passar entre eles uma folha de papel, até mesmo uma agulha!












Nas areias ao lado das pirâmides, em Gizé, perto do Cairo, está agachada a Esfinge. A significação desse grande monumento ainda nos escapa,já mandamos naves a alguns planetas , ainda paramos maravilhados dinte desse montro de pedra e tentamos imaginar em vão os motivos da estranha gente que a construiu. Uma vasta cabeça humana com toucado real ergue-se nove metros acima do corpo de leão com setenta e doisa metros de comprimento, esculpindo em sólida rocha. Suas feições altivas desprenzam as mutilações dos homens e olham com sorriso enigmáticos através do Nilo, além do sol nascente, transcendendo espaço e tempo, para o infinito insondável do universo. Sua fisionomia serena brilha com um poder cósmico , irradindo uma aura que acalma as mentes das pessoas, evocando ecos de uma idade, de uma civilização gloriosa e maravilhosa governada pelos Deuses. Uma tão grande nobreza dominando as paixões transitórias da humanidade lembra aqueles cabeças colossais da pré-história esculpida nos picos dos Andes e na ilha de páscoa m no oceano Pacifico.

Durante séculos esse animal de pedra viu o homem primitivo começar de novo a civilização , depois as áreas móveis engoliram-na esconderem-na de vista e da memória humana. Há seis mil anos , na quarta dinastia , o rei khafra ( Kefren ou Quéfren) desenterrou o monstro e garantiu a sua imortalidade inscrevendo o seu cartucho real no lado da esfinge, mas as areias ameaçavam enterrá-la novamente. Tutmósis IV, quando jovem príncipe , um dia , por volta de 1450 a.C , cansado de caçar , adormeceu entre as grandes patas , quando o deus sol lhe apareceu em sonho e o impeliu a afastar as areias que o cobriam.
Em 162 d.C o imperador marco Aurélio o olhou com olhar compreensivo e desenterrou a esfinge para que os homens pudessem admirá-la. Mas nos tempos cristãos só seu rosto esbranquiçado , batido pelo fogo dos mosquetes turcos, espreitava acima da areia até que no século XIX os egiptólogos trouxeram a maior parte dela á luz , mas ainda agora algumas grandes tempestades pode enterrá-la novamente .

Acredita-se que atlantes adorava o sol puramente com representação física do logos solar ,quando seus adeptos emigraram para o Nilo , estabeleceram ai a religião do sol e construirão a grande pirâmide e a esfinge. Dizem os iniciados que essa cabeça humana sobre um corpo de leão simboliza a evolução do homem desde o animal , o triunfo do espírito humano sobre a besta. Debaixo do monstro devia haver um templo que se comunicava com a grande pirâmide , onde há milênios neófitos de vestes brancas procuravam iniciação nos mistérios da ciência secreta , milênios mais tarde os sacerdotes egípcios relacionaram a esfinge com harmachis, um aspecto de rá, o deus do sol .

** UM ENIGMA MUITO MAIS ANTIGO **

o maior símbolo da cultura do Egito antigo , a esfinge de Gizé teve sua idade reavaliada. Arqueólogos egípcios e americanos analisaram o calcári usado no monumento e concluíram que sua construção ocorreu a mais de 10000 anos e naum há 4500 anos , como se imaginava . a esfinge teria sido erguida , então antes , da escrita e das primeiras cidades , na mesopotâmia. Ela seria mais antiga que a própria história .


































































**A Grande Pirâmide **

Com cerca da metade da altura da Torre Eiffel, a Grande Pirâmide no Egito foi considerada a construção mais alta do mundo por mais de 4.000 anos.
Uma realização da engenharia de escala magnífica e precisão incrível. Seus quatro lados triangulares elevam-se em um ângulo de 51.5 graus. Quando eles se encontram no ápice a 146.5m de altura; seu nível de base é perfeito – eles desviam somente meio metro.
Blocos impressionantes de 2.3 metros, pesando entre duas e 70 toneladas foram esculpidos manualmente para criar a estrutura. Enquanto as pirâmides crescem através de mais de 200 cursos de pedra, por dentro uma rede de passagens descende em ângulos graduais, sem hesitar para uma coleção de galerias e tumbas subterrâneas. Foi lá que o mestre do projeto, o Faraó King Khuru (também conhecido como Cheops) foi enterrado. Arqueólogos acreditam que a força de trabalho de 25.000 homens foi usada no projeto durante 20 anos. Assim como um local de construção moderna, eles devem ter incluído um exército de pedreiros, mineiros, e trabalhadores. Mas ao invés de escravos como se pensava, muitos deles recebiam salários.
A Grande Pirâmide é cercada por duas pirâmides menores, que são atribuídas ao filho e herdeiro de Khufu, Kephren, e ao seu neto Mykerionos.
Fontes = Discovery Channel - Máquinas e Engenharia - A Grande Pirâmide


** O Antigo Egito **

Terra do Nilo e das Pirâmides, o Egito fascina a quem dele se aproxima, envolvendo a todos num clima de mistério e grandiosidade. De Heródoto a Napoleão, e até os dias de hoje, a história da civilização egípcia vem sempre envolta numa nuvem mística, quase etérea, resultado da inevitável mistura de deuses, mitos, monumentos e personagens que marcaram, indelevelmente, a história da humanidade.
Quando se fala no Egito da Antiguidade, as primeiras coisas que nos vêm à mente são as imagens das grandes pirâmides, as múmias e artefatos dos museus, os templos e a atmosfera aventuresca que cerca tudo o que diz respeito ao tempo dos faraós, que a literatura e o cinema nos mostram como sempre presentes nas expedições arqueológicas, envolvidas por um clima de conto policial de Agatha Christie.











Sem qualquer sombra de dúvida, a civilização do Egito antigo atiça a nossa imaginação pela aura de mistério que a envolve. No entanto muito já se sabe a respeito do modo de vida, da estrutura social, da estrutura econômica, das relações políticas do Egito faraônico.
Mas muitas vezes a circulação dessas informações fica restrita ao meio acadêmico ou a umas poucas centenas de pesquisadores dedicados. Infelizmente há muitas coisas que não chegam a público, propiciando a formulação de idéias fantasiosas que não são comprováveis, engrossando um extenso rol de crenças sobre a cultura egípcia, difícil de ser combatido.
As "Páginas" do "Site MistériosAntigos.Com" vão levar você para textos sobre o Antigo Egito onde poderão ser extraídas muitas informações a respeito da terra dos faraós. Os textos vão mostrar o que é o Egito a partir das concepções acadêmicas sim, mas sem torná-las maçantes. O que na opinião de muitos é uma realidade fascinante.
A Fabulosa descoberta da Tumba de Tutankhamon, costumes, crenças e ritos da Antiga Civilização Egípcia...
Mas antes de visitar as outras páginas, leia logo abaixo as últimas notícias sobre um dos maiores Faraós do Antigo Egito, Tutankhamon (Tutancâmon). Fonte: BBC.COM










Uma equipe de cientistas conseguiu fazer uma reconstituição das feições de um dos faraós mais famosos do antigo Egito, Tutancâmon. Três grupos de peritos - franceses, egípcios e americanos - reconstruiram modelos separados mas semelhantes de como seria o rosto do faraó usando radiografias.
Os franceses e egípcios sabiam quem estavam recriando, mas os americanos não foram informados de onde vinha o modelo do crânio analisado.
Os modelos do menino-rei, morto 3.300 anos atrás, revelaram um jovem com bochechas rechonchudas e um queixo arredondado.

Os modelos têm uma semelhança surpreendente com a máscara que cobriu a face mumificada de Tutancâmon quando seus despojos foram encontrados pelo arqueólogo britânico Howard Carter em 1922, e outras imagens antigas.
"Formatos de rosto e crânio nos modelos são notavelmente semelhantes a uma imagem famosa de Tutancâmon quando criança, onde ele é retratado como deus sol na alvorada partindo de uma flor de lótus", disse o secretário do Conselho Supremo de Antigüidades do Egito, Zahi Hawass.
Usando imagens de tomografia computadorizada de alta resolução, a equipe americana identificou corretamente que o crânio vinha de um norte-africano.
"As diferenças primárias (das reconstruções dos de americanos e egípcios) estavam no formato da ponta do nariz e orelhas", disse Hawass.




















As versões francesa e americana também traziam nariz e queixo de formato semelhante, mas a equipe egípcia chegou a um nariz mais pronunciado, de acordo com o arqueólogo. As imagens de tomografia computadorizada - as primeiras obtidas de uma múmia egípcia - foram obtidas em janeiro passado. Elas sugerem que o rei não era muito robusto, mas um homem saudável de 19 anos, quando morreu, provavelmente vítima de complicações resultantes de uma fratura na perna e não de assassinato, como se suspeitava.
Quando foram feitas radiografias do corpo, em 1968, um fragmento de osso foi encontrado em seu crânio levando a especulações de que ele havia sido morto com um golpe. Pouco se sabe sobre os dez anos de reinado de Tutancâmon depois que ele sucedeu Akhenaten, que abandonara os velhos deuses do Egito em favor do monoteísmo.
Alguns historiadores dizem que ele teria sido morto por tentar trazer de volta o politeísmo. Outros acreditam que ele foi assassinado por Ay, o segundo em comando, e que acabou sucedendo o jovem faraó. Mas Hawass disse que está convencido de que Tutancâmon não foi assassinado.














** CYDONIA - A VERDADE EM MARTE **

Cydonia é a prova mais evidente da existência de vida extraterrestre.Cydonia é o local (em Marte) onde foram encontradas várias pirâmides, rastros de uma antiga civilização e uma escultura de um rosto, como mostra a figura abaixo:












Isto não é apenas uma obra da natureza. Se analisando mais profundamente isso, se vê que tudo foi criado artificialmente. A latitude das pirâmides do Egito são iguais a estas.
Tem uma coisa muito interessante entre os dois locais. As 3 pirâmides de Gyza (no Egito) apontavam para as mesmas estrelas que as pirâmides de Marte apontavam ( Tudo isso há 10.500 anos a.C.). Talvez as pirâmides sejam algum tipo de canalizadora de energia cósmica. Mas com isso, sabemos que as pirâmides não foram criadas por terrestres, mas sim por extraterrestres.Existem mais provas sobre Cydonia. Os ângulos das pirâmides foram extremamente calculados, e isto a natureza não poderia Ter feito, somente alguma raça inteligente. Veja a figura abaixo:






















Mas a maior prova é surpreendente. Se fizermos uma ligação com uma linha entre cada ponto da cidade de Cydonia, iremos descobrir que uma estrela com angulos perfeitos se formam. Esta é a prova definitiva da existência de vida extraterrestre.






Esta é a prova definitiva da existência de vida extraterrestre.
Existe toda uma ligação clara e evidente entre as pirâmides, o que comprova que humanos já tiveram contato com seres que hoje são esquecidos por todos.
Todos tem que ver que existe uma raça superior à nossa, que nos visitam há muito mais tempo do que imaginamos. Talvez ainda não seja a hora de entrarem em contato em massa conosco. Ainda nos falta muita coisa para se fazer antes disso, mas pelo menos nos deixaram provas de que eles existem e estão entre nós, basta apenas vermos os fatos.



** ET Gray no Antigo Egito **

Representação de um E.T. do tipo Gray em mural num templo do antigo egito. A prova de que havia ao menos um E.T. convivendo com os antigos egípcios, e que por força de circunstancias talvez fizesse o papel de sacerdote ou "deus", pois está visivelmente paramentado para uma cerimônia - nota-se também que está recebendo uma oferenda, ao que parece uma ave. Aqui mesmo no sobrenatural.org, em outra secção você encontra uma foto da múmia de um E.T. Gray. Será o mesmo ?
Publicado Dia: 9/23/2004 as 1:16:05 AM hsEnviado por: Waldir Castanho Filho Visualisado 7294 vezes
















Conclusão :
















Olhe está foto veja o tamanho de cada bloco agora compare com a altura do homem que está em pé como alguém pode carregar centenas de blocos veja quantos blocos tem na pirâmide pensar que é outra coisa que há construiu não é loucura e sim o mais obvio bom também no Egito antigo nasceu a filosofia e indícios da matemática mas isso não explica como eles planejaram traço por traço cada centímetro quadrado da pirâmide bom alguns falam que demorou tantos 20 anos com muitas pessoas outros falam que foi 100 anos , ninguém sabe ao certo quantos anos demorou eu já vi centenas de números de pessoas e de anos só que todos naum tinha base não tinha uma ligação ta farão trabalhadores que ganhavam salário, ta mais como eles levavam um pedra muito pesada que nem vou mais arriscar falar o peso dela já vi tantos números de peso que nem sei qual peso tem cada bloco já vi falarem 2,5 toneladas já ouvi falarem 100 toneladas pra falar a verdade todo mundo chuta um peso só pode já vi vários pesos , então como que eles transportavam esses blocos pesados que só tinha a 800 metros dali conta outra , naquela época naum tinha roda pra poder colocar umas madeiras e fazer uma carroagem ficaria mais fácil de puxar as pedras mais naum tinha nada nessa época então como eles faziam isso , bom eu naum acredito em conhecidencias então eu não acredito que as pirâmides de marte estão apontando pro mesmo lugar a toa não tem algum motivo , elas tem a mesma forma como no Egito naum tem só uma pirâmide então claramente em marte também não tem só uma , muitos acreditam que essas pirâmides possa estar ligada a coisas místicas e essas coisas é pq que alguém ia ter a idéia de construir uma coisa desse tamanho se fosse os humanos que a tivesse construido pq que eles iam fazer isso que levaria muitos anos só pra dizer a todos que ela tem valores místicos eu acho que não assim como naquela época e assim como hoje ninguém faz as coisas por acaso vc faria alguma coisa por acaso isso seria mais do que perder seu tempo agora o jeito que elas estão e apontadas pra o mesmo lugar que a pirâmide de marte está pq que eles iriam fazer uma engenhosidade dessa ter trabalho pra fazer centenas de cálculos e ficar atendo todo segundo durante vários anos pra que não saia nada errado pq um erro e tudo vai por terra abaixo pq que alguém ia gastar seu tempo de vários anos talvez a vida todo pra fazer uma coisa a toa ou só pra ser posto uma tumba chão que naum se eles eram inteligente eles não fariam isso seria como jogar muitos anos da sua vida no lixo ou a sua vida toda no lixo então elas tem um significado muito mais grande to que qualquer coisa que existia naquela época e até mesmo quem sabe que existe hoje em sai , muitos acreditam que a ponta da pirâmide significa sabedoria e o resto significa o povo , eu não acho que possa ser esse significado não pq é muito improvável eles ter gasto muito coisa tempo e esforço só pra nos mandar a mensagem que ela significa sabedoria e o resto da pirâmide o povo eles não eram assim que é isso pessoal estamos falando dos antigos egípcios que eram exclusivamente muito mais inteligente e acima de qualquer outra civilização que houve no passado e é a única que restou hoje em dia pq quando olhamos no mapa não vamos as cidades persas ou incas ou as maias o que vemos é só o Egito a única que sobrou a única que no passado era superior as outras nem os persas nem os maias nem os incas nem os astecas eram mais inteligentes do que os egípcios eram , sabe as vezes eu penso com tanta inteligência que eles tinham eles no mínimo estão uns 100 anos a nossa frente eles sabiam de coisas que só nesse século nós descobrimos então imagine o quanto eles estavam a frente de outras civilizações do passado se até hoje em sai tem coisas que naum sabemos agora como uma civilização inteligente assim vai gastar vários anos pra construir uma coisa a toa que naum sirva pra nada a naum um lugar de descanso também não cho que foi marcianos com olhos grandes e corpo verde isso é que é besteira mas eu acho que alguém esteve de passagem e passou por marte e pela terra só pq não vimos nada no solo de marte não significa que não tenha nada só que eles alguns aliens possa estar no subsolo se no solo não é seguro pq a terra costuma ter vários olhos como satélite então pq não ir no subsolo é mais seguro e mais concervado pq todo mundo não ficaria espalhado pelo planeta mais concentrado em alguns lugares apenas daí o que acontesse no futuro alguma potencia da terra chega a marte fica lá alguns messes e saem e lês falam que não encontraram nada, mais é claro de centenas de quilômetros eles não chegaram a procurar nem 5 quilômetros ai também naum Sá daí o que eles fazer parte pra outro planeta , depois que chama essas antas de primata eles acham ruim e se sente ofendido , mais então acho que tudo depende da evolução das nossas mentes pra vc Jugar alguma coisa vc precisa no mínimo conhecer tem muitas pessoas que julga que as pirâmides do Egito não tem nada a ver com as de marte mas eles não estudaram a histiria do Egito cultura mitos e tudo mais não conhecem a filosofia eles não podem afirmar que foi construida por humanos sem conhecer como os egípcios eram e no que acreditavam e não tem como uma pessoa julgar que as fotos das pirâmides de marte não existe pq os calculos comprovam e não há espaço pra conhecidencias que por muito incrível as pirâmides de marte estão nos arredores da face de marte já vi muitas teorias de filmes de produtores e de várias pessoas algumas fazer sentido mas outras não pra se jugar as pirâmides de marte é preciso saber os cálculos que quando terminados vão bater certinho com os cálculos da posição da pirâmide do Egito , ou vai me dizer que os egípcios que foram até marte não deveria ser ao contrário naum o que passou por marte passou pela terra e deixou marcas que só quando a raça chamada homo sapiens se evoluísse principalmente suas mentes e inteligência era a ora certa pq se for antes digamos que muita coisa vai sair errado as pessoas não aceitariam a resposta por vários motivos e uma delas é por sua crença então para evoluir se precisa abrir os olhos alem do que as coisas aparenta ser ver de um modo diferente observar de um modo diferente mas todo evolução aconteceu com várias mudanças violentas e bruscas só que não seria uma evolução como todos pensam uma evolução que afetaria todos não isso seria fácil demais , seria uma evolução que cada um tem que buscar por si mesmo e quando muitos evoluírem todos veram a diferença de alguém de hoje e alguém que já evoluiu , as respostas serão respondidas quando formos evoluir é um processo muito duro levaria vários anos da nossa vida o que chamamos de fenômeno ou inexplicável pode ser facilmente feito com alguém com tecnologia muito superior a nossa , há mais os alienígenas viajariam anos luz até a terra pra ajudar a construir uma pirâmide , bom eles não perderiam tempo pq pra eles a tecnologia que eles tem certamente em minutos eles chegariam onde nos só poderíamos chegar daqui a centenas de anos.
Mas todos se perguntam pq que os egípcios de hoje não são igual aos de antigamente e o que ouve com a mitologia ?
Bom os egípcios eram uma civilização muito inteligente então o que ouve com eles se eles fossem tão inteligente assim será que o seu povo o egípcio ainda seria como antigamente , imagine hoje em dia eles e vários paises abaixam a cabeça para os E.U.A e para as outras potencias o Egito hoje é considerado como qualquer outro pais e em relação a economia e forma de vida até mesmo o Brasil está passando o Egito , quero dizer o que houve com aquele povo , será que não se faz mais egípcios hoje em dia como antigamente ? o que ouve com aquela civilização que hoje é como um igual a muitos , bom é difícil dizer mas vou tentar falar , antes só existia civilização separadas não eram como os paises de hoje que são um do lado do outro então os maias viviam em um lugar os incas viviam quase próximos aos maias os persas viviam em outro lugar os astecas viviam em outro então cada um tinha sua mitologia , crença e culturas , cada um tinha uma forma diferente da outra eram poucas coisas que eram iguais , dai com o tempo e com as mortes as terras começaram a ter um valor a mais do que tinha antes , os egípcios estavam acostumados a passar sua mitologia e cultura e até mesmo os segredos da época de pai para filho assim is segredos mais íntimos das pirâmides e visitas de alienígenas ou escrituras muito importantes ou informações que não podiam de jeito nenhum se falar apenas tinha que ser carregado por todo a vida e ia passando de geração a geração era o segredo de seu povo era muito importante os avistamentos de objetos no céu ou a visita de seres de outro planeta tudo tinha que ser um enigma não podiam simplesmente escrever em símbolos nas pirâmides tudo isso pq eles sabiam que um dia alguém entenderia então foi se passando as gerações e as pessoas perceberam que podia sair dali e ir pra outro lugar como depois de várias gerações se podia se casar ou se unir com outras civilização podia ser proibido mas não significava que ninguém fazia e o que ouve foi o seguinte , misturou as culturas e mitologia destorcendo tudo e então não havia como pelo fato dessa união aquelas informações ser passado de pai pra filho pq juntou várias coisas a mãe dizia uma coisa o pai dizia outra a criança crescia dividida e quando o segredo ou informação o filho não entendia se acreditava em um ou em outro dai começou a se perder só algumas famílias continuaram a passar de geração a geração e ao longo da historia tudo foi se perdendo surgiu várias religiões as pessoas não acreditava em deuses mais como antes e aqueles que seguia suas raízes era tido como louco e as vezes até pior gerou uma revolta e logo aconteceu o que acontece hoje em dia , os fatos do passado como lendas dos deuses avistamentos e aparições são como apenas historia pra criança dormir apenas como se fosse um conto uma ficção algo que não aconteceu algo irreal , e na verdade aconteceu só que não que as pessoas não possam acreditar mas sim que elas próprias não acreditam , há lugares no passado que o que o homem via ele desenhava na parede da caverna ele via uma pedra ela a desenhava ele via um passaro ele a desenhava ele via outro da sua tribo ele desenhava ele via o sol ele desenhava e na quela época eles nem sabiam falar direito na época da descoberta do fogo, então um dia eles viram algo no céu redondo ou oval e a desenho de várias maneiras pq aquilo os intrigou era grade demais eles nunca tinham visto algo assim antes e o que o desenho significa é o que conhecemos hoje como Óvnis , muitos acreditam que o desenho da tal caverna é um criação primitiva da criatividade do homem ou apenas um animal da época mas os desenhos são idênticos aos Óvnis que temos o conhecimento hoje está lá mas as pessoas acham que é apenas imaginação e vira as costas e sai andando sem dar a devida atenção a pessoa acha que é imaginação mas está la é só acreditar , com o Egito foi a mesma coisa pode ter acontecido o que eu falei e hoje é como um outro pais qualquer nem eles mesmos sabe como seus ancestrais criaram as pirâmides ou o que viram ou muito menos como que eles aprendeu isso , sozinho é que não foi , pq se eles podiam as outras civilização também poderiam descobrir no mesmo tempo que os egípcios descobriram e foram descobrir centenas de anos mais tarde e quando eles descrobriram os egípcios estavam muito mais a frente que eles houve um pequeno empurram ai uma mãozinha e sabemos que as mesmas pirâmides que tem no Egito são edenticas ao de marte está lá é só vc acreditar mas se torna complicado para alguns pq ainda estão presos ao ceticismo ou a religião mas mesmo eles não acreditando as pirâmides sempre vai estar lá paradas e sendo enigmáticas , temos que abrir nossos olhos e nossas mentes e nos evoluir em tecnologia e evoluir nossas mentes com isso muita coisa será mudada, não pergunte o que a ciência pode fazer por vc mas pergunte o que vc pode fazer pela ciência !
FIM DA MATÉRIA!!

Nenhum comentário: